Quantos vídeos tem o Youtube? Veja os incríveis números do Youtube

Quantos vídeos tem no Youtube? Qual vídeo mais assistido? Quantas pessoas usam o Youtube? Quais são os maiores canais? Quantas horas são assistidas a cada minuto no Youtube? Essas e outras respostas aqui.

Por Tecnologia Pular para comentários
Quantos vídeos tem o Youtube? Veja os incríveis números do Youtube

O YouTube teve um crescimento explosivo desde que foi fundado por Chad Hurley, Steven Chen e Jawed Karim, no ano de 2005, quando os três trabalhavam no PayPal. O domínio do site www.youtube.com foi posto no ar às 21h13 de 14 de fevereiro de 2005. Apenas um ano após a sua criação, a plataforma atraiu mais de 65.000 novos uploads de vídeos, e teve 100 milhões de visualizações de vídeos por dia. Dois meses depois, a startup que crescia rapidamente foi adquirida pelo Google, por US$ 1,65 bilhão.

Desde então, o YouTube abriu caminhos para as marcas anunciarem em seus vídeos, e permitiu que os criadores de conteúdo ganhassem a vida apenas fazendo vídeos. Esse potencial de monetização incentivou os criadores de conteúdo a criar os vídeos mais envolventes possíveis e hospedá-los na plataforma, o que permitiu que o YouTube se tornasse o segundo site com mais tráfego, e o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo, atrás apenas do Google, é claro. 

Confira essas estatísticas da plataforma, seus dados demográficos, crescimento de inscritos, uso geral e histórico.

O incríveis números do Youtube

YouTube é o segundo maior mecanismo de busca do mundo e o segundo site com mais tráfego, atrás apenas do Google. Os usuários do YouTube coletivamente assistem a mais de 46.000 anos de vídeos a cada ano.

Quatro vezes mais pessoas preferem assistir a vídeos no YouTube do que em outras plataformas.

Os usuários do YouTube assistem a mais de 180 milhões de horas de conteúdo nas telas de smart TVs todos os dias.

A cada minuto, 400 horas de vídeo são enviadas  para o YouTube.

Os usuários do YouTube são três vezes mais propensos a preferir assistir a um vídeo tutorial do YouTube do que ler um tutorial por escrito. 

Já as principais razões pelas quais os espectadores assistem ao YouTube são para "relaxar" e "se entreter". Vídeos de relaxamento, com ASMR, tiveram um aumento de 70% no ano passado.

As categorias mais populares do YouTube são comédia, música, entretenimento / cultura pop e "como fazer". 

60% das pessoas preferem plataformas de vídeo on-line para assistir programas de TV.

Em 2025, metade dos espectadores com menos de 32 anos não assinará um serviço de TV paga.

YouTube em smartphones

Somente em dispositivos móveis, o YouTube alcança mais adultos entre 18 e 49 anos durante o horário nobre, do que qualquer rede de TV a cabo consegue em uma semana normal. Em média, as sessões em celulares duram mais de 40 minutos.

75% dos adultos dizem assistir ao YouTube em seus dispositivos móveis, e mais de 70% do tempo de exibição do YouTube é gerado a partir de dispositivos móveis. Os anúncios para celular do YouTube têm 84% mais chances de atrair atenção do que os anúncios de TV. Este é um número surpreendente, dado que os comerciais de televisão recebem uma média de cerca de 45%.

95% dos anúncios do YouTube são audíveis. Para ter uma base de comparação, apenas 15% dos anúncios no Facebook são audíveis. Quando os anúncios apresentam visibilidade e audibilidade, o Google documenta um aumento considerável no recall de anúncios, na percepção da marca e na consideração.

O Google contratou Ipsos Reid para estudar como as pessoas veem (ou ignoram) os anúncios. A conclusão foi que os comerciais de televisão são tão longos que o público simplesmente para de assistir. 

Em 2018, o YouTube era o aplicativo mais popular em dispositivos iOS (iPhone e iPad). De acordo com as estatísticas da Apple, a plataforma de vídeo saltou do terceiro lugar em 2017 para o primeiro lugar em 2018, superando o Snapchat e o Facebook como o aplicativo gratuito com mais downloads no ano passado. Enquanto isso, de acordo com o Statista, o YouTube está em terceiro lugar entre os aplicativos mais baixados do Android.

Estatísticas demográficas do YouTube

96% dos usuários que tem entre 18 e 35 anos, assistem a vídeos no YouTubeMais da metade dos internautas norte-americanos com 75 anos ou mais assistem a vídeos no YouTube. E mais de 50% do público do YouTube é do sexo feminino.

58% da Geração Z (de 16 a 24 anos) e 42% dos jovens da geração do milênio (de 25 a 34 anos) aumentaram o uso do YouTube desde o ano passado. 70% dos usuários da geração do milênio assistiram a um vídeo do YouTube para aprender como fazer algo novo, ou aprender sobre algo em que estão interessados.

15,8% dos usuários do YouTube são dos Estados Unidos, e além do país norte-americano, o YouTube também tem mais visitantes da Índia, Japão, Rússia e China. YouTube está disponível em mais de 91 países, em 80 idiomas diferentes.

Crescimento de canais do YouTube

O número de canais com mais de 1 milhão de assinantes aumentou em mais de 75% desde 2017.

O número de YouTubers que ganham seis dígitos por ano com a plataforma aumentou em mais de 40% desde 2017. Já o número de YouTubers que ganhou cinco dígitos por ano aumentou em mais de 50% desde 2017. Os dez principais canais do YouTube obtiveram 42% mais receita em 2018, em comparação com o rendimento de 2017.

O maior canal no mundo é o T-Series, que tem 75 bilhões de visualizações e 105 milhões de inscritos. Já o maior canal de uma marca é o canal da LEGO, que tem mais de 7,7 milhões de assinantes. Isso é quase o dobro de visitas que qualquer outra marca no YouTube.

No Brasil, o maior canal é o KonZilla, que está em 6º maior canal do mundo, com mais de 50 milhões de inscritos. Já o maior youtuber do Brasil em 2019 é o whindersonnunes, que conta com mais de 36 milhões de inscritos. O maior alcance é do FelipeNeto, com 7,2 bilhões de visualizações.

Uso do YouTube na decisão de compra

De 2016 para cá, dobrou o número de mais empresas de pequeno e médio porte anunciando seus produtos e serviços no YouTube.

Mais de 50.000 anos de vídeos de análise de produtos foram assistidos em dispositivos móveis nos últimos dois anos. 68% dos usuários do YouTube assistiram a um vídeo para ajudá-los a tomar uma decisão de compra, e desses, 80% assistiram ao vídeo no início do processo de compra. 

Mais da metade dos latino-americanos vão ao YouTube antes de fazer uma compra, seja para pesquisar um produto, ver uma resenha ou comparar preços, e de acordo com o Google, a maioria dos usuários de Internet da América Latina de todas as idades acessa a plataforma de vídeo para informar seu processo de compra.

Uso do YouTube para música

95% dos vídeos mais populares do YouTube são vídeos de música e 47% da transmissão de música sob demanda foi ouvida no YouTubeEmbora esses números falem da grande atratividade que o YouTube apresenta para o público, a indústria fonográfica não está tão empolgada com esses números. 35% dos usuários dizem que a maior razão pela qual não assinam um serviço de áudio pago (Spotify, Deezer e até mesmo o YouTube Music) é porque tudo o que querem ouvir está no YouTube, de acordo com o Rlatório de consumo de música da IFPI em 2018.

Mas o YouTube dobrou o número de anúncios anteriores exibidos para seus usuários. Desde novembro de 2018, o YouTube introduziu alguns anúncios chamados "ad pods"; Dois comerciais em cada intervalo no início e / ou no meio do vídeo.

O lançamento do YouTube Music Premium em 2018 pode ser visto como um rival amigável do Spotify. Ou, talvez, seja uma tentativa de levar as pessoas a comprar o que já possuem de graça. 

Ainda não se sabe como o "novo" modelo de assinatura do YouTube Premium afetará os anunciantes digitais. Até agora, parece que o plano é encher os vídeos com muitos anúncios para motivar os usuários a pagarem uma assinatura. O aumento de anuncios incomodou 73% dos telespectadores, e 39% dos usuários estão dispostos a pagar por conteúdo sem publicidade.

Os mais ricos do YouTube

O YouTuber mais novo (e famoso) é Ryan ToysReview, um garoto de sete anos que ganha US$ 11 milhões (R$ 41,3 milhões) por ano e tem mais de 20 milhões de inscritos.

Quantos vídeos tem o Youtube? Veja os incríveis números do Youtube

Daniel Middleton, mais conhecido como DanTDM, é o Youtuber com maiores ganhos, tendo arrecadado US$ 16,5 milhões (cerca de R$ 62 milhões) em 2017. hoje ele tem mais de 21 milhões de inscritos.

Quantos vídeos tem o Youtube? Veja os incríveis números do Youtube

Os vídeos recordistas do YouTube

O primeiro vídeo do YouTube na história foi carregado em 23 de abril. A produção foi criada pelo cofundador do YouTube, Karim, no San Diego Zoo (intitulado Me at the zoo).

"Despacito" de Luis Fonsi, com a participação de Daddy Yankee, é o vídeo mais assistido da história do YouTube. Ele já recebeu mais de 6 bilhões de visualizações, em pouco mais de dois anos.

O YouTube oferece um espaço gratuito em Los Angeles, onde os usuários do YouTube com mais de 10.000 inscritos podem aprender, se conectar e criar vídeos no estúdio.

O primeiro vídeo do YouTube que alcançou um milhão de visualizações foi um anúncio da Nike de 2005, que apresentava o jogador Ronaldinho Gaúcho.

O vídeo do YouTube que recebeu o maior número de visualizações em 24 horas foi o clipe de agradecimento de Ariana Grande, "Thank U, Next", que atingiu 55,4 milhões de visualizações em um único dia.

O vídeo mais apreciado no YouTube é o videoclipe da música "Despacito" com mais de 31,96 milhões de curtidas e uma porcentagem semelhante a 89,25%. Já o vídeo mais detestado da plataforma é o próprio vídeo do YouTube Rewind 2018, com mais de 16 milhões de deslikes e uma porcentagem de desagrado de 86,53%.

Os números são fascinantes e impressionantes. Se você é simplesmente um usuário do YouTube que queria saber algumas das estatísticas que compõem a mágica da plataforma, esses dados devem ter impressionado você. Mas se você trabalha com marketing e está tentando decidir se o YouTube é uma boa plataforma para alcançar seu público, essas estatísticas devem deixar claro o incrível alcance que o serviço oferece.

Oficina da Net no Youtube

Agora que você já viu todos esses números do Youtube, sabia que o Oficina da Net tem um canal no Youtube onde fazemos análises de smartphones, hardware e falamos sobre tecnologia por lá? Vem, inscreva-se e comente os nossos vídeos. 

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Minha foto
  • Minha foto
    Douglas Charles Cunha    •    4 meses

    O site foi fundado em fevereiro de 2005 mas o primeiro vídeo só foi postado em abril do mesmo ano, dois meses depois? Será que os criadores não postaram nada nesse intervalo para testar o site?