Oficina da Net Logo

Nubank usará recurso de biometria facial para avaliar clientes

A novidade da vez é que o Nubank também quer investir na tecnologia, e usar o sistema com a sua clientela para evitar possíveis fraudes.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

Desde o lançamento do iPhone X, a biometria facial ganhou força no mercado tecnológico. Além de revelar uma potencial solução para a privacidade também comprovou que é bastante viável comercialmente. Na China, por exemplo, as câmeras mais avançadas podem realizar feitos realmente impressionantes através da tecnologia.

Nubank usará recurso de biometria facial para avaliar clientes.Nubank usará recurso de biometria facial para avaliar clientes.

Leia também:

Leia em destaque: Como usar a tecnologia para diminuir a ansiedade?.

A novidade da vez é que o Nubank também quer investir na tecnologia, e usar o sistema com a sua clientela para evitar possíveis fraudes. Atualmente, para solicitar um cartão da empresa é necessário o envio de uma fotografia, documento de identidade, CPF e endereço. As verificações de veracidade são feitas internamente e agora, no entanto, deverá ganhar mais uma proteção.

Através da parceria com a Acesso Digital, que trabalha na liberação de crédito em redes varejistas do Brasil, a fintech terá acesso a dados biométricos de um terço da população que já utilizou serviços de financiamento.

Segundo o CEO e fundador da Acesso Digital, Diego Martins, "o AcessoBio otimiza a segurança e o resultado dos clientes de maneira simples e eficiente, além de proteger o nome dos brasileiros".

O diferencial do uso da novidade é que os usuários não precisão contar com smartphones que são capazes de capturar fotos tridimensionais.

Guilherme Wunsch, que lidera a área de prevenção a fraudes do Nubank, diz que a biometria facial aumenta uma esfera de segurança e melhorias na operação, sem ter qualquer impacto na experiência do usuário. "Do ponto de vista do cliente, o processo de solicitação do cartão continua simples, rápido e transparente. Com isso, reduzimos a negativação indevida e melhoramos ainda mais a experiência de nossos clientes", destaca.

As empresas não explicaram como a ferramenta irá funcionar exatamente, pois não trabalha com informações em 3D.

Vale mencionar que em alguns casos, por medidas de segurança, as empresas não costuma revelar exatamente os detalhes de tais assuntos, e este pode ser o caso.

Comentários
Carregar comentários