Spotify Lite chega ao Android: menor uso de bateria, memória e dados móveis são os diferenciais

Segundo a empresa, a versão Lite ocupa apenas 10MB de armazenamento interno e pode rodar facilmente mesmo com conexões fracas à internet. Além disso, 90% dos recursos do Spotify original estão disponíveis no Lite.

Por Tecnologia Pular para comentários
Spotify Lite chega ao Android: menor uso de bateria, memória e dados móveis são os diferenciais

O Spotify lançou na última segunda-feira (08) o Spotify Lite. Essa versão do app de música foi pensada para aparelhos mais antigos ou com pouca memória - além de funcionar em conexões fracas com à internet. 

O aplicativo ocupa apenas 10MB de armazenamento interno e já está disponível em 36 países, incluindo o Brasil. Mas antes de sair correndo para a App Store, saiba que o serviço só está disponível para Android. Segundo fontes internas da empresa, não há interesse em levar essa versão do app para o iOS tão cedo - apesar da publicação no blog da empresa dizer o contrário.

 

Ainda de acordo com o Spotify, a versão Lite possui 90% dos recursos existentes na versão original. O que difere ambos é, além da menor utilização de memória, dados móveis e bateria, a aparição de vídeos e capas de artistas. Como esses dois últimos fatores não são essenciais para garantir uma boa experiência ao usuário, eles foram cortados da versão Lite.

No Lite também é possível controlar a quantidade de dados móveis que serão gastos no aplicativo, estabelecendo um limite e recebendo notificações quando alcançado. Além disso, o Lite está disponível tanto para assinantes quanto não-assinantes do serviço premium e não requer que o Spotify convencional esteja instalado no celular.

Pequeno. Rápido. Tão alto quanto diz o anúncio do Spotify Lite."Pequeno. Rápido. Tão alto quanto" diz o anúncio do Spotify Lite.

Os mesmos dados de login e senha podem ser usados em ambos apps. Inclusive, qualquer modificação feita em um software é automaticamente carregado no outro. 

Parece que o Spotify acertou na escolha de se fazer um aplicativo mais leve e tão bom quanto o original (pelo menos na teoria). Resta agora testar a versão Lite para dizer se as diferenças são tão gritantes assim. 

Compartilhe com seus amigos:
Andressa Isfer
Andressa Isfer Jornalista, amante de séries, filmes, livros e games. Curiosa e sempre pronta para novos desafios.
TWITTER: @andressaisfer
Quer conversar com o(a) Andressa, comente:
Minha foto
    Últimas notícias