Oficina da Net Logo

2015 foi o ano mais quente em 136 anos, afirma Nasa

O ano passado registrou 0,13 grau centígrado mais quente que 2014, ano que tinha o recorde de maiores temperaturas, segundo a Nasa.

Por | @oficinadanet Ciência Pular para comentários

De acordo com um relatório anual divulgado pela Nasa e a Administração de oceanos e atmosfera dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês), a temperatura média do planeta em 2015 foi a mais alta em 136 anos, desde que os registros climáticos começaram a serem feitos.

A temperatura da superfície da Terra e oceânica ficou 0,9 graus centígrados acima da média registrada durante o século XX, que era de 13,9 graus centígrados, conforme os dados.

Calor? Nasa afirma que 2015 foi ano com temperatura média mais elevada.
Calor? Nasa afirma que 2015 foi  oano com temperatura média mais elevada.

Leia também: Leia em destaque: Smoot, a piada que virou uma medida do Google.

O ano passado registrou 0,13 grau centígrado mais quente que 2014, ano que tinha o recorde de maiores temperaturas, segundo a Nasa.

Os cientistas relataram que desde 1880, quando os primeiros registros de temperatura foram realizados, nunca haviam sido alcançadas temperaturas tão altas quanto as atuais.

Em 2015, a temperatura dos oceanos alcançou índice jamais visto, chegando a 0,74 graus acima da média do século. Assim sendo, superou o recorde de 2014, 1988 e 2003.

A temperatura média da superfície terrestre também ficou acima da média, com 1,33 grau centígrado acima do registrado no século XX.

A América central foi o ponto mais afetado, além do norte da América do Sul, partes do norte, sul e leste da Europa,  o oeste da Ásia, várias regiões da Sibéria, e ainda outras do leste e do sul da África.

O Pacífico equatorial, bem como grande parte do oeste do Atlântico Norte, e grande parte do Oceano Índico e partes do Oceano Ártico também foram afetadas.

A NOAA aponta que, desde 1997, o primeiro ano após 1880 a ter um aumento tão significativo nas temperaturas do planeta. Sendo que 16 dos 18 anos seguintes foram os mais quentes.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #nasa  #terra  #temperaturas  #planeta
Comentários
Carregar comentários