Google recebe multa de quase R$ 9 bilhões por manipular resultados nas buscas

A União Europeia vem realizando uma investigação sobre o caso desde 2010

Por Internet Pular para comentários
Google recebe multa de quase R$ 9 bilhões por manipular resultados nas buscas

Rumores já indicavam que o Google receberia uma multa recorde da União Europeia por práticas anticompetitivas. Nesta terça-feira (27), porém, o bloco falou oficialmente sobre o caso, e com isso revelou que os rumores estavam corretos.

O órgão acertou com o Google uma multa recorde de ? 2,42 bilhões, ou seja, mais de R$ 8,9 bilhões, em conversão direta.

União Europeia multa o Google por práticas anticompetitivas. 
FOTO: EUobserverUnião Europeia multa o Google por práticas anticompetitivas. FOTO: EUobserver

"O Google surgiu com muitos produtos e serviços inovadores que fizeram diferença em nossas vidas. Isso é uma coisa boa", disse a comissária Margrethe Vestager, através de nota. "Mas a estratégia do Google para seu serviço de comparação de preços não estava apenas atraindo clientes com a criação de produtos que fossem melhores que os dos concorrentes. Em vez disso, o Google abusou da sua dominância de mercado como um mecanismo de busca ao promover seu próprio serviço de comparação de preços nos resultados das pesquisas e rebaixando os de competidores."

"O que o Google fez é ilegal sob as regras antitruste da União Europeia", disse ainda a comissária. "[A empresa] negou a outras companhias a chance de competir em mérito e de inovar. E, mais importante, negou aos consumidores europeus a escolha genuína por serviços e aos benefícios completos da inovação."

A União Europeia vem realizando uma investigação sobre o caso desde 2010. No ano passado, porém, o conselheiro-geral do Google, Kent Walker, disse que a UE não possuo evidências suficientes para chegar a um veredito final. Deste modo, a companhia entraria com um pedido de apelação. O caso deverá se prolongar por mais alguns anos.

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias