Próxima versão do Firefox consome 30% menos RAM que Chrome

O navegador está totalmente redesenhado, incluindo o design e também comportamento.

Por | @oficinadanet Mozilla

A nova versão do Firefox irá representar uma nova era para a Mozilla, tanto que ela abandonou a numeração e resolveu chamá-la de Firefox Quantum.

O navegador está totalmente redesenhado, incluindo o design e também comportamento. A Mozilla garante que ele é mais eficiente do que se encontra no mercado. Perto do Quantum o próprio Firefox ficou lento, já que a nova versão é mais veloz do que a já disponível.

A Mozilla ainda desenvolveu um método que faz com que o Quantum possa rodar em vários núcleos de uma CPU em vez de confiar no desenrolar de uma única sequência, como ocorre atualmente. Para completar, há um novo motor CSS, escrito em Rust, que acaba operando paralelamente em núcleos diferentes.

As abas também aparecem diferentes, aquela que estiver ativa recebe atenção total no carregamento, e ainda o navegador prioriza as abas por ordem de importância, sempre prestando atenção para àquelas que estão sendo usadas com maior frequência.

Próxima versão do Firefox consome 30% menos RAM que Chrome.Próxima versão do Firefox consome 30% menos RAM que Chrome.

Tais recursos já estão sendo testados há meses. A Mozilla, através de sua comunidade de desenvolvedores, conseguiu eliminar 468 problemas que contribuíam para deixar o browser mais lento.

O visual do Quantum também está remodelado. O conceito do projeto Photon foi usado desta vez, dizendo que a equipe “gastou tempo entendendo como os usuários enxergam navegadores”.

O navegador conta ainda com animações mais suaves e uma biblioteca que reúne os favoritos, histórico, downloads, abas, capturas de tela e Pocket.

A versão do Firefox Quantum será liberada oficialmente em 14 de novembro. A versão beta já pode ser baixada.

Mais sobre: mozilla firefox navegador
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo