Amazon demitiu "dezenas" de desenvolvedores de jogos em meio à reorganização

Sem muito alarde a gigante Amazon demitiu vários funcionários da sua divisão de games, a Amazon Games Studios. O estúdio comunicou aos funcionários pela manhã que seria dado um intervalo de 60 dias para procurarem novas funções dentro da Amazon.

Por Tecnologia Pular para comentários
Amazon demitiu

No último dia da E3, sem muito alarde a gigante Amazon demitiu vários funcionários da sua divisão de games, a Amazon Games Studios, segundo o site Kotaku. O estúdio que desenvolve no momento os jogos online Crucible e New World, comunicou aos funcionários pela manhã que seria dado um intervalo de 60 dias para procurarem novas funções dentro da Amazon. Caso algum ex-funcionário não consiga encontrar um novo trabalho na empresa, ele receberá um pacote de indenização.

Além da demissão, a Amazon acabou decidindo por cancelar alguns títulos de jogos não anunciados de acordo com o site Kotaku. Segundo um porta-voz da Amazon:

A Amazon Game Studios está reorganizando algumas de nossas equipes para nos permitir priorizar o desenvolvimento de projetos novos, inovadores e inovadores que estamos animados para revelar no futuro. Esses movimentos são o resultado de ciclos regulares de planejamento de negócios, nos quais alinhamos recursos para corresponder às prioridades em evolução e de longo alcance. Estamos trabalhando de perto com todos os funcionários afetados por essas mudanças para ajudá-los a encontrar novas funções na Amazon. A Amazon está profundamente comprometida com jogos e continua a investir pesadamente na Amazon Game Studios, no Twitch, no Twitch Prime, na AWS, em nossos negócios de varejo e em outras áreas da Amazon

Studio Amazon GameStudio Amazon Game

O investimento na divisão de jogos da Amazon iniciou em 2014, mas mesmo assim até o momento as coisas não têm se desenvolvido muito bem. No ano de 2017, por exemplo, a empresa acabou cancelando o jogo Breakaway. O estúdio chegou a contratar grandes nomes como, por exemplo, o diretor Far Cry 2 Clint Hocking e a diretora do Far Cry, Kim Swift. Entretanto ambos acabaram saindo antes mesmo de desenvolver qualquer jogo. Como se não bastasse, o desenvolvimento da mecânica Crytek que a Amazon investiu acabou não causando tanto impacto em seu jogo.

Compartilhe com seus amigos:
Vitor Valeri
Vitor Valeri Fundador dos canais "Fones High-End" nas principais redes sociais e hobbysta de fones de ouvido há 10 anos, hoje é responsável pela redação sobre a temática juntamente com games (outra paixão). Formado em Saúde Coletiva, anda sempre em busca de inovação e conhecimento.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @vitor_valeri // TWITTER: @Vitor_Valeri
Quer conversar com o(a) Vitor, comente:
Minha foto
    Últimas notícias de Tecnologia