Samsung e AMD trabalham juntas para trazer processador Exynos com GPU Radeon em 2021

A parceria fechada entre a Samsung e a AMD em junho, permitirá a criação de unidades gráficas baseadas na arquitetura RDNA para a utilização em smartphones e também em outros dispositivos móveis.

Por Tecnologia Pular para comentários
Samsung e AMD trabalham juntas para trazer processador Exynos com GPU Radeon em 2021

A Samsung definitivamente merece a posição mais alta na lista de smartphones mais vendidos no mundo, depois de trazer a série Galaxy S10, a nova linha A, com vários modelos, incluindo o recém chegado Galaxy A80, o Galaxy Tab S6, o smartwatch Galaxy Watch Active 2 e, agora, o lançamento do Galaxy Note 10, já marcado para amanhã.

E as novidades não param por aí, mantendo a fabricante sobre a luz dos holofotes, a empresa agora anunciou que já está trabalhando no novo chipset Exynos em parceria com a AMD, com o objetivo de trazer para o mundo dos smartphones, a GPU Radeon.

Isso significa que muito em breve, ou nem tanto, os smartphones da Samsung virão com recursos gráficos avançados. Além disso, a Samsung poderá ainda usar o novo chipset em várias outras aplicações.

A parceria com a AMD foi fechada em junho desse ano, naquela ocasião a Samsung não havia dado mais informações a respeito de quando veríamos o novo Exynos.

Parceria promete trazer tecnologia disruptiva para o segmento mobile

Agora, a empresa revelou que a nova linha de chipsets chegará em seus dispositivos em 2021, mas nada impede que a empresa traga o novo processador já no ano que vem.

Segundo a Samsung, essa nova parceria com a AMD trará "mudanças disruptivas na tecnologia". A AMD oferecerá sua nova arquitetura gráfica Radeon baseada em RDNA à Samsung como parte da parceria.

O desafio da AMD será desenvolver arquitetura gráfica que possa funcionar bem em cenários de baixa potência e restrições térmicas. Entretanto, não há informação de que a AMD concederá a licença dessa nova tecnologia para outras marcas.

O mesmo vale para a Samsung com seu próximo chipset Exynos. Sob essa parceria, a AMD receberá royalties e taxas de licenciamento da Samsung na troca de suas GPUs Radeon voltadas para dispositivos móveis.

Com a indústria de jogos móveis ficando cada vez mais agressiva, um chipset gráfico totalmente novo pode se tornar o diferencial para a empresa.

Sabemos que a Qualcomm vem dominando esse mercado sempre vencendo comparativos em que os processadores são colocados lado a lado. Embora esse tipo de comparativo para grande parte dos usuários traga pontuações sem significado prático, para as pessoas que usam de maneira intensa seus smartphones seja para jogar ou para aplicações mais pesadas, a Qualcomm segue levando vantagem. 

A parceria da Samsung com a AMD pode dar um novo gás neste segmento, finalmente melhorando sua tecnologia de GPUs. Enfim, nos resta aguardar para realmente descobrir o que esses novos chipsets entregarão ao usuário.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Minha foto