Amazon e Alibaba estariam interessadas em comprar os Correios

A privatização dos Correios ficou cada vez mais forte nos últimos meses. Por conta disso, duas gigantes do comércio eletrônico mundial, a americana Amazon e a chinesa Alibaba estão estudando a possibilidade de compra da estatal.

Por Tecnologia Pular para comentários
Amazon e Alibaba estariam interessadas em comprar os Correios

É sabido que de alguns meses para cá o assunto sobre a privatização dos Correios ficou cada vez mais forte por conta da vontade de alguns políticos que entraram no Governo. Ao mesmo tempo, há um crescimento cada vez maior do e-commerce (vendas através da internet) no Brasil. Pensando nisso, duas gigantes do comércio eletrônico mundial, a americana Amazon e a chinesa Alibaba (dona do site Aliexpress) estão estudando a possibilidade de compra da estatal.

Os movimentos para realizar a privatização dos Correios são cada vez mais fortes, principalmente após a exoneração do general Juarez Aparecido de Paula Cunha da presidência da estatal pelo fato de ser contra a privatização. Após o ocorrido, o general Floriano Peixoto tomou posse da presidência dos Correios para alinhar as decisões para que a privatização ocorra.

O interesse da Amazon e da Alibaba para a compra, seria por conta da infraestrutura instalada em todo o país para realizar de maneira mais eficiente a logística das empresas. Há também a possibilidade das empresas se juntarem a algum banco nacional para realizar a compra dos Correios.

Imagem ilustrativa da compra dos Correios pela Amazon ou Alibaba
Imagem ilustrativa da compra dos Correios pela Amazon ou Alibaba

De qualquer maneira, com a privatização dos Correios muitas cidades terão suas agências fechadas e deixarão de receber encomendas em detrimento do alto custo para a empresa, ficando dessa forma refém dos altos preços das transportadoras privadas.

Muitas cidades pequenas e isoladas, sem demanda o suficiente para ser viável financeiramente para os Correios (caso venha a ser privatizado) ficarão sem agências e, portanto, a população de baixa renda será privada da possibilidade de comprar ou receber pacotes de fora do município na grande maioria dos casos.

Leia também: Huawei planeja aumentar sua participação no mercado brasileiro. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Minha foto