WhatsApp lança atualização para Android com reprodução automática de áudio

Recurso faz com que usuários não precisem clicar em áudios em sequência para reproduzi-los. Além disso, a atualização também traz uma correção em uma falha de segurança.

Por | @andressaisfer Tecnologia Pular para comentários

O WhatsApp liberou recentemente o recurso de reprodução automática de áudios para Android. Com ele, é possível que o usuário ouça uma sequência de mensagens de voz sem precisar clicar em cada uma delas. A ferramenta foi lançada para iOS faz sete meses e chega agora aos usuários do Google. 

O recurso está disponível na atualização mais recente do aplicativo – que conta também com uma correção de uma brecha de segurança - de número 2.19.150, que já pode ser baixada na Play Store. Ele estava em fase de testes no WhatsApp Beta para Android desde março.

 Agora usuários do WhatsApp não precisam clicar em áudios para que estes sejam reproduzidos (quando em sequência).Agora usuários do WhatsApp não precisam clicar em áudios para que estes sejam reproduzidos (quando em sequência).

O WhatsApp vai sinalizar o fim de um áudio com um “bipe”, dando início à mensagem seguinte. Dessa forma, não será necessário prestar atenção quando um áudio acaba para então clicar no seguinte. 

Atualização para WhatsApp também inclui correção em brecha de segurança.Atualização para WhatsApp também inclui correção em brecha de segurança.

Junto da atualização de áudio, foi disponibilizado também uma correção em uma falha de segurança. Esse gap, segundo o WhatsApp, permitia a hackers que invadissem celulares a partir de uma chamada de voz (que podia ser atendida ou não) dentro do aplicativo. O programa malicioso podia ter acesso a diversos recursos do aparelho como câmera, microfone e mensagens de e-mail.

Ainda de acordo com o WhatsApp, poucos usuários foram afetados pela falha, mas o recomendado é que todos façam o download da atualização mais recente para evitar riscos.

Voltando à reprodução automática de áudios, no Twitter, usuários parecem divididos: enquanto alguns adoraram a funcionalidade outros a odiaram. E você? O que achou?

siga Oficina da Net no Instagram