Yahoo será o novo mecanismo de buscas da Mozilla

Anos de parceria entre Google e Mozilla não garantem a união.

Por | @oficinadanet Tecnologia

A Mozilla, ao longo dos últimos 10 anos, teve o Google como grande parceira, já que era o mecanismo padrão do Firefox. Porém, a união chegou ao fim, e a Mozilla optou pelo Yahoo para ocupar o lugar do Google.

A relação das duas gigantes já estava estremecida há algum tempo, já que o foco principal do Google é  a venda de propagandas, algo que a Mozilla é totalmente contra.

“Nosso foco tem sido construir produtos que direcionar à competição, energia e inovação que nós todos nós precisamos para manter a web aberta, em todos os lugares e independente”, afirmou Chris Beard, presidente-executivo da Mozilla, em nota publicada no blog da empresa.

“O Google tem sido a busca padrão do Firefox desde 2004. Nosso acordo deveria ser renovado neste ano, e nós tomamos isso como uma oportunidade de rever nossa estratégia competitiva e explorar opções”, continuou.

Agora, com a modificação, o Firefox, além de não contar mais com o Google como buscador de fábrica padrão, irá abandonar a estratégia de ter uma só ferramenta como padrão. O Yahoo, nos Estados Unidos, passa a ser o motor de busca padrão. Além disso, no país, haverá outras opções de pré-instalação, como o Google, Bing, DuckDuckGo, eBay, Amazon, Twitter e Wikipédia.

Já na Rússia, o buscador padrão passa ser o Yandex. Além de Google e DuckDuckGo, são alternativas no país os serviços OZON.ru, Price.ru e Mail.ru. Na China, além de Google e Bing, os usuários podem fazer pesquisas diretamente no Firefox em ferramentas como Youdao e Taobao.

No entanto, mesmo após deixar de ser o buscador padrão do Firefox, o Google ainda estará presente como ferramenta por trás de recursos de navegador, como a “Navegação Segura” e a “Geolocalização”.

A partir do próximo mês iniciarão as mudanças, a página de resultados do Yahoo no Firefox será totalmente remodelada, com visual mais atrativo e para 2015 está prevista a implantação de várias novidades.

Mais sobre: Firefox mozilla google
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo