Inventor francês Franky Zapata vai tentar atravessar o Canal da Mancha em um flyboard

Os turistas que viajam entre a Inglaterra e a França devem manter os olhos abertos para algo incomum na quinta-feira, quando o inventor francês Franky Zapata tentará atravessar o Canal da Mancha em sua prancha a jato.

Por Tecnologia Pular para comentários

O ex-campeão jetski e reservista militar francês Franky Zapata, que se tornou conhecido como o "soldado voador" depois de ter inventado uma prancha a jato, tentará cruzar o Canal da Mancha na próxima quinta-feira (25). Após impressionar a França com uma demonstração de seu flyboard, no desfile do Dia da Bastilha deste ano, ele disse que fará a travessia na quinta-feira para marcar o 110º aniversário do primeiro vôo de avião do canal cruzado de Louis Blériot .

Franky Zapata vai tentar atravessar o Canal da Mancha em um flyboard

Zapata, que tem 40 anos, espera cruzar de Sangatte, perto de Calais, até a baía de St. Margaret, perto de Dover, num tempo total de 20 minutos, reabastecendo na metade do trajeto e alcançando velocidades de até 140 km/h. "É a realização de um sonho", disse o inventor ao Le Parisien

"Eu usei 3% das capacidades da máquina e precisarei de 99% para o canal. Não será nada fácil, e eu acredito que tenho 30% de chance de sucesso", disse ele.

Zapata disse que seu voo foi aprovado pelas autoridades da aviação civil da França, mas não oficiais do setor marítimo, que insistiram usar um navio para reabastecer o flyboard, pois representariam um risco para o transporte no movimentado Canal.

"Nós desaconselhamos a travessia porque é extremamente perigoso, dado o tráfego no Canal, um dos mais movimentados do mundo", disse a Marinha Francesa.

Um funcionário acrescentou que as autoridades não estavam proibindo a travessia, e pediram a Zapata para informar a equipe francesa de busca e salvamento costeira antes de decolar, para "o caso de problemas".

Zapata disse que a decisão o forçou a reabastecer uma vez no meio do caminho, em vez de duas vezes como planejou - uma vez em águas francesas, uma vez em águas britânicas. "Isso tornou o desafio 10 vezes mais difícil", disse Zapata. "É uma decisão completamente arbitrária e irracional."

Ele acrescentou que o tempo de decolagem dependeria das condições climáticas, e ele ainda não havia decidido se reabasteceria o flyboard movido a querosene aterrissando em um navio ou pairando sobre ele, sendo este último mais arriscado, mas que lhe permitiria reivindicar uma verdadeira "travessia do Canal".

No desfile do dia da França na Bastilha, em 14 de julho, o presidente Emmanuel Macron, Angela Merkel e outros líderes europeus observaram Zapata sobrevoar os Champs-Elysées brandindo um rifle.

Florence Parly, ministra das forças armadas francesas, disse que o flyboard pode ser "testado para diferentes tipos de usos, por exemplo, como uma plataforma logística voadora ou, na verdade, como uma plataforma de assalto".

Zapata foi premiado com um subsídio de ? 1,3 milhões (cerca de R$ 5,44 milhões) pelo seu Flyboard Air da agência de defesa e compras do governo francês) em dezembro passado. Ele é alimentado por cinco mini motores turbo, e pode funcionar de forma autônoma por cerca de 10 minutos, atingindo velocidades de até 190 km/h.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Minha foto
    Quantos celulares a Motorola tem em linha?
    5(15,22%)
    10(57,15%)
    15(11,66%)
    20(7,86%)
    26(8,11%)