Satélite deverá levar banda larga para todo Brasil, afirma Kassab

Uma parte da capacidade do satélite será alugada para empresas privadas para oferta de banda larga, em especial em áreas remotas

Por | @oficinadanet Tecnologia

Nesta semana, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse que o satélite geoestacionário brasileiro que foi lançado na última semana, tem a função de levar internet rápida para todo o Brasil.

"Hoje a banda larga é fundamental na vida de qualquer cidadão e para a economia de um País. Por conta de sua dimensão continental, o Brasil não tem ainda hoje condições de levar banda larga a todos os cantos do País", disse o ministro.

De acordo ainda com ele, na área da saúde, o satélite irá permitir que hospitais e postos de saúde que estão localizados em lugares mais remotos possam ter acesso à internet, permitindo a troca de informações entre os profissionais.

"Os médicos vão poder conversar com os outros equipamentos públicos de todo o Brasil. Da mesma maneira na educação, já temos identificadas 7 mil escolas que poderão receber banda larga desse satélite", disse Kassab.

Leia mais: como anda a situação da limitação de banda larga no Brasil.

O ministro reitera que o equipamento será comandado totalmente pelo Brasil. "Nós temos diversos satélites atuando no Brasil, mas eles são de multinacionais, de outros Países".

O satélite chega entre uma parceria dos ministérios da Defesa e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e conta com investimentos de R$ 2,7 bilhões. Mesmo com alto valor, o ministro considera o projeto como um investimento. "Vale a pena porque qualquer brasileiro vai ter condições de receber a sua internet", disse.

Mais sobre: bandalargabrasil internet Brasil
Share Tweet
  • Quer receber novidades sobre Banda Larga no Brasil?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter