Realidade Virtual e Realidade Aumentada: Huawei entra na briga!

Se não bastasse Google, Apple e Microsoft, parece que nada para a gigante chinesa Huawei. Agora, chegou a vez da empresa investir no segmento de realidade aumentada e realidade virtual.

Por Tecnologia Pular para comentários
Realidade Virtual e Realidade Aumentada: Huawei entra na briga!

Huawei enviou no último dia 14 de agosto, dois pedidos de marcas para o Huawei AR Glass e VR Glass, para a União Européia (EUIPO) e para o Escritório de Propriedade Intelectual do Reino Unido.

Esses produtos pertencem à nona categoria, cobrindo óculos inteligentes e smartwatches, smartphones, óculos 3D e muito mais.

Pela primeira vez, vimos o primeiro protótipo da tecnologia Huawei AR Glass da empresa durante a Huawei Global Developers Conference.

Ao mesmo tempo, a empresa anunciou sua estratégia de AR/VR. As várias tecnologias da Huawei para AR vem sendo desenvolvidas de forma constante.

huawei gentle monster

Em fevereiro deste ano, também vimos uma patente de design de óculos inteligentes da Huawei, que incorporava seu smartwatch ampliando os recursos do dispositivo.

Em março deste ano, a Huawei anunciou o desenvolvimento de óculos inteligentes com a marca de tendência coreana GENTLE MONSTER durante a conferência do Huawei P30.

huawei gentle monster

Em novembro do ano passado, Yu Chengdong revelou em uma entrevista à CNBC que a empresa planeja lançar óculos inteligentes de realidade aumentada (RA) em no máximo 2 anos.

O segmento de Realidade Aumentada (AR) tem sido um tema recorrente dentro de empresas de tecnologia nos últimos anos.

A Apple tem avançado constantemente com seus aplicativos de tecnologia de AR e alguns analistas acreditam que a Apple está desenvolvendo seus próprios óculos inteligentes AR.

O Google lançou o Google Glass e parece que se frustrou com os resultados na época. Depois disso, muita coisa já aconteceu. Particularmente o preço na época era muito alto para se tornar um dispositivo para todos.

Depois voltou mudando o foco do produto para aplicativos corporativos. Coincidentemente, o HoloLens da Microsoft parece estar seguindo o mesmo caminho.

Esses dispositivos AR de classe empresarial comprovam que a tecnologia AR tem uma ampla variedade de cenários de aplicativos. Mas também devemos admitir que a combinação das cenas offline requer esforços conjuntos de fabricantes e desenvolvedores.

No entanto, os óculos AR ainda não foram produzidos em massa. A razão para isso é a mesma citada acima, o preço. Além dos problemas com segurança e privacidade que surgiram na época do Google Glass. 

Se a Huawei lançar óculos inteligentes AR, esses também são os problemas que a Huawei enfrentará.

Compartilhe com seus amigos:
Bernardo Silva
Bernardo Silva Louco por tecnologia, amo velocidade e sou apaixonado por comida.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @androidplaceblog // TWITTER: @bgssilva
Quer conversar com o(a) Bernardo, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Tecnologia