Somente em 2015, bancos perderam R$ 1,8 bilhão em golpes

O risco de fraudes bancárias aumenta consideravelmente através do uso de smartphones para realizar transações.

Somente em 2015, bancos perderam R$ 1,8 bilhão em golpes

 O uso de aplicativos em smartphones já virou rotina entre os clientes de bancos no Brasil. O número é tão expressivo que 58% das transações bancárias que ocorreram no Brasil no primeiro trimestre do ano foram feitas através de tais recursos, disse a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos).

Porém, juntamente com a facilidade e também comodidade desse tipo de transação o risco de fraudes bancárias aumenta consideravelmente. Prova disso é que somente em 2015, os bancos registraram perdas de R$ 1,8 bilhão em fraudes eletrônicas.

Assim, quando o correntista realiza um pagamento ou mesmo uma transação via internet, pode ocorrer a interceptação das informações, e o problema só é percebido, em muitos casos, ao ser verificado o extrato. Após o problema ser reportado ao banco, é a instituição que precisa arcar com o prejuízo. Os bancos, por sua vez, dificilmente conseguem reaver o valor em questão.

"Entre os ataques mais comuns que os nossos clientes sofrem, estão as fraudes pela internet e a clonagem de cartões. Hoje perdemos mais com fraudes do que com clonagem, mas isso varia", afirma Carlos Renato Bonetti, gerente-geral da unidade de risco operacional do Banco do Brasil.

Os criminosos utilizam vários meios para cometer crimes através da internet. Eles, inclusive, criam até páginas falsas, idênticas às originais, para que mais pessoas possam cair no golpe.  "Por mais que os bancos invistam em segurança, ainda há pessoas que caem nesse golpe", diz André Carrareto, especialista da Symantec no Brasil.

 "O Brasil é um dos países que mais produzem malware em todo mundo", diz o analista da Kaspersky, Fábio Assolini.

De acordo com a Febraban, os bancos, no último ano, investiram R$ 2 bilhões em segurança. O Banco do Brasil teve o seu valor usado no desenvolvimento de softwares próprios para o monitoramento de ataques a clientes. 

POCO M3: Celular de 6000mAh por apenas R$1200, vale a pena? - Review/análise

Mais um smartphone baratinho passa aqui pela redação do Oficina da Net. O Poco M3, da Xiaomi, é uma boa opção para quem quer um aparelho de baixo custo e ótimo benefício. Vale a pena comprar? Confira o review desse smartphone com incríveis 6000mAh de bateria, conjunto triplo de câmeras na traseira e um design lindíssimo.

Comentários

Conteúdo relacionado

Xiaomi Poco M3 review: Bateria de 6000mAh por apenas R$1200 - Vale a pena?
Smartphones

Xiaomi Poco M3 review: Bateria de 6000mAh por apenas R$1200 - Vale a pena?

Mais um smartphone baratinho passa aqui pela redação do Oficina da Net. O Poco M3 é uma boa opção para quem quer um aparelho de baixo custo e ótimo benefício. Vale a pena comprar?

Suporte magnético danifica o smartphone? Saiba porquê esse equipamento é mais vantajoso que a versão comum
Tecnologia

Suporte magnético danifica o smartphone? Saiba porquê esse equipamento é mais vantajoso que a versão comum

O suporte veícular magnético para smartphones está se popularizando, porém ainda há vários mitos sobre a utilização desse equipamento. Veja se é seguro utilizar em seu celular!

Positivo Casa Inteligente amplia portfólio
Tecnologia

Positivo Casa Inteligente amplia portfólio

Smart Câmera Bot 360° Wi-Fi e Smart Lâmpada Retrô Wi-Fi são simples de instalar, têm excelente custo-benefício e podem ser controladas remotamente a partir de qualquer smartphone com o aplicativo gratuito da Positivo Casa Inteligente.

10 dicas para economizar bateria em seu smartphone Android
Tecnologia

10 dicas para economizar bateria em seu smartphone Android

Se você possui um smartphone Android e tem percebido que a bateria não está durando muito tempo, confira algumas dicas importantes para melhorar a autonomia.

Waze permite agora que usuário compartilhe rotas do PC para seu smartphone
Tecnologia

Waze permite agora que usuário compartilhe rotas do PC para seu smartphone

Waze ganha nova funcionalidade permitindo que o usuário compartilhe as rotas feitas no PC com seu smartphone. Confira como irá funcionar!

Como abrir documentos do Microsoft Excel sem o Excel
Tecnologia

Como abrir documentos do Microsoft Excel sem o Excel

Confira como abrir documentos do Microsoft Excel sem instalar o Excel em seu computador ou smartphone. Há diversas formas para abrir arquivos xls e xlsx sem utilizar o programa do pacote Microsoft Office!

Como abrir documentos do Microsoft Word sem o Word
Tecnologia

Como abrir documentos do Microsoft Word sem o Word

Confira como abrir documentos do Microsoft Word sem instalar o Word em seu computador ou smartphone. Há diversas formas para abrir arquivos doc e docx sem utilizar o programa do pacote Microsoft Office!

Que tal gravar vídeos em 4K e até 8K sem ocupar muito espaço em seu smartphone?
Tecnologia

Que tal gravar vídeos em 4K e até 8K sem ocupar muito espaço em seu smartphone?

Samsung, Huawei e Qualcomm unem forças para promover um novo codec que ajudará os vídeos gravados no celular a ocupar menos espaço.

Armazenamento UFS, você precisa disso em seu smartphone!
Tecnologia

Armazenamento UFS, você precisa disso em seu smartphone!

Entenda de uma vez por todas! Armazenamento interno do seu smartphone é como um HD em seu computador. A memória UFS está para um SSD assim como a memória eMMC está para um HDD. Ou seja, com a memória UFS tudo fica mais rápido em seu smartphone.