Download de filmes e séries na Netflix ocupa menos espaço que você imagina

Arquivos baixados pelo aplicativo do serviço de streaming ocupam menos espaço da memória interna do seu smartphone do que aqueles baixados pela internet.

Por | @oficinadanet Entretenimento

Se você é assinante Netflix já deve estar informado a respeito do novo recurso lançado pela plataforma, que permite o download de produções para assistir offline. E se sua preocupação é com a quantidade de espaço a menos que isto pode significar na memória interna do telefone, pode ficar tranquilo (a) e utilizar a funcionalidade sem medo.

Isto porque os arquivos baixados pelo aplicativo da Netflix possuem um tamanho menor se comparados com downloads realizados na internet. Mas, como isso é possível?

Download de filmes e séries na Netflix ocupa menos espaço que você imagina
Arquivos baixados pelo aplicativo da Netflix são otimizados (Imagem: Reprodução/Internet)

Por meio de seu blog oficial, focado em tecnologia, o serviço de streaming explica o segredo para a “mágica”. Trata-se do formato de vídeo (codec) utilizado pela empresa. Para streaming a Netflix utiliza o formato H.264/AV. Porém, o usuário que faz download de algum título do catálogo nos dispositivos Android recebe o conteúdo em VP9-Mobile – um codec open source desenvolvido pelo Google, que usa diversos recursos para manter a qualidade sem deixar o arquivo gigantesco, ou seja, entregando vídeos com boa qualidade sem comprometer o tamanho do armazenamento.

Além do Android, o VP9 também funciona no navegador Chrome e outros dispositivos do mercado. Porém, a Apple não tem suporte para este tipo de codec. Por isso, a Netflix disponibiliza para usuários iOS um H.264/AVC diferente. Os streamings utilizam tecnologia H.264/AVC Main, já os downloads são no formato H.264/AVC Higth, também conhecido como, AVCHi – Mobile, o que permite a “economia” de espaço ocupado no seu celular ou tablet – com eficiência na compreensão.

Veja também:

Além dos codecs diferenciados, a Netflix ainda revela que cenas diferentes em filmes diferentes utilizam dados distintos. Por exemplo, uma cena de ação e com efeitos especiais, possui mais informação a ser processada do que uma cena de céu azul ou do que animações. Assim, houve uma melhoria da qualidade para os usuários (mesmo aqueles que possuem uma internet de baixa qualidade).

Nos downloads, o que ocorre é que os vídeos são cortados em pedaços de um a três minutos. Computadores, então, analisam a complexidade dessas partes separadamente e realizam a codificação para melhor atender sua complexidade visual. O resultado é visto no tamanho dos arquivos baixados, sem que a qualidade dos mesmos seja afetada.

Para conferir mais dados e gráficos a respeito da comparação entre os diferentes codecs, além da otimização de cada título, você pode acessar a página do blog da Netflix (em inglês).

Nem todos os arquivos contarão com uma queda significante em relação ao tamanho. Isto porque a Netflix também preza pela qualidade dos vídeos que serão baixados.

Mais sobre: Netflix2016 download memória
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter