Seria 4K o novo 3D?

Tem tudo para o 4K ser um fracasso como foi o 3D? Será que vale a pena comprar uma TV 4K agora?

Por | @nmuller99 Tecnologia

Lembra de quando surgiu a TV 3D? Uma verdadeira revolução de como assistiríamos aos programas e filmes favoritos, o que realmente aconteceu, todos nós sabemos. A dificuldade em tornar o 3D prático, aliado com a baixa quantidade de títulos disponíveis na tecnologia tornou-a limitada e na minha opinião inútil. O 4K estaria tomando o mesmo rumo?

A expectativa do 4K em 2016 foi tão grande que se tornou um verdadeiro fracasso. Há uma oferta grande de televisores com a tecnologia, com preços que já cabem no bolso dos consumidores brasileiros, mas vamos reproduzir o que?

Leia também: Afinal o que é 4K?

Possuo um televisor 3D, comprei na época um Playstation 3 também, para poder reproduzir as mídias e alguns jogos em 3D. Acontece que se usei umas 5 vezes os óculos, foi muito. A última vez que utilizei foi ainda pior, havia terminado a bateria que fica acoplada nele. Bateria igual à da placa-mãe, achatada. Tive que ir até uma relojoaria para adquirir duas delas, que não são baratas. Depois de todo este transtorno para então poder assistir um filme em 3D, eis que além de minha esposa, meu filho também teve vontade de “ver” (usar os óculos). Geralmente vem um par de óculos junto com a TV, quando vem.

Estes foram alguns dos empecilhos para eu praticamente desistir de assistir algo em 3D. Qual a programação de TV que transmitiu algo em 3D até hoje e você lembra?

4K terá o mesmo destino do 3D?

Antes de começarmos a ver os pontos contra do 4K, vamos tentar abrir a mente e ver o que ele tem de bom. Primeiro, a qualidade de imagem, pensemos em uma TV de 40”, não tão grande, mas que você já está habituado a usar e comprar. Nela, provavelmente você esteja rodando FULLHD, e hoje com o sinal digital de TV aberta, há uma qualidade razoável de imagem, nada comparado com um blu-ray, mas considerável. Agora imagine a mesma área de imagem com 4X mais pixels? Está imaginando agora, não é mesmo? Essa é a ideia primordial do 4K, trazer uma qualidade de imagem incomparável com o FULLHD, mas para isto, precisamos ter condições de rodar vídeos nesta resolução.

Seria 4K o novo 3D?

Leia também:

Os preços das TVs como já mencionei acima, estão despencando, algo semelhante aconteceu com o 3D, depois de certo tempo, os componentes se tornam mais baratos, há mais demanda de vendas, e preços que chegavam a R$ 6.000,00 passam agora a custar R$ 1.800,00 – R$2.200,00 (valor médio de TV 4K de 40 polegadas). Este é um fator determinante para o possível sucesso do 4K, popularizar o aparelho.

E os problemas atuais, quais são? Vamos listar eles agora:

Sinal 4K: As operadoras estão longe de conseguir transmissões a 4K com sinal aberto. Servir um vídeo em 4K significa gastar 4x mais largura de banda, e este é o principal gargalo, a informação que vai pelo ar ou por satélite, tem largura de banda e sabemos que não tem como ultrapassar os limites existentes, a menos que chegue uma nova tecnologia. As operadoras de televisão hoje, dificilmente enviam o sinal em FULLHD, ele vem comprimido, para que o aparelho televisor faça a descompressão do sinal e mostre com uma qualidade razoável. Fazer o mesmo processo com 4K, só pioraria a situação que temos hoje.

Internet: A Netflix promete entregar alguns de seus conteúdos em 4K, não são todos, mas para isto é necessário no mínimo uma internet de 25MB, o que a média brasileira é de 5MB. Estamos avançando e bastante nesta questão, a qualidade de internet no Brasil tem melhorado, não tanto quanto um país desenvolvido, mas caminhamos a passos lentos para isto.

Programação: Os dois pontos acima completam este aqui, a programação será enxuta. A rede Globo já grava algumas de suas novelas em 4K, mas não transmite em tal qualidade.

Comprar uma TV 4K e rodar no máximo FULLHD: A TV com todos aqueles pixels e conteúdo que você vai oferecer tem 4x menos que ela pode ofertar. Seria necessário triplicar ou quadruplicar pixels para completar a tela, o que na prática vai diminuir a qualidade, este processo chama-se upscaling, que as fabricantes gostam de falar. Dizem eles, que pegam qualquer imagem e transformam em 4K, o processo acima. É (mais ou menos) como você ter uma TV FULL HD hoje e rodar um vídeo em 480p. Pegue o monitor do seu computador, abra um vídeo no Youtube em 480p e coloque em full screen para fazer o teste. Peguei uma imagem como exemplo, tirado de uma boa explicação de um vídeo no Youtube que você pode ver o é que uma imagem FULLHD comparada com uma 4K.

Seria 4K o novo 3D?

Criamos outro post aqui falando se vale a pena ou não comprar uma TV 4K, que seria interessante você ler.

Quando teremos condições de rodar 4K e poderemos de fato comprar televisores nesta tecnologia sem medo de ser feliz? Vai demorar um pouco ainda, pelos motivos contrários acima citados. É difícil hoje ter uma internet de 25MB fora de grandes centros, tanto pela tecnologia que as operadoras de internet não avançam, quanto pelos preços exorbitantes que pagamos por MB. É difícil que as operadoras de TV consigam enviar o sinal em 4K para a sua TV, sinal aberto ou fechado, este é um dos principais motivos para a demora em popularizar o 4K. Sem sinal chegando, a programação fica limitada em FULLHD, não faz sentido ainda. Preços estão começando a melhorar.

Eu não gosto de fazer previsões, afinal não sou guru e nem quero ser, mas você consegue imaginar o tempo que levaria para todos estes entraves se tornarem realidade.

Vamos discutir o tema? Comente abaixo se você tem uma TV 4K, se usa, o que já assistiu. Gostaria muito de poder debater.

Mais sobre: televisores 4k colunaon
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo