Testamos! O que o Sony 360 reality áudio tem a nos oferecer?

Em outubro deste ano (2019), a Sony anunciou sua mais nova tecnologia, a 360 Reality Audio. Neste artigo, farei uma análise sobre esta novidade, passando a vocês, leitores, a experiência que tive durante minhas audições.

Por Headphones Pular para comentários
Testamos! O que o Sony 360 reality áudio tem a nos oferecer?

Em outubro deste ano (2019), a Sony anunciou para o mundo a sua mais nova tecnologia, a 360 Reality Audio, que promete uma nova experiência musical para os amantes da alta fidelidade. A nova criação da empresa japonesa é um novo formato de áudio, onde é proporcionado um maior envolvimento com a apresentação através da manipulação do posicionamento dos emissores de som, seja instrumentos ou cantores. Neste artigo, farei uma análise sobre esta novidade, passando a vocês, leitores, a experiência que tive durante minhas audições.

Antes de dar meu parecer acerca da tecnologia criada pelos engenheiros da Sony, o 360 Reality Áudio, recomendo ler este artigo onde falo como é o seu funcionamento para que desta forma haja uma melhor interpretação e consequentemente um melhor entendimento do que descreverei abaixo.

O que o 360 Reality Audio tem a nos oferecer?

Imagem ilustrativa. Fonte: Sony
Imagem ilustrativa. Fonte: Sony

A Sony teve como objetivo ao desenvolver o 360 Reality Audio com o intuito de aproximar mais ainda a experiência do que ouvimos ao vivo do que escutamos em nossos fones de ouvido. Esta técnica pode ser aplicada tanto durante o processo de gravação e processamento de uma nova música quanto em uma música que já tenha sido criada, mas claro, tendo em mente que o resultado de ambas as formas será distinto. Ao implementar esta nova maneira de processamento da música, a japonesa pretende dar uma sensação mais clara de separação entre os instrumentos e vozes e distância entre o ouvinte e os instrumentos e vozes.

Esta nova tecnologia desenvolvida pela Sony tem o mesmo propósito do áudio binaural, também conhecido como áudio 8D ou áudio holofônico, em que há dois microfones em fixados em cada orelha de uma réplica de uma cabeça humana, para simular uma pessoa ouvindo. Mas no caso do 360 reality áudio, é proporcionado ao engenheiro de som 128 formas de mapear o áudio captado dos instrumentos e cantores pelos microfones.

Onde está disponível o formato 360 Reality Audio?

Imagem ilustrativa. Fonte: XO PIXEL (YouTube)
Imagem ilustrativa. Fonte: XO PIXEL (YouTube)

Você poderá encontrá-lo nos serviços de streaming de música que oferecem planos Hifi (que não há perdas de qualidade) como o Deezer Hifi, o Tidal Hifi e o Amazon Music HD.

Qual a experiência de ouvir músicas em 360 Reality Audio?

Antes descrever a minha experiência com o 360 Reality Audio, devo salientar que esta é apenas minha opinião pessoal, baseada em meus gostos e em minha experiência. Para a análise, utilizei:

  • Desktop (como fonte, rodando o programa do serviço de streaming Tidal)
  • Digital Audio Player (DAP) FiiO X7 Mark II como DAC USB
  • Amplificador FiiO K5
  • Headphone Sennheiser HD600
Amplificador FiiO K5 abaixo com o DAP FiiO X7 II conectado acima e o cabo do headphone Sennheiser HD600 conectado. Fonte: Vitor Valeri
Amplificador FiiO K5 abaixo com o DAP FiiO X7 II conectado acima e o cabo do headphone Sennheiser HD600 conectado. Fonte: Vitor Valeri

Confesso que antes de escutar tinha minhas dúvidas quanto a capacidade da nova tecnologia desenvolvida pela Sony, pois me parecia que iria soar muito artificial (me lembrou a proposta do multicanal em fones de ouvido). Mas ao dar o play na primeira playlist, criada pela própria equipe do Tidal para apresentar a tecnologia, percebi que estava enganado, que o 360 Reality Audio tinha algo a mais me mostrar. Ao ir passando as faixas, fui percebendo como a engenharia desenvolvida para o novo formato se comportava e houve horas em que me surpreendi e me via completamente envolvido pelos sons dos instrumentos e vozes.

O estilo de música que mais senti diferenças com relação ao formato de áudio "comum" foi o Jazz (escute a playlist de criada pelo Tidal exclusivamente para este gênero aqui), onde era possível perceber claramente o espaço entre os instrumentos e vozes e a distância entre eles e meus ouvidos. A sensação é nítida ao utilizar um headphone aberto como o Sennheiser HD600, mostrando além de um imaging (imagem, espacialidade) impressionantes, um detalhamento maior dos sons de cada instrumento e voz, por estarem mais bem posicionados na ilusão do palco. O segundo estilo em que mais percebi mudanças sensíveis para a minha audição foi o Soul (escute a playlist de criada pelo Tidal exclusivamente para este gênero aqui).

Recomendo que ao ouvir as músicas no formato 360 Audio, utilize fones de ouvido do tipo headphone com cups abertas, que proporcionam um palco sonoro maior, reproduzindo os sons com melhor separação e posicionamento.

Para acompanhar os lançamentos de músicas com a nova tecnologia, visite o site music.com/360RA.

Confira abaixo a lista de playlists do Tidal:

Conclusão

Em minha opinião, achei promissora a tecnologia desenvolvida pelos engenheiros da Sony, o 360 Reality Audio. Creio que para quem prima por uma experiência de áudio de alta fidelidade e imersiva, é um dos caminhos a se seguir.

O que você achou do 360 Reality Audio? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

Esse artigo é feito em parceria com o Grupo Fones de Ouvido High-End:

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários