Lançado na Europa no final do mês passado, o Moto G20 é o mais novo integrante da famosa linha Moto G a chegar ao mercado brasileiro. O modelo que já havia sido flagrado recebendo certificação da Anatel, chegou ao Brasil nesta terça-feira (4), com hardware mais modesto em comparação com outros modelos já lançados, mas com destaques para o seu preço acessível, em conjunto com um sistema de quatro câmeras na sua traseira, tela que foge do convencional e bateria parruda.

Além disso, o Moto G20 vem integrado com o processador da Unisoc, empresa chinesa que atua no mercado de semicondutores e que vem conquistando o seu espaço para o fornecimento de componentes para smartphones mais baratos, setor que até então era comandado pela MediaTek.

Ficha técnica: Moto G20

  • Processador: Unisoc T700
  • CPU: Octa-core 1.8 GHz
  • Sistema operacional: Android 11
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento Interno: 128 GB e 64 GB
  • Tela - Tipo: IPS
  • Tela - Tamanho: 6.5
  • Tela - Resolução: 1600 x 720
  • Tela - Densidade: 270 ppi
  • Tela - Extras: 120Hz
  • Câmera principal: 48 MP, f/1.7, 26mm e PDAF
  • 2ª câmera: 8 MP, f/2.2, 118˚ (ultrawide), 1/4.0, 1.12µm
  • 3ª câmera: 2 MP, f/2.4, (macro)
  • 4ª câmera: 2 MP, f/2.2, (profundidade)
  • Câmera Frontal: 13 MP, f/2.2
  • Bateria: 5000 mAh
  • Carregador: 10W
  • Motorola Moto G20 - Ficha técnica completa

Tela e processamento

As especificações do Moto G20 o classificam como um modelo intermediário, porém com opções bem interessantes para a sua categoria. Começando pela tela, a Motorola destaca o painel do tipo Max Vision de resolução HD+ e tamanho de 6,5 polegadas com proporção 20:9 e taxa de atualização de 90Hz, o que o difere de seus concorrentes de mesmo nível que geralmente possuem a atualização tradicional de 60Hz.

Motorola Moto G20. (Imagem: Reprodução / Motorola)
Motorola Moto G20. (Imagem: Reprodução / Motorola)

Para desempenho, o aparelho conta com o processador Unisoc T700 de oito núcleos que consiste em dois núcleos principais para alto desempenho (Cortex-A75) ao lado de outros seis (Cortex-A55) para oferecer baixo consumo de energia. O maior destaque desse processador fica para a GPU Mali G52, que segundo a fabricante, garante um desempenho gráfico 38% melhor que os modelos convencionais. Além disso, ele possui 4GB de RAM e 64GB de armazenamento expansível via cartão microSD de até 1TB.

Câmera, bateria e sistema operacional

Outro destaque está no pacote de câmeras traseiras com quatro lentes integradas, um conjunto que consiste em um sensor principal de 48MP, mais uma ultrawide de 8MP e dois sensores adicionais de 2MP para efeito em fotos macro e captação de dados para profundidade de campo. Para selfies, a câmera frontal tem resolução de 13MP, que segundo a Motorola, desempenha bem em fotos de dia e de noite.

Como sempre tem sido destaque em modelos de excelente custo benefício, o Moto G20 conta com uma bateria poderosa com tanque de 5.000 mil mAh e suporte para cargas de até 10W, capaz de garantir autonomia por até dois dias, dependendo do uso.

O sistema operacional Android 11 vem na caixa rodando sob a interface de usuário My UX, que segundo a Motorola, está otimizado para a melhor experiência de usuário de forma mais intuitiva, segura e personalizada.

Preço e disponibilidade

O Moto G20 está disponível no Brasil em duas cores: azul e pink. Ele já pode ser encontrado no site oficial da Motorola, e em breve, estará disponível nas principais varejistas do mercado brasileiro. O seu preço sugerido é de R$ 1.699.