Como bloquear um celular roubado ou perdido?

Perder ou ter o celular roubado, furtado é sinônimo de uma tremenda dor de cabeça, não é mesmo? Saiba como agir caso isso aconteça com você, de forma que o aparelho será inutilizado.

Por | @oficinadanet Segurança digital

Os celulares caíram no gosto dos brasileiros. Hoje em dia é muito difícil encontrar alguém que não possua um, ou até mais que um. A prova disto está no número de aparelhos em atividade no país: em dezembro de 2015 eram aproximadamente 257,8 milhões, o que representa mais de um por habitante.

A adoração por estes aparelhos portáteis não é à toa. Cada vez mais eles ganham novas funcionalidades que se distanciam das funções de apenas ligar, enviar SMS e de despertador, destaques de quando ganharam o mercado. Hoje em dia, com o avanço das tecnologias, os smartphones possuem conexão com a internet, câmeras capazes de tirar fotos em alta resolução, além dos mais diversos aplicativos que estão aí para facilitar as nossas vidas. Não apenas para realizar ligações, os celulares são utilizados como parte da rotina das pessoas, sendo que seu uso é feito tanto para trabalho e gerenciamento da agenda, quanto para o lazer, com acesso as redes sociais e jogos.

Como bloquear um celular roubado ou perdido?

Diante de tantas funcionalidades, muitos destes telefones apresentam um preço salgado e despertam além do desejo dos consumidores, a cobiça dos criminosos. Só no Rio Grande do Sul, segundo dados da Polícia Civil, os roubos de aparelhos cresceram 128% em um período de cinco anos (de janeiro a agosto de 2015 foram 3.068 contra 1.346 no mesmo período em 2010). Mas este número pode ser ainda maior, visto que nem todos que têm o celular roubado ou furtado realizam um Boletim de Ocorrência (o que é de extrema importância).

Nós sabemos que perder o celular ou ter ele roubado ou furtado não é nada agradável, sendo que além da perda em dinheiro, muitos dados pessoais, como fotos, senhas e dados bancários podem estar armazenados no local e aí é uma tremenda dor de cabeça se este conteúdo cair em mãos erradas. Mas, se acontecer de você ter seu smartphone roubado, furtado ou até mesmo de você perde-lo, saiba que é possível inutilizar o aparelho, realizando o bloqueio do IMEI e do chip.

Para quem não sabe, IMEI é a sigla de International Mobile Equipment Identity (Identificação Internacional de Equipamento Móvel). Ele é um código único que serve como identificação do seu telefone, como se fosse o chassi de um automóvel. Com o IMEI bloqueado, a pessoa que tiver com o seu celular não poderá utilizar os serviços de operadora como fazer ligações e acessar a internet. Isto complica e muito o uso, a venda ou a troca do aparelho.

Veja também:

O IMEI pode ser encontrado na caixa do telefone, na nota fiscal de compra do aparelho, na etiqueta colada no espaço de encaixe da bateria (basta remove-la para encontrar o número) ou ainda digitando no teclado do celular *#06#. Anote e guarde o número do IMEI em um local seguro, para que se caso você precise bloquea-lo já tenha tudo em mãos.

Como bloquear um celular roubado ou perdido?

Solicitar o bloqueio do chip/linha telefônica também é importante para evitar de receber cobranças indevidas e até como garantia de que seu número não será utilizado em operações ilícitas. Mas, de nada adianta apenas bloquear o chip, porque a tecnologia GSM, implantada por todas as operadoras do país, facilitou aos consumidores na hora de escolher uma provedora de serviços para celulares, mas também abriu caminho aos ladrões, já que é só trocar de chip e pronto, o aparelho voltará a funcionar. Com o bloqueio do IMEI isto não acontece, o telefone ficará impedido de operar qualquer funcionalidade. Em seu visor aparecerá uma mensagem de “aparelho bloqueado” com a logomarca da fabricante, impossibilitando o acesso a seus dados.

Confira então o que deve ser feito.

