Preparados para a WWDC 2019? Seu próximo iPhone ou Mac pode estar lá!

O evento destinado à desenvolvedores da Apple sempre traz pistas sobre os próximos dispositivos da empresa. A WWDC começa na próxima semana e pode confirmar tudo que até o momento é rumor.

Por Tecnologia Pular para comentários
Preparados para a WWDC 2019? Seu próximo iPhone ou Mac pode estar lá!

A Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple é a reunião anual da empresa, que traz designers e engenheiros que desenvolvem aplicativos para iPhones, iPads e outros dispositivos da Apple.

Milhares de pessoas estarão chegando ao Centro de Convenções McEnery, em San Jose, na Califórnia, a partir das 10h, na segunda-feira, para ouvir o CEO Tim Cook e vários executivos traçarem sua estratégia para o futuro do software da empresa. Eles passarão o resto da semana em sessões sobre a nova tecnologia e sairão com planos para atualizar seus aplicativos.

iOS 13, MacOS 10.15, Marzipan, Siri, Mac Pro e muito mais. O que a Apple tem reservado para nós este ano?

A WWDC normalmente não é onde a Apple lança novos dispositivos. Em vez disso, atualiza seu software iOS para iPhones e iPads, MacOS para seus computadores, TVOS para Apple TV e WatchOS para o Apple Watch.

TVOS para Apple TVTVOS para Apple TV

Apesar de todas essas novidades, a maior parte do que for revelado não estará disponível até o final do ano. Mas afinal, o que um programa focado no desenvolvedor realmente poderia oferecer a você?

Embora a WWDC seja um evento para os desenvolvedores, também é a maneira da Apple de exibir os recursos e serviços que você certamente verá nos novos produtos que serão lançados ainda este ano.

Você não verá o novo iPhone, mas verá como será sua interface. Você pode não ter o novo Mac Pro, mas, no mínimo, a Apple tentará fazer você se sentir como se não tivesse esquecido os profissionais de criação. E haverá vários outros avanços na área da saúde, realidade aumentada e privacidade que em breve você terá acesso.

"A Apple não vai ter um serviço proprietário", disse Carolina Milanesi, analista da Creative Strategies. "No final das contas, os desenvolvedores promovem o engajamento, promovem os novos designs de uso e controlam a maneira que o consumidor usará o dispositivo".

Apple Store e a Suprema Corte

A WWDC deste ano chega em um momento tenso para a App Store da Apple. No início deste mês, a Suprema Corte determinou que os donos de iPhone podem processar a Apple por supostamente operar um monopólio por meio de sua App Store.

E houve um clamor dos desenvolvedores de aplicativos de controle parental de que a Apple baniu injustamente seu software porque seus aplicativos competem com o próprio software da Apple. Amazon, Netflix, Spotify e outros pesos pesados ??também criticaram o modelo da App Store da Apple.

Loja de aplicativosLoja de aplicativos

Até mesmo o homem que costumava aprovar aplicativos de terceiros para a Apple pediu à empresa que "confessasse" políticas irresponsáveis ??contra serviços de concorrentes diretos, dizendo que "a Apple tem lutado contra o uso da App Store como uma arma" por anos.

Os consumidores dizem que o rígido controle da Apple sobre a App Store trazem preços mais altos. Alguns desenvolvedores dizem que as políticas da Apple, como cobrar uma comissão por quaisquer assinaturas, tornam mais difícil para os serviços que competem diretamente com os da própria Apple.

A Apple, por sua vez, diz que suas políticas de App Store mantêm seus clientes seguros e ajudam a manter altos padrões. Também diz que acolhe a concorrência.  

Embora a Apple provavelmente não vá reformular completamente a App Store, ela precisa encontrar maneiras de manter seus desenvolvedores e deixar o usuário mais feliz.

Em um momento em que o rival Google está promovendo sua inteligência artificial , o software da Apple também precisa ser mais inteligente. O recurso Siri Shortcuts da Apple do ano passado permite que o assistente digital da empresa conclua tarefas complexas com um único comando de voz - ou, às vezes, sem um comando de voz. Mas a Siri ainda não "conversa" com os assistentes do Google e da Amazon.

"Não sei a última vez que baixei um novo aplicativo da App Store", disse Milanesi. "Estamos agora em uma parte muito madura do mercado. A Apple não pode contar a mesma história sempre."

Além do iPhone!

Este ano, podem haver dois grandes anúncios da Apple que realmente têm muito pouco a ver com seus iPhones: o lançamento de uma Watch App Store e um grande esforço com o Projeto Marzipan, o esforço para fazer aplicativos para iPhone e iPad rodarem em Macs.

Desde o ano passado estamos de olho no Projeto Marzipan, o esforço para fazer aplicativos para iPhone e iPad rodarem em Macs.Desde o ano passado estamos de olho no Projeto Marzipan, o esforço para fazer aplicativos para iPhone e iPad rodarem em Macs.

A enorme base instalada de usuários de iPhone da Apple tornou o desenvolvimento para a App Store do iOS mais fácil. No final de 2018, havia 1,4 bilhão de dispositivos da Apple ativos em todo o mundo, disse a empresa no final de janeiro, durante seu relatório trimestral de lucros. Mais de 900 milhões deles eram iPhones.

Esse mesmo foco não se estendeu aos outros produtos da Apple, no entanto. A Mac App Store nunca decolou, com a maioria dos softwares em computadores sendo acessados ??por navegadores da Web. Nem todos os desenvolvedores fizeram aplicativos Apple Watch, e a Apple TV centrou-se principalmente no vídeo, e não na plataforma de jogos que a Apple imaginou. Pode até ser difícil encontrar aplicativos otimizados para os vários iPads por exemplo.

Espera-se que a próxima versão do WatchOS, da Apple, torne o Apple Watch mais "independente".

Você poderá fazer o download de aplicativos diretamente do seu relógio, mesmo que o celular não esteja próximo. Hoje, os aplicativos da Apple Watch são acompanhantes do aplicativo principal do iPhone. Atualmente, você as adiciona, atualiza ou altera as configurações por meio do smartphone, não do relógio.

"O Apple Watch tem uma uma enorme vantagem sobre a concorrência", disse o analista da Techsponential, Avi Greengart. "Mas ainda há muito espaço a se explorar com o relógio."

Essa é para você usuário de MAC

Os maiores avanços da WWDC podem vir para a linha de computadores Mac há muito negligenciada da Apple.

Cerca de 10% a 15% das vendas trimestrais da Apple são de sua linha de computadores, mas a marca não tem dado aos Macs tanta atenção nos últimos anos quanto outros dispositivos como o iPhone e o Apple Watch.

Em outubro de 2016, a Apple redesenhou o laptop MacBook Pro pela primeira vez em quatro anos, mas o teclado "switch butterfly" que é usado em todos os novos laptops desde então tem sido criticado.

Teclado com switch butterflyTeclado com "switch butterfly"

Na semana passada, a Apple informou que substituiria todos os teclados com o switch defeituosos de graça - mesmo nos novos modelos do MacBook Pro mais recente.

Os usuários avançados, como os designers gráficos, também esperavam por recursos mais favoráveis ??por anos. A empresa não fez grandes mudanças em seu Mac Pro de alta potência desde 2013. Notável por seu design cilíndrico, o Mac Pro é preferido por profissionais que precisam de muita potência para fins profissionais.

A Apple informou em abril de 2017 que estava trabalhando em uma grande atualização do computador, mas de um ano depois, o dispositivo não chegou ao mercado.

Não está claro se a Apple vai realmente lançar o Mac Pro na WWDC, mas provavelmente gastará uma grande parte de sua palestra em sua linha de computadores.

Como em toda WWDC, veremos ótimas soluções mas que provavelmente se manterão distantes das mãos do usuário final. O jeito é acompanhar e, torcer muito, para que o que seja apresentado, tenha um prazo menor para de fato, ser implementado e entregue ao consumidor.

Compartilhe com seus amigos:
Bernardo Silva
Bernardo Silva Louco por tecnologia, amo velocidade e sou apaixonado por comida.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @androidplaceblog // TWITTER: @bgssilva
Quer conversar com o(a) Bernardo, comente:
Minha foto
    Últimas notícias