TCL apresenta mais um conceito para dispositivos dobráveis

O novo dispositivo conceitual parece ser bastante espesso, se dobra duas vezes, para entregar uma tela de 10 polegadas que cabe no seu bolso. Bem, um bolso bem grande!

Novo dispositivo conceito da TCL (foto: Engadget)
Novo dispositivo conceito da TCL (foto: Engadget)

Não é surpresa para ninguém que 2020 seguiria sendo um ano para os dispositivos dobráveis. O Motorola Razr e o Galaxy Z Flip já estão à venda em alguns mercados e, tudo indica, que a TCL está se preparando para entrar de cabeça neste segmento.

Já vimos vários dispositivos da empresa, cada um com uma proposta diferente para "dobrar" o usuário. Porém, até o momento os modelos apresentados são conceituais.

Recentemente a empresa apresentou dois protótipos, inclusive falamos sobre um deles aqui mesmo no Oficina da Net, o protótipo se expande lateralmente transformando smartphone em tablet, o outro conceito de dobrável, é um pouco diferente, ele possui três partes, isto é, sua tela se dobra duas vezes. Quando aberto o novo dispositivo conceitual entrega uma enorme tela de 10 polegadas.

O pessoal da Engadget teve acesso ao tablet dobrável em três partes e também do dispositivo que se expande.


O primeiro possui tela 3K de 10 polegadas que se dobra duas vezes em uma configuração em Z para se tornar um telefone de 6,65 polegadas com uma proporção de 20,8:9. Há duas dobradiças embaixo da tela, uma dobrada para fora e a outra dobrada para dentro.

Infelizmente como já era de se esperar sem nem ver o dispositivo é que ele seria incrivelmente espesso. Para se ter uma ideia, quando dobrado ele corresponderia a quase três Galaxy S20 Ultra, um sobre o outro.

Além da espessura, foi relatado também certo desconforto para dobrar e desdobrar o dispositivo, exigindo mais força que de costume além de ter que se alinhar os três painéis separados pelas duas dobradiças.

Estavam acessíveis alguns aplicativos para ilustrar o uso da enorme tela e, a demonstração destacou um aplicativo de edição que usa o terço direito para controles e os dois terços esquerdo para exibir a imagem que está sendo editada.

É possível ainda dividir a tela com dois aplicativos e ajustar suas larguras para atender às suas necessidades. Além disso, é possível colocar o dispositivo dobrado em uma mesa e configurá-lo quase como um laptop, usando um painel dobrado para sustentá-lo e a tela inferior como um teclado digital.

Infelizmente esse é um conceito tão novo que basicamente não existem aplicativos que se adaptem a esses modos e o software não é um dos pontos fortes da TCL, entendo que a empresa ainda não possui aplicativos que aproveitem esse formato de painel triplo.

Ainda não se sabe ao certo se a TCL realmente trará um dispositivo dobrável para o mercado em 2020, mas percebemos seu engajamento em trazer cada vez mais conceitos ao mercado.

Tech Mobile: Inscreva-se!

O nosso novo canal de smartphones surgiu, veja o que preparamos para você que gosta de celulares!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário