Estação para táxis espaciais dos EUA está sendo preparada

Os locais de pouso para dois táxis comerciais espaciais começaram a ser ajustados neste sábado por dois astronautas norte-americanos que se encontram na Estação Espacial.

Por | @oficinadanet Ciência

Neste sábado, o comandante da Estação Espacial, Barry Wilmore e o engenheiro aeronauta Terry Virts iniciaram a caminhada espacial de 6 horas e meia, que será a primeira de três outras saídas, que acontecerão durante os 8 dias seguintes. A tarefa dos dois é preparar os locais que atracarão o voo das novas naves da Boeing e da Space Exploration Technologias. Desde 2011, quando aposentou o seu ônibus espacial, os Estados Unidos dependem da Rússia para o transporte de sua tripulação. A estação espacial, que nasceu do esforço conjunto de 15 nações, voa a cerca de 418 quilômetros acima da terra e custou cerca de 100 bilhões de dólares.

Estação para táxis espaciais dos EUA está sendo preparada

Leia também:

De acordo com a NASA não deve haver testes aéreos para novos transportes de tripulação até o final de 2016, mas até lá a estação deve estar preparada para receber esses novos veículos, e para isso deve ser profundamente transformada.

O trabalho dos dois astronautas é instalar seis cabos no módulo Harmony, da estação; local onde os antigos ônibus espaciais costumavam ancorar. Nesta quarta-feira, dia 25 de fevereiro e no domingo, 1º de março acontecerão dois novos passeios no espaço e a previsão é que ao final da missão, 233 metros de novos cabos estarão instalados, além de um novo sistema de comunicação, que dará suporte às capsulas atualizadas da Space Exploration Technologias e ao CST-100 da Boeing.

Estação para táxis espaciais dos EUA está sendo preparada

Segundo Kenneth Todd, que administra as operações da estação, esta é uma tentativa real de levar a estação para o próximo level.

Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar