Amazon agora doará mercadorias de armazém não vendidas em vez de destruí-las

Sabe-se que a Amazon realiza o descarte de produtos de terceiros que ficam abandonados em seus armazéns. Para minimizar este problema, foi anunciado um programa de doação de produtos indesejados de fornecedores do Marketplace de terceiros.

Por Tecnologia Pular para comentários
Amazon agora doará mercadorias de armazém não vendidas em vez de destruí-las

Sabe-se que a Amazon realiza o descarte de produtos de terceiros que ficam abandonados em seus armazéns. Isso se deve ao custo envolvido para realizar a devolução aos vendedores (logística) ou a reciclagem. Para minimizar este problema, a gigante do e-commerce anunciou recentemente um programa para sua loja nos EUA e no Reino Unido que consiste em doar produtos indesejados de fornecedores do Marketplace de terceiros em vez de jogá-los no lixo.

O novo projeto colocado em prática, chamado de Fulfilled by Amazon Donations, coletará milhares de produtos de vendedores terceirizados que não conseguiram vender os produtos por algum motivo e doará para instituições sem fins lucrativos dos EUA, várias instituições de caridade e o Exército de Salvação.

O motivo de haver tantos produtos sendo descartados é variado, podendo ser por conta de devoluções, lotes com defeito, produtos que não agradaram os consumidores etc. Segundo a CBS News, a Amazon já chegou a enviar, através de uma única unidade, cerca de 293 mil produtos para o deposito de lixo em um período de apenas 9 meses. Foi revelado no início do ano também, através de um documentário, que foram descartados, apenas no ano de 2018, 3 milhões de televisões somente na unidade da França.

Descarte de produtos na Amazon

A diretora do setor de caridade da Amazon, Alice Shobe, disse:

"Sabemos que colocar os produtos nas mãos de quem precisa deles transforma vidas e fortalece as comunidades locais. Estamos muito satisfeitos em estender este programa para os vendedores que usam nossos serviços de atendimento"

As doações da Amazon irão iniciar a partir do dia primeiro de setembro. O programa será padrão para os vendedores de Marketplaces que optarem pelo serviço de armazenamento e distribuição feito pela Amazon. O intuito do projeto é fazer com que haja a redução do desperdício e proporcionar aos vendedores uma forma mais ecológica e barata de se livrar do estoque de produtos que não foram vendidos.

A Amazon ainda cobrará 15 centavos de dólar para cada unidade de produto dos vendedores armazenada em seus armazéns, como já fazia antes do programa de doações. Porém, o programa irá ao menos garantir que os produtos serão doados para instituições sem fins lucrativos ou de caridade ao invés de descartar no lixo.

Fonte: The Verge

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários