Huawei versus EUA: Essa batalha está longe de acabar!

Huawei entra com mais um processo contra o Departamento de Comércio dos EUA. Dessa vez a empresa busca a liberação de equipamento retido por mais de 20 meses nos EUA, quando inicialmente o parecer e liberação deveria levar 45 dias.

Por | @bgssilva Tecnologia Pular para comentários

Ontem, a mídia chinesa informou que a Huawei está novamente movendo um processo contra o Departamento de Comércio dos EUA e, solicitou ainda que fosse decidido definitivamente se um de seus equipamentos detido anteriormente violava realmente as regras de utilização, segurança e etc. 

Em 2017, o Departamento de Comércio dos EUA apreendeu um número de equipamentos de telecomunicações originários da China com base em investigações sobre se as licenças de exportação eram necessárias. O equipamento detido continha um servidor de computador e um comutador Ethernet.

A Huawei originalmente enviou o equipamento para um laboratório independente na Califórnia, EUA, e planeja enviar o equipamento de volta após o teste. 

Switche Gigabit Ethernet de alta densidadeSwitche Gigabit Ethernet de alta densidade

Em setembro de 2017, esses equipamentos foram apreendidos pelo Departamento de Comércio dos EUA no caminho de volta à China. Posteriormente, a Huawei submeteu as informações necessárias e foi informada de que revete os equipamentos decidiria sobre a tal exigência da licença de exportação dentro de 45 dias.

No entanto, passados 20 meses, o equipamento segue retido e o Departamento de Comércio dos EUA ainda não tomou decisão alguma.

A Huawei acredita que equipamentos produzidos fora dos Estados Unidos devem ser devolvidos ao país de origem sem uma licença de exportação. No entanto, a Huawei não reivindicou nenhum dano contra o Departamento de Comércio dos EUA.

Em vez disso, solicitou apenas ao Departamento de Comércio dos EUA decida de uma vez por todas se o equipamento viola ou não os regulamentos e solicitou a liberação do equipamento.

Esta não é a primeira vez este ano que o fabricante chinês entra com processo contra o governo dos EUA. Na ocasião a Huawei afirmou ter provas de que o governo dos EUA é suspeito de invadir servidores da empresa.

Huawei Huawei vs EUA, até onde essa guerra irá?

Guo Ping, presidente da Huawei disse em seu discurso em março que a Huawei entrou com uma ação contra o governo dos EUA para contestar o cumprimento do artigo 889 da Lei de Autorização de Defesa Nacional de 2019 ("NDAA") com a Constituição.

Guo Ping também disse na ocasião que o governo dos EUA vem manipulando informações sobre a  Huawei, atacando seus servidores, roubando seu e-mail e código-fonte, e nunca fornece qualquer evidência que apóiem a alegação de ameaça a segurança.

Além disso, como sabemos, os Estados Unidos não só estabeleceu o embargo comercial, como vem fazendo campanha contra a empresa influenciando a opinião pública.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal