Review headset Logitech G432 | Não é o que eu esperava

O G432 veio para substituir o G430 com algumas mudanças em sua palheta de cores mas mantendo quase todo o design original. Será que o fone teve uma melhora? Vamos descobrir neste review!

Hoje trazemos mais um headset para review aqui no Oficina da Net, a Logitech nos enviou o G432, modelo que é basicamente o sucessor do G430 mas que conta com algumas diferenças - pra melhor - e outras que acabaram nos deixando um pouco desapontado no mesmo (dica, envolve $$).

Vamos analisar seu som, seu microfone, sua construção externa e conforto e no final decidir se achamos que vale ou não a pena comprá-lo, além de claro dar opções de compra caso você não goste deste modelo. Vamos ao review?

Construção Externa e Design

A filosofia de design do G432 teve quase que nenhuma mudança se comparado ao seu antecessor (o Logitech G430). Ainda temos o seu acabamento quase que completamente feito em plástico com alguns detalhes no famoso azul da marca que já é marca registrada em seus fones de ouvido.

Logitech G432
Logitech G432

O seu arco também tem acabamento externo em plástico enquanto que o tunel central abriga o material metálico que conta com ajustes para servir melhor em mais pessoas. O mesmo não se ajusta automaticamente, então é necessário ajustar conforme o seu gosto.

Estrutura da headband é de metal, enquanto que as molduras são de plástico
Estrutura da headband é de metal, enquanto que as molduras são de plástico

Nas laterais e earcups encontramos o nome G432 pintado em conjunto com a logotipo da Logitech G em relevo cromado na parte central da earcup. Como você já deve ter percebido, a mesma é completamente em plástico, tanto na parte central quanto no encaixe com o arco - que é um ponto negativo.

Lateral da earcup tem o logo da Logitech G
Lateral da earcup tem o logo da Logitech G

Infelizmente no caso do G432 o seu cabo nem o seu microfone não são removíveis, o que dificulta no caso de um fio quebrar ou até pra levá-lo consigo pra algum lugar. Não vejo motivos para fones não terem cabos removíveis e gostaria de vê-los numa próxima iteração do fone.

Cabo infelizmente não é removível
Cabo infelizmente não é removível

Quando falamos de conexões, o fone vem com 3 opções: P3, P2 com Splitter (Mic e Fone separados) e DAC USB que vem incluso na caixa. Eu acabei por utilizá-lo em grande parte com o DAC por ter a opção de mexer no equalizador de som do fone no Logitech G Hub, irei falar mais sobre na parte de software do review.

DAC USB e Splitter P2 vem inclusos na caixa, conector original é P3
DAC USB e Splitter P2 vem inclusos na caixa, conector original é P3

Conforto

A primeira coisa que digo é que não foram usadas Memory Foam na parte interna das earpads e headband, o material utilizado não é nem de perto tão macia quanto este tipo de espuma e depois de algumas horas de uso começar a criar um mínimo desconforto (eu senti após cerca de 4 horas de uso seguidas).

Earpads não são de memory foam
Earpads não são de memory foam

O material utilizado na parte externa de ambas as partes não é couro mas sim material PVC que imita o couro e que infelizmente também deve começar a descascar em alguns meses, algo que já virou rotineiro em periféricos desta faixa de preço e que até hoje não entendo o porque. A boa notícia é que as earpads são removíveis, o que quer dizer que você poderá trocá-las quando necessário.

Você consegue remover as earpads com facilidade
Você consegue remover as earpads com facilidade

As earcups contam com rotação no próprio eixo e também inclinação, assim facilitando o encaixe na cabeça do usuário e trazendo mais conforto. Neste aspecto o G432 vai bem por ter bastante flexibilidade de rotação/inclinação.

Em geral o G432 é confortável o suficiente e consegue fazer um bom selo entre suas orelhas e o mundo de fora, ressaltando o seu perfil de fone fechado. As minhas reclamações não ficam no conforto em sí, mas sim no material utilizado nas earpads e headband, tanto externo - poderiam ter usado tecido com durabilidade muito maior - quanto interno - memory foam deixaria o fone muito mais confortável.

Som

Então vamos falar sobre o aspecto mais importante do fone, o seu som. Pelos testes que realizei, qualquer um dos três inputs tem a mesma qualidade de áudio, então vai do que ficar melhor para você na hora de utilizar (ou caso queira utilizar o Software, use o DAC USB).

Gaming

Se o seu objetivo é somente jogar, pode ter certeza que o G432 irá lhe servir bem. Seu palco sonoro é bom devido ao espaçamento entre as orelhas e os drivers - que são dinâmicos - e seu imaging também é legal, não sendo nada difícil saber de onde um inimigo estava vindo.

Testei o fone em três jogos diferentes e em todos eles eu tive uma ótima experiência, não houve um momento onde o mesmo desapontou ou deixou de exibir algum detalhe por causa de sonoridade ou algo do tipo.

O G432 até que vai bem em sua proposta principal, que é jogar
O G432 até que vai bem em sua proposta principal, que é jogar

Os três títulos foram Forza Horizon 4, Call of Duty Modern Warfare e Counter Strike Global Offensive, todos testados por algumas horas pra ter certeza que não estava perdendo em nenhum aspecto do jogo por causa do fone, e este foi o resultado. O único adendo que faço é que se você quiser uma melhor imersão em jogos de guerra ele pode deixar um pouco a desejar já que seus graves não são tão definidos e cheios, mas isso é uma característica sonora do fone e não um defeito.

Ressaltando o que disse à três parágrafos: se você está querendo somente jogar, não se preocupe porque o G432 não irá lhe desapontar.

Música / Entretenimento

Neste aspecto já mudo um pouco a minha visão, sempre avalio um fone em relação ao seu preço e desempenho em uma atividade que ele foi designado a fazer, e neste caso o G432 deixa a desejar, seja com o P3, Splitter P2 ou DAC USB. Não houveram mudanças na sonoridade entre os três que eu pude notar, diferente do que acontecia no G PRO.

Ele tem uma assinatura em V bem pronunciada, fica aparente quando você escuta música com bastante vocais e os mesmos ficam um pouco "atrás" das outras frequências, já os graves tem claro boost após equalização e acabam distorcendo por causa disso. Você até consegue desfazer essa configuração no software da marca se utilizar o DAC USB, mas aí os graves acabam por sumir.

Infelizmente em outras áreas ele deixa a desejar
Infelizmente em outras áreas ele deixa a desejar

Caso consideremos a equalização para remover o Bass Boost exagerado da marca como o seu ponto inicial, o G432 se torna um fone focado nas frequências altas, mas não chega a ser analítico. Digo que não chega a esse ponto por falta detalhamento nas altas frequências, elas só "estão lá", se é que você me entende.

Neste aspecto o fone deixa mais a desejar do que se for somente Gaming, ele não tem uma sonoridade muito animada e as frequências baixas apresentam um pouco de distorção devido ao boost exagerado, e se o mesmo é removido falta ainda mais harmonia, que se une a falta de detalhe nas frequências altas e assim acaba sendo um fone se graça. Recomendações de fones melhores neste aspecto vem na conclusão do review.

Microfone

Se eu pudesse descrever o microfone deste headset em uma palavra só, esta seria direto. Não há muito processamento de áudio no mesmo, então ele é bem direto no que é transmitido e não perdoa quando o tom de voz do usuário levanta, estourando o som com uma certa facilidade.

A voz é bem clara e tem bom nível de detalhamento, o que falta mesmo é aquela profundidade com melhores graves, mas não esperávamos isso de um Headset de "menor" custo como este daqui.

O microfone pode melhorar, mas é longe de ser ruim
O microfone pode melhorar, mas é longe de ser ruim

Há dois aspectos que gostaria de ver melhoras: o cancelamento de ruído e o pop filter. O cancelamento de ruído pois é muito fácil ouvir barulhos além do usuário (como cliques do mouse e o teclado enquanto a pessoa digita) e isso é algo que não é muito bom para quem está na mesma call do discord, por exemplo. O segundo aspecto é o pop-filter, este reduz os "sopros" no microfone de palavras que movem bastante ar, como por exemplo "prédio", também algo que você consegue claramente escutar no teste acima.

Em geral não tenho reclamações do microfone, eu achei-o decente e sem dúvidas você se comunicará com seus amigos / equipe com muita clareza, mas se você gosta de falar alto ou tem muito barulho em sua volta isso pode ser um empecilho.

Software

Para utilizar o software do G432 é necessário utilizar o DAC incluso na caixa, aparentemente o mesmo que vem incluso com o G PRO. Ao plugar o fone com o DAC no computador o driver será instalado e você verá o fone no Logitech G Hub para personalizar algumas configurações.

Não há muitas opções para serem modificadas no software, basicamente o que temos é a página incial com a imagem do fone para acessar suas configurações, os controles de volume e a equalização para o fone (não há equalização disponível para o microfone). É tudo tão simples que não há muito o que falar, deixarei a galeria de imagens para vocês darem uma olhada.

Conclusão

O Logitech G432 acaba por ser um fone confuso ao meu ver, quando ele chegou para análise aqui no Oficina da Net a diferença de preço entre este e o seu irmão maior, o G PRO, era de apenas R$ 50, e com a diferença de qualidade geral não haveria um motivo para recomendar ele ao invés do outro modelo. Além disso ainda temos em competição outros fones como o HyperX Cloud Alpha que também fica na mesma faixa de preço dos R$ 600.

Logitech G432
Logitech G432

O G432 é um fone que deveria brigar no espaço abaixo dos R$ 400, onde o Cloud Stinger que é seu real competidor normalmente fica, porém com a adição de novos modelos de outras marcas no mercado como o Cougar Phontum S, Galax Xanova Juturna e derivados do Sharkoon B1, fica realmente complicado recomendar o fone da Logitech.

Por cerca de R$ 600, eu Não Indico o Logitech G432, acredito que o preço está muito alto para o que oferece e além de haver fones melhores na mesma faixa de preço, há outros modelos ainda mais baratos que ainda se saem melhor que este.

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Os melhores Fones de Ouvido / Headsets até R$ 1000 (Outubro 2020)
Hardware

Os melhores Fones de Ouvido / Headsets até R$ 1000 (Outubro 2020)

A lista consiste das melhores opções de fones de ouvido e headsets até a faixa dos R$ 1000, iremos explorar e falar um pouco sobre cada um dos modelos citados.

Review mouse Logitech G Pro Wireless | O melhor da Logitech
Hardware

Review mouse Logitech G Pro Wireless | O melhor da Logitech

O G Pro Wireless foi uma surpresa ao mercado quando foi lançado, com apenas 83 gramas e excelente performance sem fio que chamou a atenção de todos.

Review teclado Logitech G915 TKL | Custa QUANTO?
Hardware

Review teclado Logitech G915 TKL | Custa QUANTO?

O G915 TKL foi lançado no Brasil recentemente e chega custando a "pequena" bagatela de R$ 1500. Será que ele vale tudo isso? É o que vamos descobrir.