A Xiaomi está nos holofotes durante esta última semana do mês de março. Depois de lançar a Mi Band 6 e cinco novos smartphones da linha Mi 11, a fabricante anunciou nesta terça-feira (30) o seu tão aguardado smartphone dobrável denominado Mi Mix Fold. O aparelho vem com uma tela com tamanho de tablet sob um design em formato de livro, bem semelhante ao Galaxy Fold anunciado pela Samsung em 2019.

A gigante chinesa ainda destaca uma bateria de respeito, com desempenho liderado pelo poderoso Snapdragon 888, mais um processador propietário e câmera com tecnologia que se assemelha ao olho humano. Sem mais delongas, vamos conhecer o que o Mi Mix Fold, primeiro smartphone dobrável da Xiaomi, tem a oferecer!

Design e especificações

O Mix Fold chega com um painel dobrável de 8,01 polegadas, resolução WQHD+ e construção que se abre de dentro para fora, a fim de fornecer proteção para o display interno.

Já no caso da tela externa, o painel possui tamanho de 6,52 polegadas, mesma medida do primeiro Fold da Samsung, modelo que aparentemente foi usado como inspiração para este lançamento da Xiaomi. Olhando para o design e construção do aparelho em si, a única coisa que pode ser avaliada como um ponto negativo é a presença de bordas grossas, o que não é encontrado em modelos recentes da Huawei e Samsung por exemplo, empresas que se consolidaram no ramo de smartphones dobráveis.
O Mix Fold será oferecido com o processador Snapdragon 888 debaixo do capô, acompanhado de opções com 12GB ou 16GB de memória RAM e armazenamento interno de 256GB ou 512GB. Sua bateria possui 5.020 mAh com suporte para carregamento de 67W, mesmo potência do Mi 11 Ultra anunciado pela Xiaomi ontem (29).

Câmera

Mas algo que merece elogios a gigante chinesa é o pacote de câmeras fornecido para o Mi Mix Fold. o Aparelho possui um conjunto de três câmeras em sua traseira que basicamente consiste em um sensor principal de 108MP, mais uma lente ultrawide de 13MP e uma telefoto com 8MP que também também pode ser utilizada como macro.

O Mi Mix Fold tem câmera de 108MP. (Imagem: Reprodução / Xiaomi)
O Mi Mix Fold tem câmera de 108MP. (Imagem: Reprodução / Xiaomi)

O grande destaque, porém, é a presença de lentes líquidas, assim como alguns rumores já apontavam. Essa tecnologia tem o objetivo de imitar o mesmo sistema que o olho humano possui e o resultado é extraordinariamente melhor quando falamos de foco mais rápido e preciso, além de economizar espaço dentro do aparelho por possuir um mecanismo menor que os modelos convencionais.

A Xiaomi também concedeu ao Mix Fold o título de estreante do primeiro processador fabricado pela empresa chinesa, o Surge C1. Esse chip não tem a intenção de concorrer com os modelos Qualcomm, MediaTek e Exynos da Samsung. Na verdade, o Surge C1 é um processador de sinal de imagem, conhecido também como ISP, sistema utilizado para otimizar as fotos e vídeos capturados pela câmera.

O papel do Surge C1 inclui "ajudar a processar o foco automático de forma mais rápida", e também entregar um "melhor equilíbrio de branco e maior faixa dinâmica, proporcionando uma experiência fotográfica de nível profissional." Essa tecnologia é bem semelhante a Pixel Visual Core encontrada na linha Pixel da Google, que basicamente promete aumentar o desempenho da câmera em fotografias.

Leia também:

Recursos extras

A fabricante também destacou a qualidade do sistema sonoro para o Mix Fold, que praticamente possui a mesma tecnologia dos flagships da linha Mi 11. A fim de oferecer uma melhor imersão acústica, o dispositivo possui quatro alto-falantes projetados e certificados pela Harman Kardon.

Além disso, ele conta com o Modo PC, que promete simular o ambiente de desktop, reunindo melhor os aplicativos, com janelas flutuantes, central de controle e até um "menu iniciar".

Preço e disponibilidade

Como bem sabemos, o mercado de smartphones dobráveis ainda é um pouco inacessível por conta dos altos preços que as fabricantes empregam em seus modelos. Contudo, com o amadurecimento da tecnologia, essa categoria de celulares tem se tornado cada vez mais comum, e o Mi Mix Fold tem grandes chances de se consolidar nesse mercado disputado.

O preço do modelo da Xiaomi é mais atraente quando comparamos com os já existentes do mercado. Por exemplo, o Galaxy Z Fold 2 custa atualmente a faixa de R$ 12.600, enquanto o Huawei Mate X2 tem preço sugerido de R $15.800. Em contrapartida, o Mi Mix Fold tem preços a partir de R$ 8.790. Confira o valor sugerido para o mercado chinês, convertido para o real brasileiro de acordo com a cotação atual e sem a adição de impsotos;

Xiaomi Mi Mix Fold

  • 12 GB + 256 GB por 9.999 yuans (~R$ 8.790)
  • 12 GB + 512 GB por 10.999 yuans (~R$ 9.650)
  • 16 GB + 512 GB por 12.999 yuans (~R$ 11.400)

Ficha técnica

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 888 (5 nm)
  • CPU: Octa-core (1x2.84 GHz Kryo 680 e 3x2.42 GHz Kryo 680 e 4x1.80 GHz Kryo 680
  • Sistema operacional: Android 10 e MIUI 12
  • Memória RAM: 16 GB e 12 GB
  • Armazenamento Interno: 512 GB, UFS 3.1 e 256 GB
  • Tela - Tipo: Foldable AMOLED
  • Tela - Tamanho: 8.01
  • Tela - Resolução: 2480 x 1860
  • Tela - Densidade: 387 ppi
  • Tela - Extras: 600 nits, Dolby Vision, 120Hz, HDR 10 Plus e Tela secundária AMOLED, 6.52, 840 x 2520 pixels (27:9), 90Hz, HDR10 , Dolby Vision
  • Câmera principal: Dual Pixel PDAF e 108 MP, f/1.8
  • 2ª câmera: 8 MP (telephoto/macro) 3x zoom ótico e PDAF
  • 3ª câmera: 13 MP, f/2.4 (ultrawide)
  • Câmera Frontal: 20 MP, (wide), 1/3.4
  • Bateria: 5020 mAh
  • Carregador: 67W
  • Xiaomi Mi Mix Fold - Ficha técnica completa