Amazon Music, conheça o serviço VS Spotify e Apple Music

Amazon Music atinge 55 milhões de usuários e se aproxima da Apple, confira as diferenças do serviço entre Spotify e Apple Music.

Por Amazon Pular para comentários
Amazon Music - imagem: Divulgação
Amazon Music - imagem: Divulgação

O serviço Amazon Music provou que está crescendo rapidamente e chegando perto de seus maiores competidores, a Apple Music e o Spotify. Na semana passada, a Amazon divulgou que o serviço de música ultrapassou 55 milhões de clientes. Para meios de comparação, os números de setembro de 2019 do Spotify apontam 113 milhões de usuários pagantes e 248 milhões de usuários no total. Para a Apple Music, 60 milhões é o total de assinantes mais recente. Isso significa que a Amazon já chegou na cola da Apple a um passo extraordinário. Segundo o próprio chefe da Amazon Music, Steve Boom, esse número foi algo que realmente fez a Amazon se pronunciar mesmo que a empresa geralmente se porte muito discreta quanto a dados, segundo declaração ao The Financial Times.

Mas ao que se dá esse sucesso? A versatilidade da Amazon Music pode ser a resposta. Para começo de conversa, o serviço entra no pacote extremamente popular da Amazon Prime e possui integração muito detalhada com a assistente de voz Alexa.

Aqui no Brasil, o serviço completo Unlimited sai pelo mesmo preço do Spotify, R$ 16,90 ao mês. A assinatura Amazon Prime de apenas R$ 9.90 também inclui o Prime Music, mas com menor disponibilidade de músicas. Enquanto o pacote completo possui 50 milhões de músicas, o da assinatura Prime inclui 2 milhões (ainda muita coisa). A contratação do Unlimited já possuindo uma assinatura Prime inclui um desconto no upgrade.

É justamente esse pacote Amazon Music Unlimited que soma mais de 50 milhões de assinantes, e é ele o competidor direto com Spotify e Apple Music.

Confira as opções de planos detalhadamente:

Amazon Music Unlimited (com opção de dispositivo único e plano família): Esse plano inclui suporte a um dispositivo Amazon como o Amazon Echo. Também dá acesso a 50 milhões de músicas e sai por R$ 16,90 ao mês para um dispositivo, ou R$ 25,90 para o plano família com até 6 membros. Existem versões de contratação mensal ou anual, sem alteração alguma de preço.

Amazon Music Prime (serviço incluso no pacote Amazon Prime): Esse pacote fica por R$ 9.90, o pacote Amazon Prime, mas não há como contratá-lo individualmente, apenas o serviço de música. A disponibilidade fica em torno de 2 milhões de músicas e não possui suporte para dispositivos Amazon e comandos por voz via Alexa.

Amazon Music com Ads: O serviço de músicas da Amazon também oferece uma versão gratuita com propagandas e anúncios. O mais básico serviço de música da Amazon e praticamente a mesma coisa que o Spotify Free, também impossibilitando escutar a música que se quer, mas escutando através de rádios e playlists.

Amazon Music VS Spotify e Apple Music

Certo, vamos agora comparar com o Spotify e Apple Music:

Preço:

Para o Spotify, os planos começam em R$ 16.90 para o individual, R$ 21.90 para o DUO, R$ 26.90 para o Family e R$ 8.50 para o plano universitário. Os planos da Apple são em dólar, US$4.99 par ao básico e US$7.99 par à família, respectivamente R$ 21,37 e R$ 34,22. Enquanto isso, a Amazon Music fica por R$ 9.90, R$ 16.90 e R$ 26.90. O Spotify e a Apple trazem planos únicos com o único diferencial sendo a quantidade de membros dentro deles, enquanto a Amazon ainda traz diferentes bibliotecas de músicas e também suporte exclusivo à equipamentos Amazon e a Alexa. Nesse quesito, a Amazon possui uma oferta mais básica e barata com o diferencial de todo o restante do pacote Prime, mas não possui versão universitária, que o Spotify e Apple trazem.

Catálogos:

Ai não há muito o que se comparar em números, os 3 serviços giram em torno de 50 milhões de músicas em seus catálogos, a diferença se encontra nos tipos de músicas e na idade delas. O Spotify tende a receber melhor músicas de artistas pequenos e independentes do que a Apple e a Amazon, que por sua vez acabam por ter álbuns mais antigos e clássicos que o Spotify. Mas, no final das contas, é muito pouco para se comparar.

Disponibilidade:

Nesse quesito a Apple é a mais restritiva, mas por pouca coisa. Alguns dispositivos Apple só aceitam o Apple Music, assim como dispositivos Amazon. Mas para os smartphones, todos os serviços possuem seus Apps, assim como nos computadores e versões Web.

Conclusão:

O melhor serviço é difícil de se eleger pois todos são muito parecidos. Claro que tendo um dispositivo como Amazon Echo, é muito mais benéfico optar pelo Amazon Music, assim como dispositivos Apple tendem a receber mais benefícios de contratar a Apple Music. O Spotify, entretanto, está presente em todo lugar e não depende de marca alguma de aparelho para liderar o mercado, por hora pelo menos.

A maior diferença entre eles é o preço apenas. A Apple Music é o mais caro deles por ser em dólar, mesmo a Apple reduzindo pela metade os preços em comparação aos EUA. A Amazon é a que traz a opção mais barata com o pacote Prime, que inclui serviços de vídeo e muitos outros também. Todos esses serviços possuem um período gratuito de teste, então é possível testar todos os 3 e então contratar o que mais lhe agrada.

A Amazon Music, porém, promete crescer e logo desbancar a Apple Music justamente pelo seu plano Prime que chamou muito a atenção em múltiplos países. No Brasil, porém, o Spotify é de longe o maior líder, mas a Amazon chegou já muito bem recebida e deve se estabelecer bem por aqui.

Comentários:
Carregar comentários