Nova velocidade mínima de internet passa a valer

Seguindo o cronograma apresentado pela Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações – do plano que visa a moralizar o serviço prestados pelas operadoras, dia 1º de novembro entrou em vigor mais uma etapa.

Por | @Evilmaax Internet

A Anatel divulgou, nesta sexta-feira, 31 de outubro, os novos limites mínimos de velocidade contratada pelos assinantes na banda larga fixa ou móvel. Estes novos valores fazem parte da medida publicada em 2011 que tem o objetivo de aumentar, gradativamente e aos poucos (beeem aos poucos) a porcentagem mínima da velocidade contratada que é entregue ao assinante.

Segundo o cronograma, com a implementação desta nova etapa, desde sábado, as operadoras tem de garantir, em média, 80% da velocidade contratada e no mínimo 40% da velocidade na transmissão instantânea de dados de download e upload.

Por exemplo, se sua internet contratada é de 10 mb, sua operadora deverá lhe entregar mensalmente uma média de 8 mb e 4 mb de velocidade instantânea, isto é, aquela que você obtém ao utilizar um medidor de conexão online.

A etapa vigente até novembro deste mês obrigava as empresas a entregarem 70% da velocidade na taxa de transmissão média e 30% na taxa de transmissão instantânea. Na regra válida até novembro de 2012, os índices eram de 60% e 20%, respectivamente.

Para saber se a meta está sendo cumprida, os valores são acompanhados pela própria Anatel por meio de indicadores. No caso da internet fixa, os dados são coletados por dispositivos instalados em casas de voluntários que se cadastram pelo site Brasil Banda Larga. Já no caso da internet móvel, as medições são feitas em escolas contempladas pelo projeto Banda Larga nas Escolas Públicas Urbanas.

Leia também:

Ficou curioso em saber como anda a sua velocidade? A Anatel recomenda você fazer o teste neste site no seu desktop ou através do aplicativo Brasil Banda Larga para IOS e Android para internet móvel. Caso seu índice não esteja sendo alcançado, denúncias podem ser feitas através deste link diretamente à reguladora. Após feita a reclamação sua operadora terá 5 dias úteis para lhe ligar informando o que foi feito (geralmente demora bem menos); a Anatel também ligará para você para saber se você está satisfeito com a resposta e com as medidas da operadora.

As operadoras que desrespeitarem a nova norma estão sujeitas a multas, e acredite, várias já foram aplicadas, por exemplo, esta daqui.

O que achou? Acha que agora vai melhorar? Acha que sua operadora está cumprindo com a resolução? Comente aqui embaixo.

Mais sobre: Anatel
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.