Comentários de perfis fakes são proibidos na China

China quer que todos usuários que façam comentários em posts tenham sua identidade revelada.

Por | @oficinadanet Internet

A internet, por muitos, é considera uma terra sem lei. A situação vem mudando, mas mesmo assim, não é nada incomum nos depararmos com comentários de pessoas que sequer mostram os seus rostos, sendo que muitas destas postagens são ofensivas.

No Brasil, a prática é muito adotada, mesmo com um monitoramento maior e possíveis punições, muitos usuários ainda insistem em se manter obscuros na internet, sem revelar a sua identidade. Entre os maiores causadores de punições estão o racismo, intolerância racial e ainda xenofobia.

Comentários fake na china são proibidos, como?Comentários fake na china são proibidos, como?

Na China, porém, as coisas poderão mudar. Uma nova lei que acaba de estrear torna obrigatório o uso de identidades reais nos comentários em publicações na web. A medida começa a valer a partir de 1 de outubro, e exige que empresas de tecnologia solicitem informações de todos os indivíduos que comentam em publicações, independente da plataforma.

Leia também:

A ideia surgiu para dificultar a disseminação de notícias falsas, bem como o uso de linguagem inapropriada, e comportamento considerado ilegal. Muitas pessoas estão julgando a mediada como mais um método de censura criada pelo governo chinês, isso tudo para reduzir o direito de “opinião”.

Vale mencionar que na China os usuários são proibidos de acessar várias plataformas, incluindo o Facebook e Google.

O órgão responsável pela “censura” no país também ordenou que as operadoras de telefonia móvel locais bloqueassem o uso de VPNs pessoais até 1 de fevereiro de 2018, o que irá restringir o acesso não-autorizado dos chineses a vários serviços e plataformas.

Mais sobre: internet China fakenews
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar