Oficina da Net Logo

E-commerce: Por onde começar?

Neste artigo mostro minha dificuldade para começar um negócio na web e trago soluções e dicas para que você possa contornar os obstáculos desse empreendimento com facilidade.

Por | @mychelmendes Pular para comentários

A primeira coisa que todo mundo pensa quando se fala em e-commerce é: posso ter um loja na internet e não gastar quase nada. Toda empresa física quer entrar na internet e ganhar dinheiro, só que pensar que não dá trabalho ou que pode ser feito só em horas vagas é o primeiro pecado no mundo digital.

A cerca de 1 ano quando conheci o Magento, que recentemente foi comprada pelo eBay, e fiquei encantado por ser uma plataforma Open Source e vi a possibilidade da minha loja física vender no mundo virtual. Paguei por um domínio e por já ter certo conhecimento comecei a desenvolver minha loja eletrônica. Cerca de 3 meses depois do início e de ter investido muito tempo e dinheiro em cursos e livros, meu e-commerce tinha saído do papel. Comecei a divulgar para conhecidos e sempre que eu mostrava o site para alguém a primeira coisa que me diziam era “ficou ótimo, super profissional!”, mas não sabiam que ele não vendia nada.

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3082/e-commerce.jpg

Depois de um mês com minha loja virtual em funcionamento e dormindo cerca de 4 horas por dia, porque tinha que me dividir entre a loja física e a otimização do e-commerce, decidi investir no Google Adwords. Estudei um pouco a respeito e investi 120 reais que viraram 200 devido ao bônus que ganhei. Fiquei muito satisfeito com o resultado, estava tendo muitas visitas e dentro de dois dias já tinha feito minha primeira venda até que 5 dias depois, o crédito, para minha surpresa, acabou. Descobri da pior maneira o que realmente significava um e-commerce e quanto custava caro à falta de planejamento e vou passar aqui para você.

Antes de começar sua loja virtual, tire da cabeça coisas do tipo: é grátis, vai funcionar toda eletronicamente, posso conseguir a fotos e descrições na internet, não vou pagar tributos, etc. São estes mitos que vão atrapalhar você e até levar sua loja ao fracasso. Sua loja online, assim como uma loja comum, é uma empresa e precisa ser registrada, ter nota fiscal, contador e outras obrigações que qualquer loja tem, este primeiro passo é que lá na frente vai gerar confiança diante do cliente e ser um dos pilares para o sucesso: a transparência.

Leia também:


O cliente tem que se sentir a vontade em sua loja e para que isso aconteça, ela tem que ser sozinha uma boa vitrine e um excelente vendedor, tem que despertar o desejo no cliente e suprir a falta que ele vai ter por não poder tocar o produto, e para que tudo isso dê certo, sua loja precisa ter um ótimo auto-atendimento, que se dará com humanos administrando qualidade das fotos, cadastro de produtos, descrições, atendimento via chat, dentre outros. Seu e-commerce terá sim funcionários e muito trabalho, logicamente o serviço deles será diferente de uma loja física, mas não menos trabalhoso. Foi exatamente nesse ponto em que eu errei, achando que poderia me virar sozinho.

Para fazer tudo o que meu e-commerce exige de mim, eu teria que trabalhar só pra ele e umas 30 horas por dia, o que seria impossível. Providenciei um escritório e pretendo inaugurá-lo dentro de 40 dias com 3 funcionários, o que desvenda o mito de que uma loja virtual de sucesso não tem custos. Realmente o investimento é menor, mas ele existe e tem que ser pensado e colocado na ponta do lápis (ou na ponta do mouse).

Além da clareza com seu cliente, os outros dois pilares para o sucesso da sua e-loja são os produtos de qualidade e o cumprimento de prazos, sendo este último um dos mais importantes. Não é porque o cliente está comprando pela internet que ele quer esperar uma eternidade para receber a mercadoria e de preferência, ele não quer pagar por essa entrega, para isso temos cada dia temos mais soluções de logística, cabe a nós negociar e tentar se diferenciar da concorrência na entrega e no preço do frete.

Eu comecei minha loja virtual e fui buscar conhecimento com ela já em andamento. Não faça isso, assim você certamente vai minimizar as chances de insucesso e evitar despesas desnecessárias ou em momentos errados. E no seu web site crie páginas com as políticas de troca, informações sobre a empresa, informações sobre entrega, formas de pagamento e outras que possam ser necessárias para sua empresa e para seu cliente, e invista em certificados para que ele se sinta seguro em fazer negócio com você. Bons negócios!

Assista ao nosso último vídeo: