App do banco: A agência em suas mãos

Atividades de aplicativos de bancos têm ficado mais comuns que operações diretamente nas agências.

Por | @oficinadanet Smartphones

No mundo da facilidade dos aplicativos, é claro que os bancos não iriam perder esse espaço a fim de manter e até mesmo conquistar novos clientes. Já é possível perceber a força da tecnologia dos aplicativos em alguns comerciais que ressaltam que o banco está presente com eficiência no ambiente digital. Siga o tópico sobre APPs aqui no Oficina da Net.

De acordo com o levantamento do G1, o maior número de transações é realizado diretamente dos aplicativos, sendo liderado pelo serviço de internet banking (pagamento de contas, transferências, entre outros), seguidas por mobile banking (transações, extratos, saldos etc) e o sistema de caixas eletrônicos.

App do banco: A agência em suas mãos
Exemplo: operações do app do Banco do Brasil

Leia também:

A facilidade de evitar o deslocamento para a as agências e as filas além da rapidez da internet é o que tem feito com que o número de transações feitas diretamente dos apps crescesse tanto. Além disso, os aplicativos também aumentaram a relação dos clientes com o banco, já que facilitaram na questão de poder estar conferindo com mais frequência e facilidade o extrato bancário e a realização de outras transações.

Dentro dos bancos que possuem aplicativos, o número de clientes que já baixaram varia dos 4 a 13 milhões. A porcentagem de realização de tarefas pelos mesmos varia entre 10 a 38%. No Banco do Brasil e Bradesco, por exemplo, as transações via aplicativo já se representam como principal canal, mas os outros bancos já estão seguindo o mesmo caminho.

A tabela abaixo informa detalhadamente o número de clientes presentes no ambiente digital do banco e a porcentagem de atividades realizadas através deste meio:

App do banco: A agência em suas mãos
Fonte: Federação Brasileira de Bancos (Febraban) Site: G1

Com o aumento de transações via celular, outras tecnologias já estão sendo testadas para aumentar a quantidade de operações dentro do aplicativo, como por exemplo, a captura de cheques diretamente da câmera do celular do banco Bradesco que evitará a ida ao banco para descontar o mesmo. Outro lado positivo de não precisar se deslocar, é que o envio do documento irá acelerar a aprovação do financiamento.

App do banco: A agência em suas mãos
Leitor de cheques do banco Bradesco

Sem dúvidas, desde que os bancos chegaram aos apps, muitas pessoas estão poupando tempo e também o estresse de esperar nas filas. O lado bom é que cada vez mais serão criadas estratégias que facilitem as operações via celular pensando também na segurança do cliente para que suas informações bancárias não fiquem vulneráveis a qualquer tipo de ameaça.

É claro que é preciso antes de tudo, levar em consideração a sua segurança, certificar de que está usando o app oficial do banco que é mais garantido que fazer um acesso direto através do navegador, desconectar-se assim que terminar as atividades e sempre acessar redes de wi-fi de sua confiança. Baixar um antivírus é outra boa dica para maior segurança.

E você, com que frequência acessa o seu banco pelo app? Confia totalmente na segurança dele ou prefere realizar algumas transações diretamente na agência?

Mais sobre: Apps, mobile, appsdebancos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar