A NVIDIA está trazendo GPUs Quadro RTX de nível profissional para notebooks

A série Quadro RTX 5000 está agora disponível para notebooks. As placas gráficas Quadro RTX 5000, para dispositivos móveis, foram projetadas para profissionais que trabalham com gráficos pesados ​​e edição de vídeo.

Por Tecnologia Pular para comentários
A NVIDIA está trazendo GPUs Quadro RTX de nível profissional para notebooks

A NVIDIA conseguiu encolher seu robusto hardware gráfico Quadro RTX 5000 para trazê-lo para os notebooks.

O placa oferece 3.072 núcleos CUDA e 48 núcleos RT, emparelhados com 384 núcleos de tensor e 16 GB de RAM GDDR6!

Essa é a mesma placa da versão disponível para desktops.

Obviamente, é difícil comparar a nova RTX 5000 com o modelo anteriormente disponível para notebooks, a P5200, mesmo porque elas usam arquiteturas diferentes (Pascal vs. Turing).

O desempenho entre as duas placas é enorme, a placa anterior gerenciava 8.9TFLOPS contra os atuais 9.4TFLOPS da RTX 5000. Mas os números não são tudo. A RTX é significativamente mais eficiente.

No lançamento, existem 17 notebooks, fabricados por sete empresas parceiras, que levarão as novas GPUs Quadro, que serão marcadas sob o nome RTX Studio.

Mesmo desempenho gráfico de um Desktop agora em Notebooks
Mesmo desempenho gráfico de um Desktop agora em Notebooks

Essas máquinas, segundo Jason Paul, da NVIDIA, oferecem "desempenho de desktop para os portáteis".

A empresa também afirmou que os novos notebooks serão até sete vezes mais rápido que os atuais MacBooks Pro de configuração equivalente, com 32GB de RAM e GPU Pro Vega 20 da AMD.

Outro benefício da marca RTX Studio é o NVIDIA Studio Stack, um pacote de software de SDKs e APIs feito sob medida para acelerar a edição de vídeo, renderização e animação vetorial, entre outros.

A NVIDIA diz que os softwares da Adobe, Autodesk, Avid, Blackmagic e Maxon foram amplamente testados para garantir "o melhor desempenho e confiabilidade". Os desenvolvedores de jogos que usam Unity e Unreal em breve também terão o "selo" de alta performance.

Não é apenas as RTX 5000 que veremos nos notebooks, mas também os modelos 3000 e 4000, atendendo a diferentes orçamentos, com 6GB e 8GB de memória RAM GDDR6, respectivamente. A RTX 3000 com 36 núcleos RT e a RTX 4000 com 40. E, da mesma forma, a RTX 3000 com 288 núcleos Tensor, e a RTX 4000 com 320, colocando ambas as GPUs apenas um pouco atrás da RTX 5000.

Na outra ponta, a NVIDIA também procurou oferecer placas com velocidade modestas nos chips Quadro existentes. O P520, por exemplo, é um upgrade no P500, que recebe 128 núcleos CUDA e sua largura de banda de memória aumentada para 48GBps.

O P620 é uma história semelhante, com mais 128 núcleos CUDA e um aumento de largura de banda de memória para 96GBps.

Esses aumentos incrementais também foram propagados para às T1000 e o T2000, que irão suplantar os chips da série P com o mesmo nome.

Os notebooks com placas gráficas RTX Studio estarão disponíveis a partir de junho com a ASUS, Dell, HP, MSI, Razer, Gigabyte e Acer.

Obviamente, os preços e as especificações irão variar de acordo com a região e o fabricante, mas a empresa diz que os modelos mais baratos partirão de US$1.600,00.

Leia também: Melhores Notebook para se comprar em 2019 - Básicos e Intermediários. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Minha foto