Oficina da Net Logo

Comparativo YouTube Music ou Spotify: Qual o melhor?

YouTube Music ou Spotify? Pode o maior nome em streaming de vídeo ultrapassar o maior nome em streaming de música?

Por | @oficinadanet Youtube 5 comentários

O Spotify é considerado o melhor streaming de música há anos. O serviço têm uma ótima seleção de música, uma reputação de algoritmos melhores do que o Google, e com os preços atraentes para os ouvintes, inclusive os mais jovens, oferecendo planos premium para estudantes por metade do preço. Nem mesmo a Apple - sinônimo de qualidade quando se fala em música - não consegue bater esse rei do streaming de música. Mas há um novo desafiante para o Spotify. Estamos falando do melhor streaming de vídeo, há mais tempo ainda. Qual será o melhor nesse comparativo: YouTube Music ou Spotify?

Para bater o Spotify, é necessário ter mais do que um ótimo valor, seleção superior e novos recursos extravagantes. E parece que o novato YouTube Music possui boas armas nessa batalha. Além disso, ele tem uma marca história e pra lá de popular. O poder e a história da marca YouTube são muito mais célebres que os do Spotify, mas será que isso fará seu serviço de streaming ser melhor?

Leia também: Comparativo entre Spotify e Google Music

Qual o mais em conta: YouTube Music ou Spotify?

Tanto o YouTube Music quanto o Spotify oferecem versões gratuitas e versões pagas. Você não pode baixar músicas para ouvir off-line, ou ouvir música sem anúncios sem a versão premium em ambos apps. Mas pelo menos no Spotify você pode reproduzir músicas com a tela desligada, mesmo em sua versão gratuíta.  Leia em destaque: Comparativo YouTube Music ou Spotify: Qual o melhor?.

O YouTube Music pausa a música quando usuários gratuitos desligam a tela ou saem da janela, o que significa que o YouTube Music Free monopolizará sua tela e, assim, gasta bem mais da sua bateria enquanto você o ouve. Portanto, no quesito economia de bateria, a versão free do Spotify é melhor do que a versão grátis do YouTube Music.

O Spotify Premium custa R$ 16,90, com direito a 30 dias grátis. O plano familiar custa R$ 26,90 e pode ser usado por até seis pessoas. A versão para estudantes custa R$ 8,50 mensais.

O Spotify tem apenas um limite de dispositivos para downloads, que são 3 dispositivos, cada um com um limite de download de 3.333 músicas.

O YouTube Premium, que engloba o YouTube Music mais os vídeos sem anúncios, custa R$ 20,90 por mês. Há também a opção de assinatura do Plano Família por  R$ 31,90 mensais, para uso de até seis usuários com mais de 13 anos. Porém, se você for usar apenas o YouTube Music, o valor é de R$ 16,90, igual ao valor do plano premium do Spotify.

Com o YouTube Premium, não são exibidos os famosos (e chatos) anúncios no meio do vídeo ou música, e ativa a reprodução em segundo plano, bem como abre a possibilidade para download de vídeos offline do YouTube Music.

Ambos tem o mesmo valor, mas o Spotify tem a opção para estudantes, que o YouTube não tem. Já o YouTube Premium é mais caro, mas é um serviço de vídeos e músicas, enquanto o Spotify é um serviço de música apenas.

Qual a melhor biblioteca de música: YouTube Music ou Spotify?

O Spotify tem mais de 30 milhões de músicas em seu catálogo, e embora o YouTube Music não forneça um número exato para as músicas em seu catálogo, não importa qual seja o número oficial, porque isso contaria apenas as músicas oficiais do YouTube Music, adquiridos por meio de acordos com gravadoras. Mas todos sabemos que há muito mais no YouTube Music do que isso.

O YouTube Music tem músicas e álbuns oficiais das gravadoras e, ao mesmo tempo, adiciona vídeos musicais de outras formas, como as mídias enviadas por fãs. Há também os milhões de músicas que não estão na biblioteca oficial do YouTube Music, nem em nenhuma biblioteca oficial de streaming em muitos casos.

Alguns desses conteúdos enviados por fãs são ilegais. Quando os detentores de direitos autorais atendem a solicitações de DMCA, o YouTube retira esse conteúdo, mas esse é um jogo constante que a maioria das gravadoras não tem tempo ou recursos para jogar. Há também rótulos que dobraram, músicas que têm direitos parcial ou totalmente congelados, músicas que os rótulos perderam a validade e grande parte dessa música só está disponível por meio de uploads de fãs. Então o YouTube Music será o único serviço de streaming com boa parte desse conteúdo.

Resumindo: o Spotify tem mais músicas oficiais, mas o YouTube tem muito mais músicas disponíveis para ouvir.

A única ressalva para a incrível biblioteca do YouTube Music agora é que o gerenciamento de bibliotecas ainda é um pouco deficiente. Tudo o que você faz no YouTube Music é exibido no aplicativo principal do YouTube, de pesquisas a álbuns adicionados a todas as músicas que você ouve atrapalham seu histórico de exibição. 

Segundo o YouTube, a equipe já está trabalhando para facilitar a separação do histórico de exibição principal do YouTube Music da plataforma de vídeos do YouTube, e também terão uma maneira de ocultar listas de reprodução e álbuns adicionados.

E agora, qual dos dois serviços é o melhor? Vai depender muito do seu gosto. Você pode experimentar ambos os serviços por 1 mês gratuitamente, antes de ter que pagar pela versão premium.

YouTube Music ou Spotify: Melhor qualidade de som

Quando se fala na qualidade de som em streaming, o Spotify pode atingir até 320kbps quando configurado para alta qualidade, o que não é absolutamente sem perdas, mas ainda é muito bom. 

Já no YouTube Music você não pode alterar a qualidade de áudio. Não há nenhuma opção no menu de configurações, então você está preso à qualidade padrão de 128kbps do YouTube Music (AAC no celular, OPUS para web) com uma boa conexão, ou 64kbps em condições de rede mais lentas. 

Mas o YouTube promete elevar a qualidade de áudio para a taxa de bits mais alta (256kbps) em breve, segundo Elias Roman, gerente de produtos do YouTube Music, em entrevista para o site Engadget. Nesta mesma entrevista, ele afirma que o serviço também diponibilizará mais poder de configuração para os usuários.

YouTube Music ou Spotify: Qual o melhor?

Mas, em resumo, podemos concluir que o Spotify é melhor para quem vai usar a versão gratuíta. Também é melhor para quem quer uma versão premium mais em conta para estudantes. Mas se você não é estudante, então o valor da mensalidade do YouTube Music é a mesma do Spotify.

Já para quem quer maior quantidade de conteúdo e versões, o YouTube Music é melhor. Ele também é melhor para quem quer poder ouvir música ou assistir a vídeos.

O fato que pode deixar a desejar ao YouTube Music é a baixa qualidade sonora e a desorganização das playlists, bem como das indicações personalizadas para os usuários, quando comparado ao Spotify e aos seus outros rivais, como Apple Music e Tidal.

Na minha opinião, a empresa deveria ter lançado esse serviço apenas quando tudo estivesse pronto, e a qualidade estivesse no mesmo patamar da concorrência. Mas de fato o YouTube Music é superior ao Spotify em outros aspectos, como quantidade de títulos e possibilidade de assistir vídeos e clips de músicas. O YouTube Music tem tudo pra ser um grande serviço de streaming de música, mas é preciso fazer urgentemente alguns ajustes.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #youtube  #youtube premium  #streaming  #spotify
Comentários
Carregar comentários