Conhece o Scorp? A sensação do momento no Brasil

Mesmo estando disponível desde 2015, o aplicativo ganhou fama repentina neste mês.

Por | @RafaelaPozzebon Aplicativos

Muito provavelmente você já deve ter ouvido falado do Scorp. Até mesmo, deve ter recebido alguma solicitação para participar. Para quem ainda não baixou o aplicativo, ele é bastante semelhante ao antigo Vine, ou seja, os usuários podem compartilhar vídeos de até 15 segundos em um feed global, que é separado por tópicos.

No último final de semana, um boom do aplicativo na Google Play, tanto que ele se tornou o app mais baixado na loja do Google e também um dos mais populares na App Store, segundo dados da empresa de monitoramento de aplicativo App Annie.

Scorp a nova modinha?Scorp a nova modinha?

Leia também:

Para se ter noção, em 1° de agosto, o aplicativo estava apenas na 34ª posição dos apps mais baixados no Brasil. Um dia após, ele saltou para a sétima posição. Já em 3 de agosto, o Scorp já era o mais popular, superando nomes fortes como o Facebook, Instagram e Uber. Entre a sexta-feira (4) e segunda-feira (7), o aplicativo passou a ocupar a primeira colocação da lista, passando, inclusive, o WhatsApp.

No iPhone a situação não é muito diferente, já que o aplicativo se encontra na 10º dos mais baixados do momento. Na última quinta-feira (3), ele esteve em segundo lugar.

A grande popularidade do aplicativo ainda é motivo de especulação. O Scorp foi criado na Turquia e está disponível na App Store e no Google Play desde 2015. Ele nunca esteve entre os 100 mais baixados do mundo até alcançar os níveis atuais.

O aplicativo na loja do Google já foi baixado mais de 5 milhões de vezes. Entre as queixas dos usuários é o envio de solicitações para amigos do Facebook sem solicitar autorização.

Continuando sobre a popularidade repentina do Scorp, uma das grandes razões pode ser justamente o tipo de conteúdo que está sendo mais distribuído, no caso, material adulto. De acordo com o site oficial do Scorp, mais de 25 milhões de vídeos já foram produzidos e compartilhados através do aplicativo.

Mais sobre: aplicativos, Brasil, apps
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.