O aplicativo Files Go, do Google é um gerenciador de arquivos para Android, ele facilita muito a vida de quem sofre com falta de espaço na plataforma, pois escaneia o aparelho e limpa a memória do celular, ele exclui arquivos antigos, arquivos grandes e pouco usados, além de fotos repetidas e dados cache. Tudo isso para liberar mais espaço de armazenamento na memória, para que o usuário possa armazenar suas fotos, vídeos e músicas. Mas além disso, o aplicativo traz novidades muito interessantes, todas as quais são fruto das pesquisas realizadas pela equipe de desenvolvimento do aplicativo.

Tendo sua versão beta lançada em novembro, o Files Go, segundo o Diretor de experiência de usuário, o brasileiro Koji Pereira, é uma forma de "melhorar as relações das pessoas com seus celulares". Koji explica que o Files Go tenta criar uma relação positiva e otimista com o usuário, para que a experiência com o aplicativo não seja tão desagradável, já que ficar sem espaço de armazenamento é.

O Files Go surgiu de um padrão percebido pelo Google entre usuários da Índia, por lá a grande parte dos usuários possui aparelhos de entrada, logo estes aparelhos costumam ter pouco espaço de armazenamento, e isso é um problema quando se quer armazenar fotos de vídeos no telefone.

Outro ponto é que quanto mais poderosos ficam os aparelhos celulares, maiores ficam seus sistemas operacionais e arquivos que são enviados entre eles, logo aqueles que possuem pouco espaço de armazenamento, acabam tendo esse espaço ainda mais reduzido.

.

 Segundo Koji o Brasil também enfrenta uma realidade semelhante, tanto lá como aqui, os usuários sofrem com o problema da falta de espaço, que além de não permitir o armazenamento de mais coisas ainda deixam o aparelho lento, por este motivo ficou evidente que um aplicativo que facilitasse o processo de gerenciar os arquivos e liberar espaço no celular era essencial. E como o processo de apagar cache e outros dados inúteis não é lá fácil de fazer, um gerenciador para isso, com certeza faria sucesso.

Logo que o Files Go foi lançado, a principal funcionalidade era liberar espaço, o aplicativo era super simples, contava apenas com um botão que ao ser pressionado realizava todo o procedimento, uma interface simples e limpa, porém isso não agradou aos usuários, Koji afirma "os usuários queriam entender melhor o que acontecia, eles queriam mais transparência no processo".

Foi assim que a equipe de desenvolvimento começou a mudar a interface do aplicativo, adicionando uma interface mais convidativa, com diversas informações e total controle do usuário sobre o que pode ou não ser apagado, o que está ocupando espaço e quais espaços podem ser liberados. Isso tudo mudou a cara do aplicativo e consequentemente fez com que ele conquistasse mais usuários.

.

 Outras ferramentas que o aplicativo também implementou além de liberar espaço, é o gerenciador de arquivos, que facilita o processo de localizar arquivos, fotos, músicas e muito mais nas pastas do smartphone. Mas sem dúvidas o recurso mais interessante é a transferência de arquivos entre smartphones. Koji explica que ela é totalmente segura e não necessita que os aparelhos estejam conectados por Bluetooth ou redes de dados. Ela funciona criando uma rede chamada de Wi-Fi direta, que vincula os dois telefones, possibilitando a transferência de arquivos entre os aparelhos.

O aplicativo ainda possui uma inteligência artificial, que ajuda no reconhecimento de arquivos que podem ser apagados, ela também aprende com o usuário, memorizando dicas que foram aceitas pelo mesmo e aperfeiçoando as sugestões que o app fornece para melhorar a experiência do usuário. Koji afirma que são gerados relatórios das experiências dos usuários com o aplicativo, e os mesmos são enviados para a equipe de desenvolvimento, para que sejam analisados e aplicados para melhorar a experiência de quem usa o aplicativo.