O básico sobre fones de ouvido - A base de tudo

Esse é o primeiro artigo da série especial sobre fones de ouvido que vamos criar aqui no Oficina da Net em parceria com o grupo no Facebook, Fones High End. Confira.

Por Headphones Pular para comentários
O básico sobre fones de ouvido - A base de tudo

Seja bem-vindo ao mundo dos fones meu caro leitor! A partir de agora serão criados conteúdos semanais sobre fones de ouvido, onde será explicado passo a passo o que você precisa saber para escolher o melhor fone para o seu uso.

A primeira coisa que você precisa saber é: "O que é preciso para fazer um fone de ouvido tocar". Para que o fone de ouvido reproduza um som, você necessita de um conjunto de fatores, que juntos formam um sistema de fones de ouvido. Este sistema é composto por três partes:

Fones - Foto: AUGUSTO SCHWEICKARDTFoto: AUGUSTO SCHWEICKARDT

 

A fonte

Esta etapa do sistema de fones de ouvido é composta por estruturas responsáveis pelo armazenamento da música e estruturas para possibilitar a transmissão do sinal elétrico até o amplificador.

De acordo com a maneira como é armazenada as informações da música, é classificado o tipo de fonte que teremos, que pode ser uma fonte digital ou uma fonte analógica.

 

Fonte digital

Na fonte digital, temos duas opções, a mídia física (CD/DVD) e a mídia digital (armazenada em HDs, SSDs, cartões micro SD etc.). Neste tipo de formato tem-se a vantagem essencialmente de ocupar menos espaço (físico) para armazenar as músicas.

No primeiro caso (mídia física) temos:

  • O CD/DVD com os arquivos de música.
  • O leitor de disco (CD Player, SACD player, DVD Player)

  • Um chip chamado DAC (Digital to Analog Converter) que é responsável por traduzir o sinal digital gerado pelo leitor em um sinal analógico.

SACD Player

No segundo caso, que é a mídia digital temos:

  • Um hardware/peça responsável por armazenar os arquivos das músicas. Essa peça pode ser um HDD (?Hard Disk Drive) ou um SSD (?Solid State Drive). Nela são armazenadas arquivos de música ou apps de streaming de música onde se tem um cachê de memória reservado para rodar as músicas.
  • Um chip chamado DAC (?Digital to Analog Converter) que é responsável por traduzir o sinal digital gerado pelo leitor em um sinal analógico.

 

Fonte analógica

Indo para o lado analógico da música (analogia com Star Wars), temos por exemplo o vinil, que está cada vez mais voltando ao mercado. Isso se deve ao fato de que muitos consideram a mídia superior à qualidade que é oferecida no CD. Especificamente nesse sistema temos:

- O disco de Vinil ou Long Play (LP)

- O sistema de agulha, capsula fonocaptora (phono cartridge), braço etc., do leitor de vinil (vitrola)

No caso do Vinil, como o sinal já é analógico, não se tem a necessidade de um chip conversor de sinal (DAC) como temos na fonte digital.

Vitrola

 

Placas de circuito integrado

Todos os nossos aparelhos possuem, necessariamente, a etapa de fonte, para poder gerar o som dos nossos fones de ouvido. Porém, existem certas diferenças entre os equipamentos que temos. Geralmente, temos nos reprodutores de música uma placa de circuitos que possui duas etapas de um sistema de fones de ouvido, a etapa de fonte (armazenamento e DAC) e a etapa de amplificação.

 

DACs dedicados

Um chip DAC (Digital to Analog Converter) é responsável por converter um sinal digital em um sinal elétrico analógico, necessário para fazer com que o fone de ouvido emita algum som. Porém, somente este sinal não basta para fazer com que o driver funcione e reproduza as ondas sonoras. Ou seja, um DAC sozinho não irá fazer o fone de ouvido funcionar, é necessário amplificar o sinal através de um sistema de amplificação (amplificador).

Entretanto, para quem busca mais qualidade, existem sistemas de DACs dedicados, que possuem alimentação de energia própria, um chassi próprio, controles próprios e conectores próprios. Dessa forma, é possível desenvolver um projeto mais complexo para se extrair o que há de melhor dos chips, proporcionando um menor ruído de fundo nas músicas, trazem mais espacialidade e mais definição, quando comparado a chips integrados de entrada (populares/baixo custo).

 

DAC/amp

Existem alternativas mais "baratas", para quem almeja ter mais qualidade. Estes aparelhos são chamados de DAC/amp. São dispositivos que possuem um chip DAC de maior qualidade e uma seção de amplificação mais bem-feita (dentre outros aspectos mais profundos). Para servir melhor o usuário de acordo com o seu uso, são desenvolvidas versões de mesa e versões mobile.

DAC

  • DAC/amp mobile (com bateria interna): pode ser ligado a smartphones, notebooks e desktops através de um cabo USB para alimentação de energia e troca de dados.
  • DAC/amp de mesa: pode ser ligado a um notebook ou desktop. Este aparelho pode ser alimentado somente por uma entrada USB ou pode usar a entrada USB exclusivamente para troca de dados e utilizar uma fonte a para oferecer energia.

 

Conclusão

Enfim, a fonte é um componente essencial para um sistema de fones, porém não é a parte que fará mais diferença na qualidade final do sistema analisando o todo. Para deixar claro, antes que você saia comprando um DAC/amp ou um DAP (Digital Áudio Player) caro, o elo mais importante do sistema ainda é o fone de ouvido. O transdutor será a etapa que proporcionará a maior mudança na qualidade de áudio do sistema como um todo.

Dica de ouro: Invista primeiro no melhor fone de ouvido que puder e depois se preocupe com o restante do sistema. Se você já tem um bom fone ou um fone que já lhe satisfaz plenamente, aí sim é hora de você investir nas outras partes do sistema como a fonte ou à amplificação.

Fique atento às novas publicações, nos acompanhe e compartilhe com seus amigos!

 

Esse artigo é feito em parceria com o Grupo Fones de Ouvido High-End:

 

Compartilhe com seus amigos:
Vitor Valeri
Vitor Valeri Fundador dos canais "Fones High-End" nas principais redes sociais e hobbysta de fones de ouvido há 10 anos, hoje é responsável pela redação sobre a temática juntamente com games (outra paixão). Formado em Saúde Coletiva, anda sempre em busca de inovação e conhecimento.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @vitor_valeri // TWITTER: @Vitor_Valeri
Quer conversar com o(a) Vitor, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias