Amazon tem 42% de avaliações falsas durante período de pandemia

O site especializado Fakespot identificou um número recorde de avaliações de produtos falsas no site da Amazon durante a pandemia de covid-19.

Imagem: Divulgação Getty images
Imagem: Divulgação Getty images

A pandemia de covid-19 pode ter causado um considerável aumento nas avaliações falsas da Amazon. Cerca de 42% dos 720 milhões de avaliações da Amazon que foram analisadas pelo serviço de monitoramento Fakespot de março a setembro não eram confiáveis, frente a porcentagem de 36% no mesmo período do ano passado. Neste período de quarentena as compras online subiram drasticamente, e as avaliações falsas são feitas com inúmeros objetivos diferentes.

O aumento desse número equivale ao período de Natal de 2019 ou na Black Friday do mesmo ano, segundo o CEO da Fakespot. Essas avaliações são um problemas para o varejo online de maneira geral que toma medidas para eliminá-las de maneira constante, mas o grande contingente sempre é um desafio. Essas avaliações manipulam consumidores a comprar ou a deixar de comprar determinados produtos. Concorrentes podem articular esse tipo de atitude para sabotar determinada marca, ou criar uma falsa base de qualidade e confiabilidade sobre seus produtos.

Vários serviços automatizados surgiram para ajudar os compradores a avaliar se as avaliações que estão lendo são reais. O Fakespot, por exemplo, monitora as avaliações no site da Amazon e do Walmart, atribui notas aos comentários de produtos. A empresa diz que mais de 20 milhões de usuários usaram o Fakespot desde sua estreia em 2015, uma prova de quanto os clientes confiam em avaliações e classificações para escolher quais produtos comprar.

A Amazon obteve um aumento nas avaliações não confiáveis, uma vez que o COVID-19 se espalhou pelos Estados Unidos no início deste ano e a demanda por desinfetante para as mãos, máscaras e outros equipamentos de proteção disparou. O número de análises não confiáveis ​​encontradas pela Fakespot continua sendo o maior que a empresa já registrou mesmo após investidas da Amazon em setembro

O melhor celular intermediário para importar?

Conteúdo relacionado

Coronavírus no Mundo já matou mais de 2,5 milhões; veja quadro por país
Coronavírus

Coronavírus no Mundo já matou mais de 2,5 milhões; veja quadro por país

Casos de coronavírus aumentaram muito no Brasil após o Carnaval. Vacina ainda demora a chegar e lockdown é única saída encontrada em vários países.

Coronavírus no Brasil: país passa de 2 mil mortes diárias e 11 milhões de infectados
Coronavírus

Coronavírus no Brasil: país passa de 2 mil mortes diárias e 11 milhões de infectados

Veja atualização dos números do coronavírus no Brasil. Se o estado de SP fosse um país, seria o 12º mais infectado do mundo.

Ministro da saúde garante que vacina contra COVID-19 chegará ao SUS em breve
Coronavírus

Ministro da saúde garante que vacina contra COVID-19 chegará ao SUS em breve

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que "em breve" uma vacina contra a COVID-19 será incluída no Programa Nacional de Imunizações (PNI), que integra o Sistema Único de Saúde (SUS).