Banco Central autoriza uso do WhatsApp Pay no Brasil; veja os detalhes

Após meses de espera o Banco Central finalmente autorizou o uso do WhatsApp Pay, nova forma de pagamento que permitirá o envio e recebimento de dinheiro através do mensageiro.

Aplicativo do WhatsApp. Foto: Oficina da Net.
Aplicativo do WhatsApp. Foto: Oficina da Net.

No ano passado o Facebook Inc. apresentou o WhatsApp Pay, carteira digital que permite aos usuários do mensageiro realizarem transferências e pagamentos de forma rápida para seus contatos. Apesar de ser um recurso útil para os vendedores que utilizam a versão business, o Banco Central (BC) impediu que o serviço estreasse oficialmente no Brasil, porém nesta semana a instituição liberou autorizou oficialmente o uso da nova forma de pagamento.

O serviço foi restringido no país após o Conselho Adminsitrativo de Defesa Econômica (Cade) e o Bacen avaliarem que função poderia gerar uma instabilidade no Sistema de Pagamentos Brasileiro devido a uma concorrência supostamente desleal.

WhatsApp Pay

Classificado como "Iniciador de Transações de Pagamentos pelo Facebook Pagamentos do Brasil", a nova carteira ainda não está disponível para ser utilizada, mas é esperado que a desenvolvedora disponibilize em breve para todos os usuários na versãoe estável do aplicativo, visto que o recurso já está pronto e foi, inclusive, testado durante alguns dias no ano passado antes de ser barrado pelo Banco Central.

O BC informou que o WhatsApp deve definir as taxas para o envio ou recebimento de valores através da conta. Vale ressaltar que o serviço atua em conjunto com a plataforma do 'Facebook Pay', permitindo realizar o pagamento de publicidade na rede social e demais serviços na rede social.

Interface do WhatsApp Pay. (Foto: Divulgação/WhatsApp).
Interface do WhatsApp Pay. (Foto: Divulgação/WhatsApp).

Anteriormente o aplicativo permitia ao usuário pessoa física efetuar até 20 transações com limite de R$ 1.000 por dia, cadastrar apenas cartões de débito e ter um limite mensal de R$ 5.000 para envios ou recebimentos por meio da plataforma. Por enquanto ainda não há informações se haverá mudanças na quantidade de funções gratuitas, mas é esperado que a empresa disponibilize mais detalhes em breve.

Para pessoa jurídica a taxa fixa era de 3,99% sobre cada pagamento, sendo uma das tarifais mais altas do mercado.

"[...] O BC acredita que as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos.", afirmou a instituição.

Fonte

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário