Chromebook Pixel, o notebook com tela retina touchscreen do Google

Google apresentou o Chromebook Pixel, que está muito além dos outros Chromebooks já lançados, que antes não passavam de netbooks lançados para iniciantes em informática e internet.

Por | @nmuller99 Hardware

Google apresentou o Chromebook Pixel, que está muito além dos outros Chromebooks já lançados, que antes não passavam de netbooks lançados para iniciantes em informática e internet. 

O novo aparelho vem com tela de 13 polegadas, tela sensível ao toque e com resolução de 2560x1700 em proporção 3:2, ao invés da proporção tradicional 16:9. Isto se dá pelo fato do Pixel ser otimizado, assim conseguindo ver melhor o conteúdo de internet, são 4,3 milhões de pixels, 239 ppi, mais que os 227 ppi do MacBook Pro 13 com tela retina.

O preço do aparelho será de US$ 1.299, preço similar ao Macbook com Wi-Fi, e US$ 1.499 para ter Wi-Fi e conexões 3G e 4G. Suas vendas iniciaram nos Estados Unidos e Reino Unido, incialmente. O sistema operacional será obviamente o ChromeOS.

"As pessoas deixarão o MacBook Air de lado por este", assegurou Sundar Pichai, diretor do Google, ao apresentar o novo dispositivo à imprensa.

"Está claro que a tecnologia tátil chegou para ficar e que é o futuro", disse Pichai. "Estou certo de que todos os portáteis serão táteis no futuro", emendou.

Configuração

O Pixel tem processador Intel Core i5 de 1,8 GHz com dois núcleos e placa de vídeo integrada Intel HD 4000. O chromebook tem ainda 4 GB de memória RAM, duas portas USB 2.0 e portas para cartão de memória e envio de vídeo para TVs e monitores (MiniDisplay). O notebook tem ainda conexões Wi-Fi e, na versão mais cara, 3G e 4G.

O Pixel tem apenas 32 GB de armazenamento local (em memória SSD). Mas, ao comprar o produto, o usuário ganha 1 Terabyte de armazenamento no Google Drive por três anos (após isso, é necessário assinar o serviço).

Veja um vídeo apresentação do projeto:

Mais sobre: chromebook google
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo