Após polêmica, WhatsApp tenta tranquilizar seus usuários em jornais e stories

Depois de uma semana conturbada envolvendo sua nova política de privacidade, o WhatsApp usou frases de efeito em jornais e stories para tranquilizar seus usuários. Confira!

WhatsApp tenta tranquilizar seus usuários com frases de efeito em stories e jornais. (Imagem: Oficina da Net)
WhatsApp tenta tranquilizar seus usuários com frases de efeito em stories e jornais. (Imagem: Oficina da Net)

Na última semana, o WhatsApp viu milhares de usuários deixar de usar sua plataforma e migrarem para outras semelhantes como Signal e Telegram, por conta das mudanças nos termos de uso e privacidade do mensageiro que agora compartilharia dados de seus usuários com outras plataformas de seu ecossistema, como Facebook e Messenger.

A mudança estava programada para entrar em vigor a partir do dia 8 de fevereiro, mas devido a repercussão negativa, o WhatsApp decidiu adiar o início para 15 de maio. A empresa ainda mostra preocupação com essa migração de usuários, e para os tranquilizar, a plataforma aproveitou para compartilhar stories e divulgar manchetes em jornais explicando sua preocupação com a privacidade de seus usuários.

"Estamos comprometidos com a sua privacidade"

O WhatsApp utilizou essa frase e outras como: "o WhatsApp não pode ler o escutar suas conversas pois elas são criptografadas de ponta-a-ponta", "o WhatsApp não pode ver sua localização compartilhada" e "o WhatsApp não pode compartilhar seus contatos com o Facebook", mostrando assim que a privacidade de seus usuários é parte importante da preocupação da plataforma, assim como mostra as imagens abaixo.

Capturas de tela mostram as frase de efeito utilizadas pela plataforma. (Imagem: WhatsApp)
Capturas de tela mostram as frase de efeito utilizadas pela plataforma. (Imagem: WhatsApp)

Vale ressaltar que a mudança nos termos do WhatsApp repercutiu de forma negativa gerando uma certa desconfiança de que o Facebook e até outras empresas aliadas, pudessem utilizar os dados pessoais dos usuários de forma livre e invasiva. O problema pôde ser considerado tão grave que despertou a atenção do Procon-SP, que solicitou que o WhatsApp explicasse de forma clara sobre o que estava envolvido nessa alteração de política de privacidade da plataforma, já que a medida pode entrar em conflito com a Lei Geral de Proteção de Dados que entrou em vigor em agosto do ano passado.

As mesmas frases apareceram nas capas de jornais indianos. (Imagem: Francis Mascarenhas Reuters/Reprodução)
As mesmas frases apareceram nas capas de jornais indianos. (Imagem: Francis Mascarenhas Reuters/Reprodução)

As imagens acima mostram que assim como fez nos stories, o WhatsApp divulgou informações em pelo menos dez jornais diferentes na última quinta-feira (14), e uma das frases utilizadas nesta campanha também fala que "o WhatsApp respeita e protege a sua privacidade".

Poco F3, Poco X3 Pro ou Poco X3 GT: Qual tem a melhor bateria?

Conteúdo relacionado

POCO M3, celular de entrada ainda aguenta os jogos? | Roda Liso ENTRADA
Roda Liso

POCO M3, celular de entrada ainda aguenta os jogos? | Roda Liso ENTRADA

Estamos dando boas vindas ao primeiríssimo episódio do Roda Liso de Entrada, somente com smartphones leves, revisitando o clássico POCO M3.

WhatsApp recua e adia atualização nos termos de uso e privacidade; saiba mais
WhatsApp

WhatsApp recua e adia atualização nos termos de uso e privacidade; saiba mais

Após pressão dos usuários o WhatsApp anunciou que irá adiar a alteração nos termos de uso e política de privacidade, que estava previsto para entrar em vigor a partir do dia 8 de fevereiro.

WhatsApp vacilou! Telegram e Signal já são os apps mais baixados no Brasil
Telegram

WhatsApp vacilou! Telegram e Signal já são os apps mais baixados no Brasil

Depois da repercussão da nova política de privacidade do WhatsApp, os aplicativos Telegram e Signal lideram o número de downloads na App Store e Play Store, respectivamente.