1º passo: Boletim de Ocorrência (BO)

A primeira coisa a ser feita ao ter um celular roubado, furtado ou ao perder o aparelho é realizar um Boletim de Ocorrência (BO), junto a Delegacia de Polícia mais próxima. O registro é importante, porque além de geralmente ele ser necessário para o bloqueio do IMEI, também auxilia a Polícia a saber quantos celulares foram roubados e atuar em iniciativas de combate a este tipo de crime. Em algumas delegacias é possível fazer esse tipo de registro pela internet, mas só se você não tiver sido vítima de roubo. É considerado roubo quando o objeto foi levado mediante ameaça ou violência. Ele também é importante para comprovar que o aparelho não estava com você, caso tenha sido utilizado em atividades ilícitas.

2º passo: Entre em contato com a Operadora

Com o BO em mãos e o número do seu IMEI, entre em contato com a central de atendimento de sua operadora e solicite o bloqueio do chip/linha telefônica e do IMEI. Em alguns casos o atendente irá solicitar uma cópia do BO por fax ou por e-mail e assim que você enviar, o bloqueio será concluído. Pronto.

Caso o aparelho seja recuperado, é possível solicitar o desbloqueio à mesma operadora que realizou o bloqueio. Neste procedimento você deve comprovar a propriedade do celular.

Ferramentas

Além destas dicas que valem para todos os tipos de aparelho, de qualquer operadora e com qualquer sistema operacional, os sistemas Android, iOS e Windows possuem ferramentas próprias para rastrear o celular em caso de perda ou roubo, além de apresentar outras funcionalidades como bloquear o aparelho e apagar dados que nele se encontram.

Android

Os usuários Android podem entrar no site disponibilizado pelo Google, para tentar rastrear o aparelho, contudo a localização do dispositivo é aproximada e não exata, o que torna as coisas um pouco mais complicadas. Além disso só será possível rastrear o aparelho se o mesmo estiver conectado à internet. Após acessar o site, role a página até "Atividade Recente" e clique em "Dispositivos". O serviço mostrará todos os seus dispositivos conectados na conta do Google e nesta página haverá a opção "Localize seus dispositivos Android com o Gerenciador de Dispositivos Android", onde você deverá clicar. Em seguida será exibida a localização mais recente de seu smartphone.

Como bloquear um celular roubado ou perdido?

Neste mesmo local existem ainda outras opções, com foco na segurança pessoal, como “Apagar” e “Bloquear”, que é capaz de remover todas as informações pessoais do aparelho. Com isso, quem roubou o celular não terá acesso aos seus dados pessoais e não poderá usa-lo de forma inadequada. Aos desatentos que costumam perder o aparelho por casa, trabalho, o site também oferece a opção “Tocar”. Com isso, o aparelho irá emitir o toque em volume máximo por 5 minutos ou até que seja localizado e silenciado.

iOS

Quem é usuário de iPhone pode contar com o recurso Buscar Meu iPhone. Assim como no caso do Android, o dispositivo só poderá ser rastreado se estiver conectado à internet. Mas a funcionalidade apresenta outras funções muito úteis, que diminuem os prejuízos no caso de roubo, furto ou perda. No site é possível ativar o "Modo Perdido", assim, o celular é bloqueado e emite uma mensagem para que quem encontrá-lo entre em contato com o dono. Também é possível utilizar o recurso “Apagar iPhone”, que remove todas as informações armazenadas no aparelho e impede que sejam usadas. Vale lembrar que a alternativa só deve ser usada quando há certeza que não irá mais recuperar o aparelho, como em caso de roubo. O aparelho ficará inutilizável. Assim como acontece no Android, no site disponibilizado pela Apple é possível “Reproduzir Som”, que faz com que um alarme soe e o usuário possa encontrar o iPhone a partir do barulho emitido.

Como bloquear um celular roubado ou perdido?

Windows Phone

Quem perder ou tiver o seu aparelho Windows Phone roubado ou furtado também pode contar com a funcionalidade de rastreamento do smartphone. Através do site é possível localizar, bloquear e ainda apagar as informações do celular. A localização do Windows Phone é feita através do Mapa de Localização.

Se o aparelho for bloqueado as informações de localização não serão mais exibidas, nele só constará que ele está sendo procurado. Se não houver mais chances do smartphone ser recuperado o usuário poderá remover todas as informações contidas no dispositivo. Contudo, com isso ele ficará inutilizável.

E você, gostou das dicas? Já teve algum aparelho perdido ou roubado? Como procedeu na situação? Conte para gente nos comentários!

Mais sobre: Celulares roubo bloqueio
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo