Adobe desenvolve inteligência artificial para detectar manipulação facial no Photoshop

O mundo está cada vez mais preocupado com a disseminação de vídeos e fotos falsas, e a Adobe, proprietária do Photoshop - um nome sinônimo de imagens editadas - diz que compartilha essas preocupações.

Por Tecnologia Pular para comentários
Adobe desenvolve inteligência artificial para detectar manipulação facial no Photoshop

Uma equipe de pesquisadores da Adobe e da UC Berkeley treinou a Inteligência Artificial (IA) para detectar manipulação facial em imagens editadas com o Adobe Photoshop. O objetivo é que a ferramenta ajude a restaurar a confiança na mídia digital, em um momento em que o programa de edição de imagens mais famoso do mundo é utilizado para fins de fake news (notícias falsas). A ferramenta também poderá democratizar a análise forense de imagens, possibilitando que mais pessoas descubram a manipulação de imagens.

Inteligência Artificial da AdobeInteligência Artificial da Adobe

 

Face Aware Liquify vai detectar rostos alterados no Photoshop

A equipe treinou uma rede neural convolucional (CNN) para detectar mudanças nas imagens feitas com o recurso Face Aware Liquify, do Photoshop , que foi projetado para mudar os olhos, boca e outras características faciais das pessoas. Quando colocada em teste, a rede neural detectou imagens alteradas em até 99% das vezes. Em comparação, as pessoas que viram as mesmas fotos detectaram as alterações apenas 53% dos casos. A ferramenta também conseguiu reverter as imagens, para o que previa ser o estado original.

Imagem externa

Esta não é a primeira vez que a Adobe usa a Inteligência Artificial para detectar imagens editadas com o Photoshop, mas desta vez o recurso é utilizado apenas para a detecção de manipulação facial. 

A Adobe diz que o desenvolvimento da ferramenta requer mais urgência do que nunca: "Vivemos em um mundo onde está se tornando mais difícil confiar na informação digital que consumimos", disse Richard Zhang, pesquisador da Adobe. 

E quando se trata de identificar imagens manipuladas e rostos alterados, a Adobe afirma que este recurso é apenas o começo.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Minha foto
    Últimas notícias