Arquivos tarball

Este método de distribuição de software é muito popular porque os utilitários tar e gzip são muito comuns.

Arquivos tarball
O código para um projeto significativo, cujo desenvolvedor queira distribuir, é originalmente armazenado em uma árvore de diretórios hierárquica. Incluem-se o código-fonte (na linguagem C), um Makefile e alguma documentação. Para distribuir o código, toda a árvore precisa ser encapsulada de uma forma que seja eficiente e fácil de enviar e armazenar eletronicametne.
Um método comum de se fazer isso é usando o utilitário tar  para criar um único tarfile com todo o conteúdo do diretório, e depois usar o gzip ou bzip2 para comprimi-lo, buscando-se uma maior eficiência. O arquivo comprimido resultante é conhecido como um tarball. Esse método de distribuição é popular porque tanto o tar quanto o gzip encontram-se amplamente disponíveis e conhecidos, o que garante um grande público.
Um tarball geralmente é identificado através do uso de duas extensões, .tar e .gz, combinatas para formar .tar.gz. Uma extensão combinada simples, .tgz também é popular. (bzip2 oferece uma compressão significativametne maior, ao custo de maior carga sobre a CPU. Arquivos comprimidos com bzip2 geralmente usam a extenão .bz2.).
O código para um projeto significativo, cujo desenvolvedor queira distribuir, é originalmente armazenado em uma árvore de diretórios hierárquica. Incluem-se o código-fonte (na linguagem C), um Makefile e alguma documentação.
Para distribuir o código, toda a árvore precisa ser encapsulada de uma forma que seja eficiente e fácil de enviar e armazenar eletronicametne.
Um método comum de se fazer isso é usar o utilitário tar para criar um único tarfile com todo o conteúdo do diretório, e depois usar o gzip ou bzip2 para comprimi-lo, buscando-se uma maior eficiência.
O arquivo comprimido resultante é conhecido como um tarball. Esse método de distribuição é popular porque tanto o tar quanto o gzip encontram-se amplamente disponíveis e conhecidos, o que garante um grande público.

Um tarball geralmente é identificado através do uso de duas extensões, .tar e .gz, combinatas para formar .tar.gz. Uma extensão combinada simples, .tgz também é popular. O bzip2 oferece uma compressão significativametne maior, ao custo de maior carga sobre a CPU. Arquivos comprimidos com bzip2 geralmente usam a extenão .bz2.).

Ainda é possível encontrarmos os arquivos tarball com o sufixo .bz2 e .tbz2. Estes arquivos foram compactados com o bzip2 que utiliza algoritmo de compressão de dados melhor que o gzip.

Você poderá abrir o conteúdo de um arquivo tarball de duas formas:

[email protected]:~# gzip -d arquivo.tar.gz

O comando gzip descomprime o arquivo.tar.gz e retira o sufixo .gz.

[email protected]:~# tar xvf arquivo.tar
O utilitário tar extrai o conteúdo do pacote.

Podemos também utilizar formas mais simples:

[email protected]:~# tar xvzf arquivo.tar.gz
Ou
[email protected]:~# gzip -dc arquivo.tar.gz | tar xv
Se o arquivo o arquivo for compactado com o bzip2, ele deve ser descompactado pelo bunzip2 ou utilizar a opção -d do bzip2.

[email protected]:~# bzip2 -d arquivo.tar.bz2
Ou
[email protected]:~# bunzip2 arquivo.tar.bz2
E
[email protected]:~# tar xvf arquivo.tar

 

iPhone 11 vs Galaxy S21 - Comparativo

Qual dos dois celulares você deveria levar para casa? Comparamos, assista.

Conteúdo relacionado

Google Nest Audio Review: Caixa de som ou Assistente pessoal?
Gadgets

Google Nest Audio Review: Caixa de som ou Assistente pessoal?

Google Nest Audio foi analisado aqui no Oficina da Net, um speaker com inteligência artificial do Google Assistente, bonito e pronto para a sua casa?

Introdução à compressão GZIP de um site
Programação

Introdução à compressão GZIP de um site

O que é a compressão por GZIP de um site, como funciona e de que maneira ajuda na otimização do carregamento de uma página.

Como funciona a compressão GZIP / Deflate
Programação

Como funciona a compressão GZIP / Deflate

A compressão de um site é um processo transparente para o usuário, mas é bom que conheçamos um pouco sobre como se realizam internamente as comunicações HTTP.