Qual a melhor linguagem de programação?

Se você iniciou recentemente a graduação em alguma área ligada à tecnologia, seja ciências da computação, engenharia de software, de hardware, segurança da informação, etc. aposto que já se perguntou qual a melhor linguagem de programação, certo?

Por | @Evilmaax Programação

Até mesmo se você é um curioso inveterado, esse artigo irá lhe ser útil. Veremos qual a melhor linguagem para você que pretende programar para jogos, para desktop, para smartphones, para Web, qual a melhor linguagem para iniciantes e até mesmo, qual a melhor linguagem para o mercado, atualmente.

Bom, existem mais de 100 linguagens diferentes à disposição dos desenvolvedores de software e se você perguntar para 10 programadores qual a melhor, provavelmente obterá 10 respostas diferentes. Onde focar, então? Para começar, tenha em mente que não existe uma melhor linguagem de programação, e que, essa melhor linguagem, será na verdade aquela que você compreende a fundo e mais do que isso, aquela que melhor se aplica aos seus propósitos.

Mas e para você que está começando os estudos, que está em começo de carreira, há alguma em qual se focar? Eu sugeriria, por dois motivos, que você esquecesse essa história de melhor linguagem por enquanto e que não pensasse em ser bom em apenas uma, não aprender somente uma, por melhor que você possa se tornar nela. Primeiramente pelo fato de que quem está começando não pode se dar ao luxo de escolher em qual linguagem programar e tem de se adaptar àquela a qual o contratante quer, certo? Segundo: Nem mesmo o melhor programador em Java do mundo será um excelente programador, sabe por quê? Simplesmente pelo dato de que se ele só souber programar em Java, não terá as ferramentas para programar algo que seria mais bem elaborado em C#, por exemplo.

A dica de especialistas é aprender 1 linguagem nova por ano e estar em constante aperfeiçoamento. Mas então, como fazer, você que está começando?

Linguagens para iniciantes

Sem dúvidas a melhor "linguagem" para quem está no início da programação é o VisualG. Com este programinha, leve e gratuito (1mb), você será capaz de assimilar os principais comandos da linguagem dos algoritmos, como por exemplo: "Se então", "E", "Ou", "Repita até", "Faça para", etc. até coisas mais complicadas, como matrizes e vetores. E depois de escrever sua aplicação, com o VisualG será possível testar, também. Completo.

Além do programinha ser gratuito, temos outra grande qualidade: Ele foi feito por um brasileiro, Claudio Morgado de Souza, e está totalmente em português. E não somente os comandos, mas também a ajuda, variáveis, palavras-chave, etc. Para quem quer começar, o YouTube é uma boa pedida, vários tutoriais e cursos disponíveis.

Abaixo, veja, por exemplo, a aula inicial de um dos cursos para Visual G disponíveis na plataforma de vídeos do Google. Somente na primeira página de busca do YT, encontramos 3 cursos feitos totalmente por brasileiros, em português e de fácil entendimento e assimilação.

Para baixar o VisualG, clique aqui.

Melhor linguagem para programação de jogos

Você tem o sonho de ganhar dinheiro para criar jogos de alta performance? Então certamente terá de se especializar em C++. Quer exemplos? Diablo, Warcraft, Doom III, Civilization, Battlefield, etc. Jogos assim precisam de um controle fino sobre hardware, memória, etc. E a linguagem C++ oferece essa proximidade com o hardware, o que a torna padrão de mercado. A própria EA Games utiliza essa linguagem como principal linguagem de programação entre seus funcionários.

Mas programar games não é tão fácil. Programar em C++ é apenas o começo, você precisará também aprender matemática, API para gráficos (como DirectX), frameworks para o desenvolvimento de games (como XNA e SDL), aprender a utilizar programas de modelação 3D e muito mais.

Para você ter noção de que C++ é realmente a linguagem mais utilizada no segmento, saiba que existem poucos cursos superiores de criação de jogos no Brasil, como o da Unisinos, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, RS eo da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo (nos comentários deste post a glaera estaá contribuindo com uma listinha de universidades que oferecem a graduação. Confere lá, caso esse seja seu sonho). Bom, na Unisinos. por exemplo, a única linguagem estudada especificamente é C++, que é abordada em 2 disciplinas: Algoritmos e Programação em C++, e, Algoritmos e Estruturas de Dados em C++.

Além disso, a linguagem é uma das mais usadas pelos programadores, em todos os tipos situações e não somente para games. Para ler um artigo do Oficina sobre isso clique aqui.

E se você quiser começar um curso online de C++ gratuitamente veja nossas aulas nesse link.

Leia também:

Apps para IOS e para Android

Se a sua vontade é criar um aplicativo para iPhone, iPod e iPad, sua melhor aposta é trabalhar com Objective-C, uma das linguagens que mais cresce atualmente, como veremos abaixo. Para smartphones Android e tablets, a linguagem usada será muito baseada em Java, inclusive, por exemplo, utilizando o Netbeans com uma extensão para Android.

Independentemente da plataforma (IOS ou android), na maioria dos casos, você precisará aprender tecnologias do lado cliente, como HTML, CSS e Java Script. Para o lado servidor do seu aplicativo web, você provavelmente precisará aprender linguagens como PHP, Ruby, ou Python já que todas as três têm frameworks, que irão ajudar a deixar as tarefas web bem mais fáceis e menos demoradas, em vez de um sistema de programação favorito como o C

Para aprender mais sobre Objective-C, clique aqui, Html clique aqui, Java clique aqui, Css aqui, Ruby aqui e Python aqui.

Programação Web

Se o seu caso é programar para a Web irá ver muito em sua carreira as linguagens PHP, C#, Java script, Html, Virtual Basic, Javascript e Java, por exemplo. Como um site é algo bastante amplo e engloba muitas coisas, seria ingenuidade de nossa parte pensar que apenas uma linguagem daria conta do recado.

No entanto, se tiver de escolher apenas uma, foque no PHP.

O PHP é sem dúvida uma das linguagens web de melhor custo benefício, projetos que são desenvolvidos nessa linguagem possuem diversas vantagens tais como o baixo valor no investimento da infraestrutura para a manutenção da aplicação e alta versatilidade da linguagem.

Para conferir mais sobre PHP veja este link, Java Script aqui e Virtual Basic neste link.

Programação para Desktop

Essa é a mais difícil de todas se quisermos decidir uma linguagem coringa, devido à grande variedade das aplicações, variando desde um programa de compartilhamento P2P até um sistema para automação de consulta de preços em um supermercado, por exemplo, bem como vários outros fatores, como: Se você está desenvolvendo a aplicação para um grande cliente ou para um pequeno, a complexidade da aplicação, em qual ambiente vai rodar, plataforma, especificações da(s) máquina(s) que irão receber a aplicação, etc.

As mais usadas pelo pessoal da programação é Java, Delphi, C#, .net e tantas outras, cada qual com suas qualidades e com seus defeitos. Mais uma vez fica claro que não há uma linguagem campeã. Faça seus testes a veja qual se adapta melhor àquilo que você busca.

>> Quer aprender JAVA? Veja como.

Para saber mais sobre Delphi veja este link, C# e .net veja aqui.

Leia também:

Qual a melhor linguagem do mercado?

Essa daqui é mais fácil de responder, sem achismo e especulação (ufa, pelo menos uma).

Através do maior site de vagas e currículos do Brasil, há hoje, 14 de outubro de 2014, cerca de 4 mil vagas onde são buscados profissionais de programação. A distribuição das vagas é a seguinte:

  • 974 são destinadas a especialistas na linguagem Java
  • 716 para programador WEB
  • 626 para .NET
  • 325 vagas para PHP
  • 150 vagas para Delphi
  • 127 para C
  • 121 vagas para C#
  • 70 vagas para c++
  • 69 vagas para Android
  • 37 vagas Ruby
  • 27 vagas para Asp e Asp.net
  • 21 vagas Python
  • 18 vagas HTML
  • 17 vagas para Javascript
  • 13 para Visual Basic
  • 4 vagas Css
  • 1 vaga Perl
  • e as demais para programadores sem especificação de linguagem.

Resumo

Não há uma linguagem mestra, aquela que serve para todos os casos. O ideal é você aprender a programar, mas não digo isso para chover no molhado e isso para irmos mais fundo na questão da programação. De nada vale você saber todas as linguagens citadas aqui no artigo e não saber lógica, pura e simplesmente lógica computacional. Portanto dedique-se a ela, e depois, qualquer linguagem poderá ser aprendida com facilidade. Escolha, inicialmente, estudar o ato de programar, e não a linguagem em si.

Depois que aprender a programar (e eu reforço, falo da lógica da computação) escolha qualquer linguagem para começar, de preferência uma que tenha fortes conceitos de POO – Programação Orientada a Objetos (Java, C#, Python) ou que tenha muito material de qualidade disponível na literatura acadêmica e na internet (PHP e o próprio Java são exemplos) e gaste um bom tempo estudando o básico dessa linguagem, que é: estruturas de controle, tratamento de variáveis, resolução de problemas matemáticos (com uma calculadora, por exemplo), tratamento com strings (texto), exploração dos conceitos de POO, dentre outros tópicos.

Com esse tipo de estudo você irá enraizar aquilo que a maioria das linguagens contém e no que são baseadas. Você saberá profundamente apenas uma linguagem, é verdade, mas assim que partir para a segunda, verá que as instruções são parecidíssimas à anterior, já que praticamente todas elas têm uma mesma base (C++) e com isso será cada vez mais fácil avançar na programação.

E claro, note que se você for estudar sozinho, faça uma busca prévia pelo YouTube e internet e veja qual linguagem tem mais material disponível. E claro, escolha alguma que você goste de cara, que tenha empatia. não adianta pegar uma que só lhe dê dor de cabeça e que você não terá vontade alguma de se dedicar. 

Por todos esses motivos que vimos assim, se perguntassem-me minha humilde opinião, e se ela tivesse algum peso, eu indicaria a linguagem C++. Aprendendo ela com clareza, as demais serão assimiladas com naturalidade.

Leia também:

Apostilas do Oficina

Leu o texto com atenção? Já escolheu qual a linguagem você vai começar seus estudos? Confira as apostilas gratuitas do Oficina e bons estudos:

Cursos do Oficina

Bonus Track

Para finalizar é interessante ver uma pesquisa que é realizada todos os anos pela Code Eval, uma plataforma especializada para os programadores demonstrarem suas habilidades e onde rola até concursos de programação. Em 2014, segundo eles, a vencedora é, pela terceira vez consecutiva, a Python, seguido por Java (que vem caindo nos últimos anos) e C++. A pesquisa foi realizada com base em mais de 100 mil testes aplicados em mais de 2 mil programadores.

Qual a melhor linguagem de programação?

Uma das linguagens que mais cresceu foi a Objective-C, com aumento de 300% puxada pela quantidade cada vez maior de apps para IOS. Por outro lado, o PHP perdeu 55% de programadores. 

Qual a melhor linguagem de programação?

Segundo a Code Eval: “Esses dados nos dão uma boa ideia de quais são as tendências para os próximos anos e o que as empresas tem mais procurado. Esperamos que esses dados sejam úteis para estudantes de ciências da computação e programadores que querem estar fora da curva”.

Segundo outra empresa de consultoria, a Tiobe, a primeira linguagem na listagem das mais utilizadas é a C, seguida por Java e Objective-C. Veja:

Qual a melhor linguagem de programação?

Pronto, terminamos por aqui o artigo. The treta has been planted. Aguardo ansioso os comentários dos leitores programadores. Nos conte qual você prefere, qual a mais versátil, o que você discorda do texto, etc. Let the games begin.

DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar