Uber terá que desembolsar R$ 150 milhões por acabar com casamento

A esposa, com o itinerário do marido em mãos, acabou desconfiando de suas saídas, e em consequência, de sua fidelidade, o que acabou causando o fim do casamento.

Por | @RafaelaPozzebon Aplicativos

O Uber foi processado por um empresário francês em 45 milhões de euros (R$ 150,1 milhões, em conversão direta) em razão de um possível bug no sistema da companhia que teria sido responsável por arruinar o seu casamento.

O homem mora na Riviera Francesa, no sul do país e, de acordo com ele, pegou o smartphone da sua esposa emprestado para utilizar o Uber. Após, mesmo com sessão encerrada, a mulher continuou recebendo notificações relacionadas ao uso que o marido fazia do aplicativo.

Uber terá que desembolsar R$ 150 milhões por acabar com casamento

Leia também:

A esposa, com o itinerário do marido em mãos, acabou desconfiando de suas saídas, e em consequência, de sua fidelidade, o que acabou causando o fim do casamento. De acordo com a reportagem do Le Figaro, haverá uma audiência preliminar do caso no próximo mês.

O The Local procurou o Uber para conseguir entender o caso, porém, a empresa não quis revelar os detalhes. "A Uber não comenta publicamente sobre casos individuais, especialmente aqueles que dizem respeito a coisas como um processo de divórcio", disse um porta-voz.

Mais sobre: uber, aplicativo, justica
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários