Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Ano novo, novas tecnologias, e o que será que 2015 vai nos trazer de inovação? Confira nessa nossa previsão para o futuro.

Por | @Evilmaax Tecnologia

A cada ano que passa mais e mais tecnologias que nem sonhávamos inundam nossa casa e lotam as prateleiras das lojas. Hoje, é difícil prever algo para mais do que 3 ou 4 anos de distância, já que nesse curto espaço de tempo, é impossível saber quais serão as próximas jogadas da tecnologia e as novas revoluções, daquelas que tem o poder de mudar tudo do dia para a noite e embaralhar novamente o tabuleiro.

Mesmo contra todas as possibilidades de acerto, vamos tentar montar uma lista com os possíveis grandes lançamentos tecnológicos de 2015 e aqueles produtos que vão melhorar nosso dia a dia. Vamos lá.

Celular com telas dobráveis

Esqueça as telas que se quebram e trincam facilmente, pois embora alguns protótipos de Tv’s e smartphones já utilizem essa tecnologia, a LG e a Samsung apostam que neste ano versões comerciais dos aparelhos com as telas maleáveis estarão disponíveis no comércio. Lee Chang-hoon, vice-presidente da equipe de negócios estratégicos da Samsung, disse que sua marca irá produzir entre 30 a 40 mil telas flexíveis até o final de 2015.

Embora estas companhias sejam as líderes em pesquisa e em protótipos, a Kyocera também apresentou seu protótipo de tela flexível no final do ano passado, o Kyocera Proteus.

O protótipo da Kyocera é inovador e permite uma “dobra” para ambos os lados de tal modo que ele pode ser utilizado como um smartwatch, utilizado em algo cilíndrico, etc. Bom, este Kyocera pode demorar um pouco mais, mas acredite, um smartphone um pouco menos flexível poderá estar em suas mãos até o final do ano.

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Smartwatch

E por falar em smartwatch, 2015 tem boas notícias para quem pretende imergir neste mundo. Embora muitos modelos já tenham sido lançados e disponíveis no mercado, os gadgets ainda não se popularizam, mas pelo menos por enquanto...Em 2015, ao que tudo indica, será o ano dos relógios inteligentes.

Os maiores nomes do ano serão sem dúvidas o Sony Smartwatch 3 e o Apple. Ahh, e a Samsung não fica pra trás, ela disse que contará com 5 modelos disponíveis à venda neste ano.

11668 O primeiro foi anunciado recentemente. Ele possui certificação de resistência IP68 (a prova d’água), conector micro USB para carregamento, tela TFT LCD de 1,6 polegadas com resolução de 320×320 pixels, processador de quatro núcleos 1,2GHz ARM Cortex A7, 512MB de memória RAM, 4GB de armazenamento interno, NFC e uma bateria de 420mAh. Seu corpo ainda é todo em metal. O lançamento mundial será no mês que vem.

Já o tão aguardado relógio da Apple chega com características inferiores as da Sony. O relógio, por exemplo, vem com o inédito Apple S1 como chip, 256 mb de ram, 2 ou 4gb de memória interna, compatibilidade com os iPhones (a partir da quinta versão), resolução de 272x340 ou 312x390 pixels, NFC, bluetooth, Wi-Fi e tela de cristal de safira. O que o “salva” é uma característica clássica da empresa de Steve Jobs, o design. O relógio terá três coleções, dois tamanhos diferentes (38 mm e 42 mm) e 34 modelos individuais. Funcionalidades como tela touchscreen sensível à pressão que pode, coroa digital e até carregamento por meio de carga indutiva, usando um cabo similar ao MegSafe dos MacBooks. O lançamento está previsto para a primavera americana (20 de Março e termina a 21 de Junho).

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Virtuix Omni

Este é realmente sensacional e vai revolucionar o modo como jogamos videogames. Após uma campanha bem sucedida no Kickstarter, o projeto Omni leva o jogador a um novo nível de interação com os jogos. A plataforma utiliza uma plataforma escorregadia, onde o jogador poderá correr, caminhar, pular, abaixar-se, etc. (tudo com um tênis especial) o personagem fará o mesmo no game.

Para a imersão total o jogador deverá utilizar um simulador de realidade virtual, como o óculos Rift. A pré-venda já está aberta e o kit completo (sem óculos) sai por cerca de U$$1.200 no site oficial da marca. Quem comprar vai receber a partir até o meio do ano. Não tenho muito o que falar, só olhar os vídeos abaixo e suspirar. Confira:

Realidade virtual

Os óculos de realidade virtual estarão disponíveis neste ano. O mais famoso deles, os óculos Rift (citados anteriormente no kit do Omni) também começou no Kickstarter (onde arrecadou mais de 2 milhões de dólares dos 91 milhões captados para produção o protótipo e das primeiras unidades).

Os óculos contam com um sensor de movimentos e uma tela LCD como visor, com resolução de 1080p, e serve para rodar jogos de Android e PC. Hoje o Rift foi comprado pelo Facebook pela bagatela de 2 bilhões de dólares que desenvolve outros óculos de realidade virtual, como o Oculos. Abaixo veja uma demonstração do produto em ação.

Xiaomi

Este ano será um bom ano para os amantes de smartphones no brasil, pois a Xiaomi, a gigante chinesa, de apenas 4 anos, detentora de telefones top de linha que ficam, inclusive, acima dos iPhone 6 e Galaxy S5 nos testes de benchmarks e que apresentam baixo custo se comparados aos concorrentes já ameaça o reinado da Apple e Samsung.

O primeiro smartphone da marca homologado pela Anatel no brasil foi Redmi Note 4G. Com Android 4.4 KitKat, tela IPS de 5,5 polegadas e resolução de 1280x720 pixels, 8GB de armazenamento, 2GB de RAM e processador Snapdragon com quatro núcleos de 1,6 GHz. Ele ainda possui conectividade Wi-Fi 802.11 e Bluetooh 4.0 LE (os mesmos dos novos iPhones), câmera principal de 13 megapixels e câmera frontal de 5 MP.

Os preços por aqui ainda não foram revelados, mas são vendidos na China por 999 yuans (cerca de R$ 370 sem impostos). 

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Vestíveis

Segundo a consultoria IDC, os wearables irão revolucionar seus próprios conceitos em termos de inovação. A Samsung, por sua vez, prevê que eles vão dominar o mercado, e com isso as novidades não param de chegar. Na CES 2015 eles brilharam. A Intel, por exemplo, revelou sua nova geração de chips para os produtos “vestíveis”, como relógios, óculos, pulseiras inteligentes, etc.

O minúsculo Curie conta com Bluetooth de baixo gasto de bateria, acelerômetro e giroscópio o que torna, ao menos na teoria, qualquer coisa ou peça do vestuário, um gadget vestível. O chip já estará disponível no segundo semestre deste ano.

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Impressoras 3D

Estas já não são novidades, muito pelo contrário, elas estão cada vez mais presentes nas casas das pessoas. Sim, a cada dia que passa as impressoras 3D se tornam mais baratas e deixam os escritórios, universidades, laboratórios e empresas para começar a imprimir coisas cotidianas na sala das casas das pessoas. Hoje elas já podem ser compradas no Brasil por pouco mais de R$ 4 mil reais.

Uma faca, uma pecinha do Lego que foi perdida, uma tampinha para o compartimento das pilhas do controle remoto que quebrou (ela sempre quebra), chocolates, etc. SIM, chocolates, pois na CES desse ano foi apresentada uma incrível impressora 3D que printa moldes feitos do mais puro e delicioso chocolate. Gostou? Ela estará disponível no segundo semestre do ano. Confira ela em ação no vídeo abaixo:

Internet das coisas

Essa talvez seja a tendência de 2015. Consultorias como a Gartner e também a IDC apontam a Internet das Coisas como uma das tendências, senão “a” deste ano. Com a Internet das Coisas, tudo, absolutamente tudo poderá ser informatizado, desde as já “comuns” geladeiras, até a mesa de centro da sua sala que se aproxima ou se afasta dependendo do que você estiver fazendo, por exemplo.

Após conectarmos todos os computadores em uma rede mundial, após tornarmos as redes sociais uma extensão de suas vidas, 2015 marcará a história da tecnologia como o ano em que as máquinas começaram a conversar e interagir entre si. Serão máquinas falando com máquinas para facilitar nossa vida. Será a sua porta da garagem informando ao ar condicionado que você chegou, avisando as luzes que estão na hora de elas acenderem, que a banheira já pode começar a encher e seu netflix já pode começar a carregar aquele episódio que você viu só até a metade, ontem.

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Pagamento pelo celular

Mais uma nova “novidade velha” mas que promete bombar em 2015: Os pagamentos por dispositivos móveis. A principal responsável por isso será a Apple, que em outubro do ano passado pôs em operação o Apple Pay, seu sistema que permite ao usuário pagar suas contas apenas com a aproximação do celular ao terminal de pagamento. Após o lançamento da plataforma, em apenas 72 horas, mais de um milhão de cartões de crédito já haviam sido registrados e habilitados para usar a funcionalidade, e isso só nos EUA.

Do outro lado da disputa a Samsung já anunciou que está finalizando um rival para o Apple Pay e que em breve estará disponível. Até mesmo o Walmart entrou na briga. Ele lidera um consórcio de varejistas norte-americanos que irá disponibilizar um app para seus clientes que desejarem agilizar o pagamento das compras.

Previsões tecnológicas para o ano de 2015

Forbes

Mas não fomos só nós do Oficina que resolvemos prever o futuro, o pessoal da revista Forbes (através das informações da consultoria IDC) também fez suas previsões. De forma mais geral, sem apostar em modelos, produtos e marcas eles estimam dados e valores para o ano de 2015 focando na “terceira plataforma”, ou seja, Big Data, Cloud, Redes Sociais e Analytics, que corresponderão a um terço dos gastos globais em TI.

E os gastos com TI não serão pequenos. Eles devem chegar na marca de US$ 3,8 trilhões, o que representa um crescimento de 3,8% no setor; no ramo das telecomunicações a publicação destaca o crescimento do padrão wireless, crescimento esse que deve girar na casa dos 13%, a Internet das Coisas continuará a crescer de forma espantosa (como dissemos acima), com gastos que devem ultrapassar US$ 1.7 trilhões, um aumento de 14% no total se comparado ao ano que passou, quanto aos data center, eles estão passando por mudanças que devem, em breve, talvez ainda esse ano, resultar em uma explosão de inovações de hardware, consolidação entre os servidores, armazenamento, software e fornecedores de rede, etc. As apostas em outros ramos são mais modestas, como a Cloud Computing, na qual os gastos somarão U$$ 118 bilhões e o Big Data, US$ 125 bilhões.

Leia também:

As apostas da revista vão mais além, quanto aos dispositivos móveis, eles continuarão sendo os preferidos dos consumidores. A venda de smartphones, cameraphone, phablets e tablets deverá atingir US$ 484 bilhões, o que corresponde a 40% de todo o crescimento (e não o total) de gastos com TI. Outro mercado que será aquecido em 2015 será também o mercado de criação de aplicações para o ramo empresarial, que irá dobrar. Diferente, no entanto, será o ramo dos aplicativos para celulares irá sofrer um desaquecimento.

Por fim, a publicação fala sobre novos acordos entre Facebook e Microsoft ou IBM e Amazon para expandir as áreas de alcance das gigantes da tecnologia. A China terá grande influência no mercado de TI e telecomunicações neste novo ano, correspondendo a nada mais nada menos do que um terço de todas as compras de smartphone no mundo, 43% do crescimento da indústria, além de representar mais ou menos um terço de todos os compradores online. Além disso, o faminto mercado interno chinês consumirá como nunca a cloud e comércio de eletrônicos.

E aí, concorda? Acha que faltou alguma coisa? Diga-nos aqui nos comentários, logo abaixo.

Fontes: Forbes; ZDNET; The Verge

Mais sobre: Ciência
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários