A linha Redmi da Xiaomi foi criada com a proposta de trazer especificações equilibradas por um valor mais acessível. Com a chegada dos Redmi Note 13 nós temos a nova geração dessa linha tão vendida e que atrai olhares por onde passa. Mas afinal, será que vale a pena quem tem um Redmi Note 12 juntar os trocados para comprar o novo lançamento da gigante chinesa? É o que vamos descobrir nesse comparativo.

Redmi Note 12 vs Redmi Note 13: qual o melhor básico?

Qual dos smartphones vale mais a pena e é mais indicado para você? Para descobrir, comparamos a ficha técnica completa dos dois intermediários nos quesitos Design e construção, Tela, Processamento e Memórias, Câmeras, Sistema Operacional e Tempo de Suporte, Recursos Adicionais, Bateria e Preços. Confira o nosso comparativo!

ÍNDICE

Design e acabamento

Nesse quesito nós não tivemos grande novidade, o Redmi Note 12 contava com um acabamento traseiro em plástico e no seu sucessor a empresa manteve o acabamento mais simples. O material que equipa a parte lateral do dispositivo permanece com o acabamento em plástico também. Em relação às cores a Xiaomi trazia o Redmi Note 12 nas cores azul gelo, verde menta e cinza ônix. Já no modelo mais recente há 4 cores: verde menta, azul gelo, sunrise ocean e preto meia noite.

Redmi Note 13 apresenta visual harmônico e moderno, que pode atrair o olhar de muitas pessoas
Redmi Note 13 apresenta visual harmônico e moderno, que pode atrair o olhar de muitas pessoas

Tela

Nesse quesito também não temos mudanças drásticas. O Redmi Note 12 conta com uma tela AMOLED de 6,67" com taxa de atualização de 120Hz. Já no Redmi Note 13 temos uma tela de configuração parecida, a diferença fica por conta de seu pico de brilho maior de até 1800 nits contra 1200 nits do antecessor.

A tela de ambos os dispositivos possuem a mesma configuração, todavia o modelo mais novo possui maior brilho
A tela de ambos os dispositivos possuem a mesma configuração, todavia o modelo mais novo possui maior brilho

Processamento e memória

A linha Redmi costuma ter diversas variantes de chipsets a depender do modelo, entretanto isso não se aplica por aqui. Ambos contam com o mesmo processador e com isso não tivemos um salto de performance que compense migrar para o novo modelo. Trata-se do Snapdragon 685 que sinceramente não se saiu muito bem nos testes do Roda Liso.

#CelularesPontuaçãoGráficosFPS MÉDIOFPS MÍNIMOSeloPreço
33°Xiaomi Redmi Note 12 4G10.000BAIXO21R$ 935,00

O Redmi Note 12 foi o primeiro aparelho a estrear o selo Roda Lixo um jogo testado, feito esse que não foi presenciado em nenhum outro aparelho testado posteriormente. Será que teremos com o Redmi Note 13 mais um resultado desastroso? É o que veremos em breve. Quanto às capacidades de memória temos versões com 6/128 e 8/256.

Câmeras

No quesito câmeras ambos os aparelhos estão bem servidos, porém temos algumas diferenças que merecem ser pontuadas aqui. Os dois aparelhos contam com um conjunto triplo traseiro sendo uma principal, uma ultrawide de 8MP e uma macro de 2MP. Todavia o sensor principal do novo modelo conta com 108MP contra 50MP do antecessor. Além disso, a câmera frontal que antes tinha 13MP passa a contar com 16MP. Infelizmente os sensores não gravam acima de Full HD, mas acredito que seja algo relacionado à limitações do ISP do chipset.

Bateria e carregamento

Nesse ponto infelizmente não tivemos mudanças. O Redmi Note 13 mantém a mesma bateria de 5000mAh do irmão antecessor. Claro que não é uma capacidade ruim, porém poderia oferecer 6000mAh para fugir um pouco do padrão de mercado e tornar o novo modelo mais detacado em relação ao antecessor. Além disso o carregamento de 33W também se mantém exatamente o mesmo.

O Redmi Note 12 possui bateria de 5000mAh e carregamento de 33W, características que se mantiveram no novo modelo
O Redmi Note 12 possui bateria de 5000mAh e carregamento de 33W, características que se mantiveram no novo modelo

É bem legal a chinesa investir em carregamentos mais rápidos mesmo em modelos de entrada, enquanto que a sul-coreana Samsung em pleno 2024 ainda insista nesses carregamentos de 15W e 25W em seus modelos de smartphones mesmo que mais caros. Mas se ela não coloca pelo menos 50W nem em seus aparelhos flagships, quem dirá em um que seria o concorrente direto dos Redmis focados em trazer custo-benefício.

Sistema operacional e tempo de suporte

Em relação ao Sistema Operacional, o mais recente infelizmente ainda veio com o Android 13 de fábrica. Tendo em vista que seu antecessor também trazia o Android 13, fica fácil a suposição de que ambos pararão de receber atualizações no mesmo Android. Todavia é bom lembrar que ambos estão aptos para em breve receber a nova interface da Xiaomi, a HyperOS aliada ao Android 14.

O Redmi Note 13 foi lançado com Android 13, mesmo sendo 1 ano mais novo
O Redmi Note 13 foi lançado com Android 13, mesmo sendo 1 ano mais novo

Recursos adicionais

Ambos os aparelhos contam com a proteção IP contra água e poeira (sendo o IP54 no modelo mais recente e IP53 no antecessor). Apesar disso tome muito cuidado, esses números 3 e 4 (os últimos números das respectivas proteções) indicam o nível de resistência à água e não é indicado subergi-los como acontece com as certificações de finais 7 ou 8.

O primeiro número refere-se ao nível de proteção contra poeiras, já o segundo é o nível de resistência à líquidos
O primeiro número refere-se ao nível de proteção contra poeiras, já o segundo é o nível de resistência à líquidos

Além dissso, os aparelhos contam com a tecnologia NFC para pagamentos por aproximação e a impressão digital fica embutido na tela no modelo mais recente conta uma impressão lateral do Redmi Note 12.

Mas afinal, vale a pena a troca?!

Independente da opção que você escolher, será uma boa escolha pra categoria básica. Se for colocar na ponta do lápis ambos são muito parecidos em especificações técnicas, ambos entregam telas de excelente qualidade e baterias grandes. Porém ao considerarmos que as especificações do novo modelo mudam muito pouco (ficando as principais alterações nas câmeras principal e frontal, pico de brilho da tela e design) não vale muito a pena trocar do Redmi Note 12 para o Redmi Note 13.

O Redmi Note 13 até é um aparelho superior pois não perde em nenhum quesito para o antecessor, porém as mudanças são singelas demais para compensar a troca
O Redmi Note 13 até é um aparelho superior pois não perde em nenhum quesito para o antecessor, porém as mudanças são singelas demais para compensar a troca