Acabei de colocar o meu celular para carregar e já está sem bateria novamente. A bateria do meu celular não dura nada. Sai da tomada já com 80%. Esses e outros hábitos de carga e descarga são os responsáveis pela degradação da bateria do seu smartphone. E espero que você saiba, não importa o que faça, a bateria do smartphone vai se degradar com o tempo. Existem formas de prolongar a vida útil, coisas simples que você pode fazer no dia a dia que vão ajudar. Mas eu sinto lhe informar, o seu smartphone atual com a bateria do jeito que está, a única forma de fazê-lo ter aquele desempenho de quando era novo, somente trocando a bateria.

Como carregar o seu celular corretamente?

Eu entrei em contato com algumas fabricantes de smartphones para pedir a eles que nos ajudassem a entender e mostrar formas de evitar que seu celular se torne um lixo eletrônico em pouco tempo.

Vamos começar falando sobre carregamento de celular, esse é o principal hábito que você precisa focar.

Carregamento rápido pode danificar a bateria?

Os novos smartphones com suas baterias de 5000 mAh ou mais, estão com carregadores que levam até 30 minutos para completar a carga, já viu isso? É muito rápido, 30 segundos passam e 1% a mais de bateria é carregada. Carregamento rápido estraga a bateria? A resposta é um NÃO.

Conversamos também com Gustavo Massete, que é gerente de produtos da Positivo, responsável pela Anker no Brasil, marca que é renomada no mercado de carregadores. Segundo ele, os carregadores têm capacidade de comunicação com os celulares, e somente irão enviar essa capacidade máxima de carga caso o celular suporte. Se o celular não tem suporte a carga rápida, o carregador vai enviar o padrão de 5V ou com 2A ou 1A.

Carregar com outro carregador pode também prejudicar a bateria? Como?

Posso usar outro carregador? Você aí na sua casa, costuma usar carregador dos seus familiares, né? Usa o primeiro que estiver na frente, vai lá e pronto, já era. As fabricantes, orientam utilizar os carregadores originais. Entretanto, por vários motivos você pode perder, estragar ou mesmo ficar sem o carregador, vai deixar de carregar o telefone por não ter um carregador em mãos? Não né? Entenda que quem controla a carga é o próprio celular. Independente de quão potente for o carregador, o celular que vai controlar quanto de energia ele consegue puxar do carregador.

Usar outro carregador em celular
Usar outro carregador em celular

Então fique tranquilo, você pode utilizar outros carregadores em seu celular, contanto que eles sejam carregadores de celular e principalmente, as fabricantes de celulares orientam sempre a utilizar carregadores certificados pela Anatel ou alguma outra certificadora. Ou seja, são carregadores que passaram por alguma inspeção e testes.

Ah meu amigo ou amiga, fique atento para a temperatura do carregador, ele não pode aquecer a ponto de você não conseguir colocar a mão nele.

Preciso descarregar até o fim a bateria?

Descarregar por completo a bateria era um hábito, lembro que quando você comprava um celular, a primeira coisa que precisava fazer era chegar em casa e ligar ele no carregador até ficar 100%, e fazer isso por três vezes. Ainda bem que esse tempo passou, as baterias de hoje não mais precisam de calibração.

Inclusive as fabricantes sugerem que não existe mais essa ideia de precisar manter acima de X% para carregar, o ideal é não deixar a bateria terminar por completo.

Tem horário certo para carregar?

Não existe horário certo para carregar a bateria do seu celular. Isso é outro mito que precisa carregar somente a noite ou não deixar carregar a noite inteira. Os telefones mais recentes, possuem uma inteligência que entende seus hábitos de carga, geralmente colocamos o celular para carregar a noite enquanto dormimos e o que a gente espera é que esse celular esteja completamente carregado pela manhã. É exatamente isso que acontece. Essa inteligência artificial deles, ao iniciar a carga, vai injetar energia para dentro da bateria até um ponto, sem completar a carga. Ao chegar próximo do horário que seu despertador alerta, ou próximo dos horários que você costuma utilizar o celular, aí sim, ele vai completar os 100%.

Desta forma o celular evita as micro cargas, que ficam carregando e descarregando o telefone. E se você carregar ele em outro horário, o smartphone entende que há necessidade fora do padrão, então, ele vai injetar a energia toda o mais rápido possível.

Degradação

Agora que você entendeu sobre carga e descarga dos telefones é hora da gente conversar um pouco sobre como as baterias perdem a vida útil, o que faz elas deteriorarem.

Qual o pior uso para baterias? O que mais degrada?

É unânime. Se você perguntar para alguém entendido de baterias, ou às próprias fabricantes de celulares, sobre o que é mais prejudicial às baterias, certamente a resposta será TEMPERATURA.

Portanto, para você ajudar você a entender um pouco sobre temperatura, ao carregar um celular, há uma reação química dentro da bateria que faz com que os íons sejam direcionados do catodo para o anodo. Essa movimentação dos íons gera calor, quanto mais rápido se movem os íons, mais calor é gerado. Se a dissipação de calor interna for ruim, a bateria vai aquecer bastante. Se para contemplar ainda mais você deixar o celular encoberto ou ao sol enquanto carrega, aí tem um dos piores cenários. A Apple em seu site exemplifica como dica: evite carregar ou deixar o iPhone em ambientes quentes, incluindo exposição solar direta por longos períodos.

Posso jogar e carregar o celular ao mesmo tempo?

O que também está diretamente ligado a jogar e carregar o celular ao mesmo tempo. O jogo exige bastante dos recursos do smartphone, o processador puxa o máximo de energia que ele precisa para executar as renderizações dos gráficos. A descarga faz o movimento inverso dos íons dentro da bateria, se a descarga for rápida, o calor interno da bateria também é gerado, agora se você colocar para carregar o celular ao mesmo tempo, há uma luta interna entre, carrego ou descarrego? Os íons ficam nessa luta de vou para lá, vou para cá? O ideal é então você jogar sem o carregador.

Ignorar carregamento; ROG PHONE 5 da ASUS
Ignorar carregamento; ROG PHONE 5 da ASUS

Existem smartphones gamers que corrigem esse problema, os que têm a tecnologia pass through, ou seja, eles não carregam o telefone e usam a energia do carregador para alimentar o processador enquanto jogam.

Por que as baterias degradam e perdem a vida útil?

Qual a quantidade média de cargas em uma bateria, até ela ser considerada degradada? Em média é possível notar desgaste da bateria a partir do primeiro ano de uso, claro que isso vai depender exclusivamente da intensidade de uso do seu aparelho. A Realme diz que a partir do terceiro ano isso torna-se mais evidente. Já a Motorola afirma que não há um período específico para isso ocorrer. A Apple em seu site, afirma que a bateria do iPhone pode degradar 20%, ou seja, caindo para 80% da Capacidade Máxima quando atingir 500 ciclos de carga.

As cargas inteligentes também preveem que esses micro ciclos aconteçam, por este motivo que a carga fica em torno de 80% da capacidade até que chegue pela manhã e você tenha o celular completamente carregado.

Vou desligar o celular e guardar ele por um tempo, quanto de bateria preciso deixar ele? 100%, 0% ou o que?

A Realme afirmou em nossa entrevista que o pior cenário para guardar o celular é manter ele com a bateria zerada.

A Motorola afirmou que o ideal é deixá-lo carregado, também não zerado, a ponto de poder pegar o celular da caixa e já sair utilizando ele.

A Apple no site indica guardar o iPhone com metade da carga, quando for armazenar por um longo período de tempo.

Resumo: O que fazer?

Em resumo, evite deixar o celular por muito tempo quente. Carregue preferencialmente com os sistemas de inteligência ligados e geralmente nos mesmos períodos que costuma fazer. Use carregadores originais ou homologados por alguma certificadora como a Anatel.

De resto meus amigos, seja livre para fazer o que bem entender com seu smartphone, visto que não há como evitar essa perda de integridade da bateria, o que podemos fazer é seguindo esses passos, atrasar a troca de bateria ou mesmo troca do seu celular.

Espero que tenha de alguma forma ajudado você com esse conteúdo, e se gostou dele, ajude-nos enviando ele para seus amigos, certamente todos temos algo a aprender em relação a baterias.

Dicas Bônus

Minha bateria já está ruim, o que fazer?

Pode ser que para você já não há mais o que fazer e está de saco cheio de carregar até duas vezes ao dia, não é? Saiba que a sua bateria já não suporta mais e o ideal é trocar ela. Sim, as fabricantes todas têm esse serviço de troca de bateria. É necessário levar até uma assistência técnica autorizada, eles vão orçar o valor para esse reparo. Seu smartphone vai voltar a ter a performance energética de quando era novo.

Como saber um preço justo para esse reparo?

Antes de efetivar a troca da bateria, verifique o preço. É preciso avaliar:

  • Quanto pagou pelo telefone?
  • Quanto tempo faz?
  • Qual preço médio de um modelo igual, novo e usado?

Lembra do valor que pagou quando era novo? O valor do reparo precisa ser uma fração deste valor. Telefones mais caros, com valores originais acima dos 2000 reais, certamente se o telefone tem menos de dois anos, ainda vale a pena fazer o reparo.

Verifique o preço atual, se o valor médio do aparelho usado estiver menor que o dobro do custo do reparo, ou seja, se duas vezes o valor do reparo for maior que o preço médio do produto, talvez seja melhor reconsiderar esse reparo e partir para adquirir um produto novo.

Agradeço a Juliana Zoia da Motorola, Marcelo Sato da Realme e Gustavo Massete da Anker por terem participado.