Scott Kelly anuncia sua aposentadoria da NASA

Recentemente, o astronauta chegou de uma missão de 340 dias na Estação Espacial Internacional (ISS). O objetivo era testar a resistência humana.

Por | @RafaelaPozzebon Ciência

O astronauta Scott  Kelly foi o primeiro a passar um ano no espaço. Ele já possui 20 anos de carreira e integrou quatro missões. Após todo esse período de trabalho, Scott anunciou a sua aposentaria.

"Este ano no espaço foi um enorme desafio para todos os envolvidos, e me deu uma perspectiva única e tempo para refletir sobre o que deve ser meu próximo passo em nossa missão para melhorar as nossas capacidades no espaço e na Terra", disse Scott através de comunicado.

Scott Kelly anuncia sua aposentadoria da NASA

Leia também:

Recentemente, o astronauta chegou de uma missão de 340 dias na Estação Espacial Internacional (ISS). O objetivo era testar a resistência humana e ainda descobrir se era mesmo seguro enviar pessoas a Marte. Mesmo aposentando, ele continuará colaborando com o projeto.

O retorno

Após uma semana de volta à Terra, Kelly relatou que sentia muitas dores pelos corpo, que não consegui dizer nem o local onde doía mais. "Estou surpreendido pela diferença entre como me sinto agora, fisicamente, em comparação com a primeira missão em que estive", disse.

"Desta vez, assim que saí da cápsula (no Cazaquistão) me senti melhor do que na primeira vez", disse. Mas, após uma pausa, contou que em algum momento começou a sentir um nível de dor muscular "muito maior do que da outra vez".

O astronauta, desta vez, sentiu hipersensibilidade na pelo. Conforme Scott, o fato aconteceu em razão de ele não ter encostado em nada significativo durante muito tempo.  "É um sensação de ardência sempre que sento, deito ou ando", contou.

Scott tem um irmão gêmeo, que ficou na Terra durante a sua missão. Os cientistas querem comparar os efeitos sobre o corpo de Scott levando também em consideração o seu irmão. Uma das primeiras mudanças constatadas foi o aumento na altura do astronauta, sendo que superou o seu irmão. "A gravidade se encarregou de colocá-lo no lugar dele", brincou.

Mais sobre: nasa, astrounata, marte
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários
Continue lendo