Microsoft e outras empresas escutam gravações de voz coletadas pelo Xbox One

Contratantes da Microsoft e funcionários escutam dados de voz coletados pelo Kinect e pela Cortana, até mesmo gravações de menores de idades. Tudo, porém, está na política de privacidade da empresa que se compromete em ser mais transparente.

Por Tecnologia Pular para comentários
Microsoft e outras empresas escutam gravações de voz coletadas pelo Xbox One

Contratantes da Microsoft têm escutado gravações de voz coletados pelo console Xbox One. A prática vem acontecendo desde os primeiros dias que o Xbox One podia ser controlado com comandos de voz pela câmera Kinect e isso continuou após a Microsoft adicionar a assistente mais avançada de voz, Cortana, ao console, de acordo com Motherboard, da revista digital Vice.

Eles conversaram com diversos contratantes que podiam escutar essas gravações. Muitas delas foram intencionais, com usuários usando comandos no Xbox One para realizar determinada função, mas outras foram acionadas sem querer e sem o conhecimento do usuário.

A Microsoft já confirmou que contratantes também têm gravações similares da Cortana (no Windows) e podem escutar até mesmo ligações pelo Skype quando as pessoas usam a função de tradução de línguas. Em todos os casos a Microsoft disse que faz isso para melhorar seus serviços de reconhecimento de voz. "Sempre fomos claros de que coletamos dados de voz para melhorar serviços via comando por fala e que esses dados algumas vezes são revisados por vendedores", a empresa revelou ao Motherboard.

xbox

Alguns desses contratantes revelaram também que constantemente escutam vozes de crianças, o que é de se esperar quando se falam consoles de vídeo games, mas se torna um tanto alarmante já que as regras de privacidade são muito mais restritas quando se trata de menores de idade.

A Microsoft anunciou mês passado seu plano de remover a Cortana do Xbox One, mas o console ainda pode ser controlado por voz pela Alexa da Amazon ou pelo Google Assistente em auto falantes externos ou outros dispositivos.

Outras empresas também enfrentaram críticas recentemente, incluindo a Apple, Amazon e a Google por situações similares de compartilhamento de dados de voz e gravações a contratantes e funcionários provenientes da Siri, Alexa e Assistente da Google. Como consumidores, é de se esperar ficar apreensivo com a ideia de estranhos escutando gravações suas, mas as empresas se comprometeram em deixar mais claro suas políticas de privacidade e em dar mais controle sobre os dados gravados aos usuários, salientando também que sempre pegam o consentimento dos usuários para esse tipo de coleta de dados nas políticas de privacidade.

Compartilhe com seus amigos:
Mais sobre: microsoft, Xbox, Cortana, Siri, Google
Bruno Ignacio de Lima
Bruno Ignacio de Lima Jornalista, gamer e geek. Louco por tecnologia. Redator de smartphones e novidades tecnológicas aqui no Oficina da Net
Quer conversar com o(a) Bruno, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Tecnologia